UMA OVELHA DESGARRADA DA FAMÍLIA, GRAÇAS A DEUS!!!

Parte da minha família (e estou senso bondoso comigo mesmo) me considera um mau caráter. Uma espécie de ovelha negra (com o perdão sobre o racismo) desgarrada. Muita gente não  fala, mas pensa.

Minha família é um matriarcado que atravessa gerações com pensamentos preconceituosos. No entanto, um modelo a ser seguido.

Fui muito bem educado, porém com ideias sectárias contra os nordestinos (chamados de gentalha), contra os negros (que até podem ser boas pessoas, mas eles lá e nós, aqui...), contra os pobres, operários, contra os sindicalistas (todos bandidos). 

Um homem da minha idade não deve se relacionar com mulheres mais novas (são todas umas vagabundas e vão te chifrar). Os homossexuais são bons profissionais e engraçados, mas não dá pra frequentar a casa... 

Precisa-se de Empregada Branca, pedia um anúncio que minha voz publicou no jornal. 

Grande parte da minha família desconhece que sou compositor, que escrevi livro, que já cantei em bar, que estudei a fundo a ufologia e a projeção astral. 

Eu já fui vagabundo (mesmo tendo feito duas faculdades), violento (por não permitir ou revidar) e excluído (sendo o que mais frequenta a casa dos meus pais). 

Sou de esquerda, portanto, endemoniado. Sou espiritualista, e assim, macumbeiro ou viajor da maionese. 

Casei com uma moça muito mais jovem (que um dia, para eles, vai me trair) e tenho uma filha linda, que não me merece, coitada... 

E assim, termino o texto com as ideias que comecei. Sou o mau caráter da família. 

Graças a Deus. 


Comentários

  1. Combater alguns aspectos da nossa criação diariamente não é tarefa fácil.
    Mas fico feliz que você tenha conseguido.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Querido Maurício, poucos têm a coragem de desnudar suas almas; especialmente quando carregam tristezas e desencontros. Minha admiração por ti, só faz aumentar!!! Um grande e carinhoso beijo para você e seus amados!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas