28.2.13

Brincadeira de Esconde

Sabe aquela brincadeira de se esconder e aparecer para alguma criança ou bicho?

O nosso inconsciente, as vezes, tem medo de que o nosso afeto desapareça. A mãe, o pai, a irmã mais velha, eles se escondem por detrás de uma cortina e a gente sabe que eles vão aparecer... Mas, as vezes eles demoram a surgir, e a gente chora... São os nossos medos inconscientes de perder.

Os antídotos para isso são a Confiança e a Fé, não a crença, e sim, a certeza inabalável que a gente não vai perder e sim, ganhar.

Confiança e Fé em Deus e no Amor.

O afeto sempre volta, o amor é infinito.

26.2.13

ATENÇÃO MULHERES E MÃES! UM "ANJINHO" PODE SER UM BEBÊ DEPRESSIVO

Querido Diário.

Hoje fiquei sabendo que um fui um bebê depressivo. Minha mãe me contava que eu só dormia  e comia, que não dava trabalho algum... Sempre narrou isso com orgulho. Eu cria nisso. Mas, agora, descobrimos, eu e a Valéria Cimatti, minha "maga terapeuta", que esta minha "angelitude" estava ligada à tristeza de uma rejeição. Não uma rejeição consciente e sim, uma inconsciente por parte dos pais.

Fui muito amado. Mas, em algum lugar da consciência deles, houve um Mauricinho rejeitado. Talvez por ser o último dos moicanos, talvez por uma gravidez anterior à minha (e que poderia ser eu mesmo) não ter vingado...

O que quero expor aqui não sou eu e sim, os seus bebês. Prestem atenção melhor neles! Bebês escutam, falam e sentem dentro de um útero, de um berço, do andador. Eles engatinham sentimentos e emoções. O que uma mãe lê como "anjinho" pode ser uma depressão. O que uma mãe percebe como "levado" pode esconder uma hiperatividade.

Este meu retorno à adolescência e à infância vão me fazer um adulto mais íntegro e inteiro. Uma viagem às cavernas de mim mesmo pode revelar sentimentos ocultos e enterrados na areia ou desenhados numa pedra, como uma escritura rupestre da minha alma.


25.2.13

O TEMPO E O AMOR - Recebido espiritualmente sob as influência de KG


O TEMPO E O AMOR

E quando as tempestades do amor romperem os muros da consciência, afastai o medo.
Diga: Deus fala comigo por meio da chuva!
Onde os vendavais sopram com fervor, persevera no amor.
Porque Ele há de chegar em forma de sol nos dias mais felizes.
Mas, assim como o tempo muda de humor, Ele chora seus temporais e derrama sua tez na Terra.

O amor troca de vestes, assim como o tempo.
Desnuda-se quando chega o verão, defende-se no inverno.
Mesmo que não arda como um fogo da paixão, o amor serenamente queima as nossas mãos.
Há uma chama perene que deita sobre os arbustos.
Os faquires nem percebem sua presença, mas os poetas ardem com a sua carne viva.

Eu já morri de amor algumas vezes pela vida.
E se eu não morresse não teria vivido.
Até hoje morro, mesmo morto, de amor e de amor vivo.
No entanto, percebo suas ondas como as pedras percebem o Oceano.
Não há caminho a seguir senão for pela trilha do amor.

Os mártires clamam por Ele.
Os amantes uivam sob a sua sombra.
Os poetas morrem, assim como eu.
O amor vive, assim como eu.
E todos nós morremos de amor!


Recebido espiritualmente sob as influência de KG
Maurício Santini

22.2.13


..Na verdade, somos uma só alma, tu e eu.
Nos mostramos e nos escondemos tu em mim, eu em ti.
Eis aqui o sentido profundo de minha relação contigo,
Porque não existe, entre tu e eu, nem eu, nem tu.
Rumi

O AMOR E A PAIXÃO, SEGUNDO UM MESTRE


O discípulo perguntou ao Mestre como uma pessoa pode sair do estado de paixão.
O Mestre respondeu:
- A paixão é uma ilusão. Ilusão é produzida pela mente. A mente costuma idealizar. A paixão não é real, é idealizadora. Seu objeto da paixão é aquilo que a sua mente julga como ideal. Ocorre que o ideal é imaginário e não é real. Ideal vem de ideia. Só o amor é real. Transforme o objeto da sua paixão em amor. O amor nada cobra, não sufoca, persevera e confere tempo. O amor é livre. A paixão é acorrentada.
A paixão é escravidão. O amor é libertador.

O discípulo insistiu: - mas como amar alguém que a gente se apaixona?

O Mestre prosseguiu: - Se o amor é livre você deve libertar o objeto da sua paixão. Liberte-o e assim ame-o. Todavia, para amá-lo você deve libertar o outro objeto de sua paixão, você mesmo! Ame-se. Amando a si próprio, você aprenderá a amar o outro. Você se obriga a se amar? Jamais! Você se ama. Faça assim com o outro. Simplesmente o ame, sem acorrentá-lo.

Mas, penso nela a todo instante... disse o aluno.

- A mente é uma prisão. O amor nasce do coração. A paixão é mental. Se você deseja transmutar a paixão em amor, saia da mente e entre no coração. Assim, você se liberta e liberta o outro. Só deste modo o amor se faz.

O discípulo entendeu, mas seguiu pensando...

21.2.13

Poema do Silêncio

A tua ligação em mim é algo que não se explica e sente.
Não há como traduzir o que o meu peito pressente.
Se os teus olhos choram, os meus também desaguam.
Se a tuas mãos se unem, as minhas sempre te afagam.
É no silêncio que eu te amo muito mais.

Tua canção soa em mim como uma voz de algodão.
Limpa meus sonhos e suaviza o meu coração.
Se a tua boca me fala, minha guerra se cala.
Se estás na minha porta, eu já te espero na sala.
É no silêncio que te amo ainda mais.

Fico no silêncio, agora, para te amar sempre e sempre mais...

O AMOR É O BACTERICIDA DA PAIXÃO

Há uma bactéria super resistente e que acomete grande parte da humanidade. Ela se chama Paixão, do latim Passio Onis, que significa dor, sofrimento. O tempo de duração varia de semanas a anos. A bactéria pode criar um mundo fantasioso e ilusório quando é correspondida. Mas, se não, destrói paulatinamente a saúde emocional, mental e física do hospedeiro. 

Trata-se de um obsessão compulsiva que causa medo, insegurança, depressão, tristeza e ansiedade. Não é saudável, mas é necessária para uma auto-avaliação. Na verdade é uma merda mesmo. Há pensamentos insistentes, pavores de perda, vontade de atrair a atenção a todo momento. Abomino! 

A boa notícia é que este estado passional termina e pode virar pó ou fogo brando. Se virar poeira ou fumaça, o objeto da paixão parecer ter acordado de um sufoco, de um pesadelo e, muitas vezes, se questiona por ter entrado nessa "loucura". O fogo brando é o amor, sereno e permanente, como uma pira no coração. Paixão pode se transformar em amor. Mas, também em nada. 

O importante é saber que a paixão, na maioria das vezes, é uma idealização e uma projeção. O amor é o bactericida da paixão. Amor próprio e amor pelo outro ser. Para verter a paixão em amor é preciso muita paciência, perseverança e cuidados extremos de oração e vigilância. Basta saber no que você quer transformar esta experiência passional? Se vai valer a pena. Se o objeto da dua paixão merecerá e corresponderá. Tempo ao tempo. "Conhecereis a Verdade e ela vos libertará", disse Jesus. Qual será a verdade? 

AMOR A GENTE RECEBE DE GRAÇA, SEM PEDIR. NÃO É ESMOLA QUE SE PEDE. AMOR É RIQUEZA QUE VEM GRÁTIS.

20.2.13

ARROCHA CHOCHO

Gente, eu também sei fazer arrocha!!! 


Amor, arrocha meu coração.
Atocha esta paixão.
A brocha na minha mão!
Amor, acocha meu violão.
Encocha meu cinturão.
A tocha na minha mão!
Amor, arrocha a coxa.
Amansa o trouxa.
Afrouxa a rocha!
Amor, faz roxo meu coração.
Me cura em moxabustão.
Me tira da vida chocha!

EM NADA, NEM NA CULTURA, PODEMOS SERVIR A DOIS SENHORES AO MESMO TEMPO


Há uma máxima bíblica que apregoa “não se pode servir a dois senhores ao mesmo tempo”. Ora, deixando os exageros de lado, fico preocupado imensamente pelo desserviço que os jovens têm prestado à nossa cultura.

Quem aprecia “ser jogada no fundo da Fiorino” não pode gostar de uma canção como Jeito de Mato, cujo apelo poético e lírico está bem além das mediocridades. Fora esta questão, as meninas que “balançam a bundinha” nos arrochas e nos funks cariocas estão sendo conviventes com os “fazedores” de barulhos (que eles chamam de composições). 

Se eu sou contra o racismo, eu jamais dançaria sob os efeitos de uma canção que cantarola: os pretos são burros, os amarelos são fracos, os brancos são imbecis, e por aí vai... Seria um contrassenso muito grande comprar DVDs, frequentar espetáculos e divulgar músicas que me xingam e que repudiam os meus semelhantes. Burrice mesmo.

Não vou nem discutir aqui os parcos recursos musicais, funks de uma nota só, rimas fáceis e pobres, apelos eróticos de vendagem, etc. Tecnicamente isso tudo é um lixo! No entanto, falo mais ainda sobre os aspectos macroculturais, sociais e espirituais. Tudo isso resulta numa influência nociva e que atua na mente frágil dos adolescentes e crianças que crescem achando que a mulher deve ser taxada e colocada sempre como mero objeto de prazer e dos desafogos sexuais, sem qualquer valor.

Quantos funks e arrochas vocês conhecem que rebaixam a mulher? Quantos falam como se fosse apenas uma bonequinha inflável que se joga no fundo de uma Fiorino?

Não dá. Fica na consciência de cada um, poder discernir o que é viável, o que é decente, o que é digno, o que é nefasto. Será que vale a pena estimular um ritmo mesmo que ele promova uma influência perniciosa aos mais jovens?

Não se pode servir a dois senhores ao mesmo tempo. Pensem nisso.


18.2.13

INQUISIÇÃO ARTÍSTICA


Irmãos, vejam que absurdo! Uma artista recebe inspiração do mundo espiritual! Bom saber! Todas as canções que nós amávamos, a partir de agora, não valem mais nada para nós!

Somos fanáticos! Promovemos sim uma verdadeira inquisição! Se a artista fosse da nossa religião... Assim, pedimos democraticamente para que os fiéis se afastem! Herege! Podemos escutar escondidos, mas Jesus vigia e sabe o que a gente está fazendo. Ele tem tempo pra isso! Ele nos condena à fogueira eterna, ao Geena!

De onde vem a inspiração artística? Do Alto? De espíritos? O que é o Espírito Santo? O Meu Jesus, que confusão é esta? Os compositores tiram de onde?

Ela se declarou espírita! E nós, democraticamente, rejeitamos esta opção.

O Brasil é um Estado laico e sem preconceitos, mas Jesus é mais!

Minha mãe não é um espírito, é um corpo oco que fala. Morreu, babau! Meu filho não é um espírito, é uma boca que fala, não tem ninguém dentro do seu corpo. E quando a gente morre, a gente fica vagando entre o céu e o inferno eterno! A gente vive como um planta no céu...

Fiéis, execrem os artistas que não são de Deus! Por que não há mais censura? Que saudade da Ditadura!

Mui respeitosamente e democraticamente pedimos aos irmãos que queimem as obras destes artistas.

Amém.

(O MUNDO NÃO MUDA MESMO... VEJAM ESTE LINK)
https://www.facebook.com/photo.php?v=374668765973857


15.2.13

CARTA AO SEU ADOLESCENTE INTERIOR

Meu adolescente querido!

Sei que você tem ânsia de viver, de resgatar a sua identidade, a sua felicidade, a sua feliz idade! Mas, você precisa se acalmar porque tudo está sob controle. E o que não está, estão nas mãos de Deus. E não há Pai Maior que o Criador! Tenha fé Nele! Tenha fé em mim!

Esse seu fogo inseguro, de querer resolver as coisas de supetão, só queimam o nosso filme, o seu inclusive. Deixe que eu tome conta da gente, as vezes você pode dirigir o nosso carro, ok? Você é um adolescente com luz própria, inteligência e maturidade. Você é belo! Quando você chegar a gente pode viajar, passear, sair, dançar, cantar, brincar... É assim. Mas, quando há relacionamentos pode deixar que eu tomo conta porque aprendi isso com o tempo.

Quando você se sentir rejeitado isso é uma fantasia da sua cabeça, as pessoas te amam, eu te amo. Assim, confia nesta verdade e vai dar uma volta para desanuviar a mente. Esfria a cabeça! Pode deixar que as coisas chegam com o tempo. Se não tiverem que chegar, relaxa, sóvai chegar o que é para a sua felicidade e para o seu crescimento, ok?

Eu vou te abraçar agora, dar um beijo em seu rosto.
Vamos caminhar juntos? Uma hora é você, outras sou eu.
Tá combinado!

14.2.13

O VELHO E O ADOLESCENTE


O velho, que habita dentro de mim antes da hora, diz em voz baixa: - você está velho, não há mais esperanças, não seja ridículo!

O adolescente é inseguro e fica me puxando para o ímpeto: - o que será que aconteceu? O que vai acontecer? Será que... Faça alguma coisa!

Eu, Maurício Eu mesmo, o maduro, o experiente, fica no meio de um embate entre um e outro. Peço para o velho se ausentar, peço para o adolescente se acalmar. Quero me pegar no colo. Quero fazer carinho a me mim mesmo.

Estou, neste momento, fora de mim, fora do meu eixo. Do Maurício mesmo, o original, o que não é adolescente, nem tampouco, velho.

Um encontro se passa dentro de mim. É sofrível e doloroso, mas necessário. Uma travessia, um aprendizado que me faz chorar. Mas, é preciso prosseguir...

8.2.13

RECADO DO ASTRAL SUPERIOR AOS CARNAVALESCOS

Não custa repetir à exaustão: todo carnaval recebe uma carga densa de energias pesadas.
Os caras lá do  B.A. (baixo astral) montam verdadeiras campanas de sequestro energéticos e projetos de obsessão.

Pule, dance, divirta-se, mas fique de olho em você mesma e nos que te rodeiam e te assediam. A densidade está maior ainda, este ano, por conta dos últimos acontecimentos de Santa Maria. A camada das diversões coletivas estão mais grosseiras.

O que sentir em um clima de desequilíbrio?

Obsessores estão à espreita para "intuir" seus corpos mental, emocional e físico para servirem -se de nutrientes. Vocês assim poderão ser seus "copos" vivos, suas "sedas" vivas e suas incorporações sexuais.

Um drinque a mais, um "tapinha" na bebida do outro, uma vontade sinistra de entrar na desmesura. Sexo sem medida e sem prevenção e com a pessoa que acaba de conhecer e nem sabe de onde vem... bebuns servindo de médiuns e dando sopa para o azar. Gente que bebe muito e pega a estrada, gente que fuma ou cheira demais e afronta os outros, enfim... são verdadeiras "iguarias" para a turba vampiresca.

Atentos!!!

Carnaval bom é sadio, alegre, sem novidades desagradáveis. Preserve-se!
E assim preservará os seus amados de notícias ruins.

7.2.13

POEMA DO TEMPO


Quero chorar nuvens.
E despencar chuvas deste meu encontro.
Depois das tempestades, vendavais sopram em meu peito as dores.
Eu chovo.
Lágrimas de granizo, pedras de tristeza.
Acumularam-se em meus dias tão nublados.
Mas, que vejo, da janela de mim mesmo, um sol acordado.
É tempo de mudar o tempo aqui dentro.
Convido tua brisa a dançar comigo.
Um amor em forma de vento.
Para assim confortar meus dias em teu rosto. Cair em tua boca.
Jazem as horas de seca, de tantas gotas que eu verti.
Agora, e a partir de agora, quero chorar nuvens.
E voltar para mim, no novo tempo.
Vem!

O PERFUME DE SER O QUE É

No mundo das malícias e das violações, a inocência e a pureza são os dois atributos que mais me encantam.

Quando vejo uma criança sem medo, um animal com olhos de candura, uma adolescente sonhando com um mundo melhor, um adulto chorando de amor, um idoso carregando seu neto no colo, isso me causa lágrimas confortáveis.

Meu coração se abre para a inocência e a pureza. Uma flor. Uma pedra bruta. Um bicho que andarilha. A gargalhada de um bebê. Isso toca o meu coração. Não é à toa que amo uma pessoa pura. Porque a pureza está dentro de mim, ela está intacta.

Peço humildemente a você que me lê: jamais viole a sua pureza! Pureza é essência e essência é o perfume da alma. Por favor, não corrompa seu espírito com leviandades! Não compre seu coração com futilidades!
Quero que você seja o que é, de dentro pra fora!

Assim eu te amo.

6.2.13

O NEGRO CARECA E A JAPONESA LOIRA

Durante uma semana, eu avistei um casal que me atraiu a atenção. Um negro careca e gordinho, aparentando uns 50 anos e uma japonesinha loira e magra, com uns 25. Entendi perfeitamente o recado.

Cada vez mais eu falo sobre a igualdade e a afinidade das diferenças. Não podemos ficar restritos aos padrões "normais" impostos pelas sociedades no decorrer de todo o século XX. O século XXI não comporta mais estes modelos.

Quando dois seres se encontram e falam de alma pra alma, não há diferenças. O preto alto e esguio com 20 anos pode casar com uma coreana de 50. Um protestante pode se atrair para uma espírita e assim nasce o bom senso de respeitar as escolhas.

Outro dia vi um cara de 2 metros de altura com uma menina de um metro e meio! Estavam felizes! Ele se curvava todo para beijá-la. É isso!

A gente tem que curvar para o amor!




5.2.13

DIÁLOGO COM A ALMA GÊMEA

Você já reconheceu um diálogo com a sua alma gêmea? Antes eu não cria, agora eu acredito. Posso dizer com toda a certeza que a alma gêmea é a quem mais se assemelha a você mesma, um coração que parece bater como o seu, no mesmo compasso. A conversa flui naturalmente de alma para alma, em outro nível, bem acima da sexualidade.

A voz parece sair de você. A leitura das palavras da sua alma gêmea lubrifica seus olhos. Parece que você escreveu para você mesma. São suas palavras aquelas! O relacionamento se estabelece num grau avançado. E é certo que pode materializar para o físico, mas o amor nasce nas veias do coração, não ao contrário. O sexo pode ser um parque de diversões e um instrumento para trazer outras vidas, filhos, e não uma obrigação de manter a relação. Mas, com as almas gêmeas não há necessidade urgente, não é o sexo que pauta o amor e sim, o amor que pauta o sexo.

O sucesso da alma gêmea é o seu. O fracasso também é. E você tem a vontade premente de colocar a sua alma gêmea no colo, dar-se colo.

A tristeza da alma gêmea é a sua lágrima. O sorriso dela vem da sua boca. E quando há perigo você pressente. Você sente de fato.

A distância não afeta tanto porque alma está sempre junto. As diferenças não se acentuam porque são muito mais iguais.

A alma gêmea é o amor que você tem por si mesmo no outro. Porque você sabe que os dois nasceram da mesma célula do Universo. No útero do Amor.

4.2.13

FÃS QUE SE PROJETAM E AMAM UM PAPEL

O artista é um médium de uma arte que não lhe pertence.
A manifestação artística vem do Universo. Ele é apenas um instrumento intermediário de algo bem maior que ele.

Um fã que perde as estribeiras de si mesmo e vai para o campo pessoal do artista, não ama a arte e sim, projeta-se patologicamente no artista. Um fã é capaz de matar seu cantor preferido porque ele simplesmente não é atendido ou porque não consegue ser como o ídolo. Exemplo disso foi o assassinato de John Lennon por um fã patológico.

Todo fã que extrapola a admiração artística deveria fazer uma psicoterapia no sentido de acalmar seu ego, sua própria egolatria, e encher-se de auto-estima, naquilo que é capaz de ser e fazer. A maioria dos fãs projeta suas frustrações no artista e deseja sê-lo. Sonham em ser o artista notadamente pelo ego! Isso acontece demais na adolescência, quando a gente quer saber quem somos e o que podemos fazer. Mas, a obsessão deve verter em bom senso quando você  não enxerga a diferença entre um artista e o que ele é pessoalmente, na vida real.

Somos sujeitos às intempéries do tempo, aos bons e maus humores, aos acertos e enganos, às mentiras e às verdades. O artista não é melhor que você porque apenas escolheu ser artista e se destaca de alguma forma. Ele escolheu isso para ele. Mas, você pode escolher ser engenheiro, enfermeira, vendedor, esteticista e ser tão bom quanto. Seja o melhor no que escolher e se destaque por seu mérito, e não projete-se nos outros!!!

Vejo uma infinidade de meninas e adolescentes tristes porque não conseguem um contato mais direto com os seus artistas preferidos. Assim, se decepcionam. Confundem o ser humano com a arte, com a obra.

Desilusão à vista! A pessoa não é o artista, o artista é um papel. E o fã quer ser íntimo e amigo de um papel, e não da pessoa em si.

Pensem bem nisso.

Sejam fãs de vocês mesmas! Entrem em contato com vocês mesmas! E amem a obra do artista porque assim amarão o Universo!






Morto de Saudade

Morto de Saudade

Não é qualquer coração que suporta ser espremido entre as veias
Nem tampouco as aranhas são engolidas pelas próprias teias
Bato no peito e sangro sem medo de sentir dor
Menstruo sobre a cupidez ignorante do amor
O tempo passa e as horas consomem esperanças
Mastigo meu ódio com o tempero das lembranças
Sobra-te este feto, a chorar pelo teu infame peito.
E o leite derramado que manchava nosso leito.
Desfeito pela tua gentil e doce maldade.
Fruto imaturo da tua mais tenra idade.
Resta-me um naco do teu corpo leiloado.
Resta-te o amor e um poema tão quebrado.
Mas, vem logo antes que eu acorde e seja tarde.
Quem ama sempre deve fazer seu alarde.
Recolhe os pedaços do meu peito esquartejado.
Já me mataste mesmo com a tua crueldade.
Ressuscita então este enfermo e morto de saudade!

Sob influência de Augusto dos Anjos

CORAÇÃO E MENTE, O AMOR EM CONFLITO


K (Krishnamurti) disse que o pensamento aniquila o amor. A mente é o maior empecilho do coração. A mente é mentirosa e sempre joga lama na verdade do coração. Abra a boca do coração e diga a verdade, por mais que ela doa. O coração é a boca da alma! 

O pensamento é a porta da entrada de um hall de variedades: coisas, pessoas, passados, futuros, preocupações e, principalmente,  medo. Se a gente não pensar, a gente não tem medo. Sim, mas e os animais? Eles têm sentido de preservação impulsionado pelo medo. Mas, este surge do pensamento, mesmo que seja animal...

Se eu amo alguém, e pensar nesta pessoa com exaustão, um turbilhão de ideias, mentiras, receios, ansiedades invadirá o meu bem estar. Quem está falando no momento? O amor? O amor só fala quando a mente repousa. 

E o que importa mais? 

Meu amor e meu coração é muito mais importante que meu pensamento. 

Leiam esta a canção Conflito do Petrúcio Maio e o Clodô, executada pelo Fagner. 

Conflito
Ah, meu coração que não entende
O compasso do meu pensamento
E o pensamento se protege

E o coração se entrega inteiro e sem razão
Se o pensamento foge dela o coração a busca aflito
E o corpo todo sai tremendo, 
massacrado e ferido no conflito

Link: http://www.vagalume.com.br/fagner/conflito.html#ixzz2JwEQUPIj


1.2.13

DILMA, OS EXAGEROS E SANTA MARIA

Na última semana, uma verdadeira avalanche de sandices têm se avolumado nas redes sociais com relação à tragédia de Santa Maria.

Há quem diga que gente de partes do Brasil está viajando rumo à cidade numa espécie de turismo fúnebre.

Uns mais espiritualistas e reencarnatórios delegaram este episódio triste ao processo kármico - as vítimas seriam alguns soldados alemães (por conta do sobrenome de algumas vítimas) que asfixiaram os judeus nas câmaras de gás durante a Segunda Guerra Mundial...

Outros, culparam os jovens por frequentarem as "baladas".

A nova moda agora é uma carta à presidente Dilma pedindo que ela "engula" o seu choro...

Meu Deus!!! Vamos pensar um pouco apenas??? Eu ajudo, pode deixar.

Sobre o aspecto do karma (ação) e reação. A Providência Divina, Os Senhores do Karma, Os Engenheiros do Astral, ou seja lá a nomenclatura que queremos dar, em hipótese alguma, juntaria os envolvidos pelas carnificinas do III Reich em uma boite do sul do Brasil para sufocá-los com fumaça! Isso não funciona deste jeito. Não descarto a hipótese que uma ou outra pessoa possa ter processos kármicos ligados às guerras. Todas as nossas atitudes, pensamentos e sentimentos ficam registrados numa espécie de arquivo pessoal e planetário, gravado na nossa aura, e são engatilhados no momento certo. As próprias pessoas com resgates kármicos, e todos nós temos, desejam crestá-los, queimá-los para se livrarem deles. Ou você prefere viver com fardos pesados por todas as tuas existências? É por isso que existe a reencarnação e a possibilidade de resgatar os erros passados e acertar com o presente. Acertar significa fazer o bem para si e para as outras pessoas.

Do ponto de vista espiritual, o mais importante neste momento é orar aos que foram para o outro lado, aos que ficaram e passaram por este trauma, aos familiares, aos amigos e aos espíritos que estavam no local. Isso sim é altivo e relevante. Só isso! Porque o Plano Astral não dá ponto sem nó. O Astral já sabia da tragédia bem antes de materializar-se... Isso é fato!

Não podemos controlar o Universo! Não há como evitar desencarnes! Quando chega a hora, o trem apita, não tem jeito, não temos controle sobre isso! Não temos controle nem sobre nós mesmos... Não adianta culpar os outros pela morte de alguém, mas temos que responsabilizá-los pelo que deixaram de fazer ou fizeram mal feito.

Jovens gostam de "baladas", nem todos, mas a maioria sim. Eu, por exemplo, gostei até os meus 17 anos. Depois a gente amadurece e deseja outras coisas mais significativas, com mais conteúdo. É certo que os ambientes destes locais sugerem atmosferas mais pesadas. São sombrias, escuras, muita droga consumida nos banheiros, álcool desmedido, sexismo exagerado, e uma infinidade de espíritos "vampiros" à cata de energias mais densas. Se os jovens pudessem ver o que os clarividentes enxergam nestes ambientes, eles evitariam estes lugares... Entidades muito grosseiras que grudam no campo energético como chicletes e começam a intuir aos adolescentes para as mais diversas bobagens, no afã de torná-los vulneráveis para a sugação. Quantas vezes eu cheguei de bares e baladas e tinha alguém grudado comigo em casa... Acontece direto! Mas, não há como evitar a alegria destes jovens. No entanto, todo cuidado é muito pouco. E a responsabilidade agora redobra depois deste acontecimento trágico: somente ir em lugares mais arejados, seguros, sem shows de pirotecnia, não entrar na onda de pensamentos nefastos, observar as companhias (deste e do outro lado), evitar aglomerações, e muito, mas muito cuidado mesmo com quem se envolve...

Quanto à carta pedindo para a Dilma engolir o choro... Trata-se de um absurdo de quem desconhece as esferas de poder. Se ela não voltasse do Chile, se ela não chorasse, se ela não se manifestasse, diriam que a presidente seria fria, calculista e sem qualquer respeito com à dor alheia.

Não podemos fazer desta tragédia uma plataforma política! Isso é um acinte!

Deixem que as autoridades judiciárias e executivas, além da polícia, apurem os fatos. O que sabemos é que a casa teria apenas um porta de emergência, que o alvará de segurança teria vencido, que a banda soltou fogos de artifícios... Ora, os responsáveis são os donos, os funcionários que não deixaram os jovens saírem a tempo porque não foram treinados para atuar em emergências, a banda que soltou aqueles fogos, a Prefeitura e os poderes competentes locais que não interditaram, já que a boite estava ilegal... Aproveitar a tragédia como plataforma política contra a presidente Dilma é o fim da picada! Os municípios e estados têm autonomia e podem e devem decidir, fiscalizar, interditar... Como a autoridade máxima do Poder Federal pode estar onipresente em todos os lugares do Brasil? Por isso existe a autonomia.

Os donos da Kiss estão presos, os integrantes da banda, também. E creio que mais gente será indiciada por crime culposo ou até doloso... Deixem isso para lá! Isso se resolve!

O momento agora é vibrar positivamente aos moços e moças que estão do outro lado com toda a assistência, aos familiares que estão arrasados emocionalmente, aos namorados, noivos e maridos que ficaram viúvos, e aos espíritos que sofreram... Mais nada importa, apenas isso.

Vamos ser justos com o Universo. Não existe nada que Deus não saiba!
Precisamos agora de amor, compaixão, fé e esperança.




Dos religiosos que se omitem

É notável que alguns grandes líderes religiosos e espiritualistas, muitos não tão grandes assim, têm mantido uma postura neutra diante do mo...