29.9.11

AS PÉROLAS DOS NOSSOS PROBLEMAS (RECEBIDO ESPIRITUALMENTE)

O que as ostras chamam de doença nós chamamos de pérolas.
Os agentes intrusos ou qualquer areia que entra na concha, é encarada pela ostra como algum ruim.
Desta maneira, ela envolve o problema com invólucros, roupas, que aos olhos humanos enxergamos como riqueza.
É desta maneira que devemos encarar os nossos desafios.
E assim, nos defender deles com o melhor que podemos ofertar.
E transformá-los em riquezas inestimáveis, assim como são as pérolas.
Somente assim poderemos ter e dar valor à vida.

(Recebido espiritualmente neste momento, 14 h, dia 29/10/2011).

Vou chamá-lo de Irmão Y

28.9.11

O QUE OS ÁCIDOS, AS DROGAS, O ÁLCOOL E O TABACO FAZEM POR VOCÊ

Tire as suas conclusões. Eu fiquei abismado quando vi a diferença. É certo que o tempo faz estragos consideráveis com a maioria das pessoas, principalmente os que não se cuidam. Mas, a ingestão demasiada de drogas pesadas, álcool e fumo deteriora e nos torna uma espécie de máscara monstruosa.

A chamada Dama de Branco de Ipanema, e que foi mulher do compositor Marcos Vale e cantora da banda do "estadunidense" Sérgio Mendes, além de filha de radialista, Ana Maria de Carvalho, é tema de filme do cineasta Chico Canindé, Anamaria - A Mulher de Branco de Ipanema.

http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/cinema/veja-trecho-exclusivo-de-anamaria-a-mulher-de-branco-de-ipanema/n1597246274117.html

Quando fui pesquisar o que era a musa de branco antes e o que é agora fiquei em estado de choque. Não que dê muita vazão ao físico, mas neste caso, a deterioração é impressionante. Fica assim a lição.

GRANDE PARTE DO QUE VOCÊ LÊ NÃO PRESTA...

Se houvesse um imposto para cada bobagem publicada na internet, o planeta estava devendo as cuecas pro Universo. Nunca vi tanta besteira e tanta falta de maioridade como nestes tempos atuais. O coeficiente das porcarias têm aumentado gradativamente nas revistas, nos sites, nos portais, nas redes sociais. E não são apenas piadas, são brincadeiras de gosto duvidoso, enquetes babacas, matérias sem conteúdo algum, curiosidades infâmes, fotos infelizes, gráficos pesarosos, ilustrações idiotas, e uma série de titicas virtuais que nos invadem diariamente.

A comunicação massificante e maçante, facilitada pela conexão rápida em banda larga, mostra, cada vez mais, a nossa infantilidade espúria, a nossa imaturidade anímica, o nosso coração poluido e poluente. Se os meus olhos fossem gravar tudo que enxergo de cretinices, eu prefiriria colocar os óculos escuros da omissão e deixar com que o mundo se exploda na própria ignorância. Mas, como creio que cheguei aqui também para tentar modificar a mediocridade, não custa criticar as imbecilidades publicadas da raça humana.

27.9.11

Filho de Todos os Santos

Sou simpatizante das religiões africanas que foram trazidas ao Brasil pelos escravos. Gosto da Umbanda, que muitos defendem que é oriunda daqui mesmo e do Candomblé e suas nações. Admiro as tradições, as vestes, as características de cada orixá. No entanto, vejo muitos sacerdotes de ambas religiões desconhecendo o que cada uma delas professa. Falta estudo, conhecimento. E também percebo que muitas fontes divergem em relação às informações.

Ontem, ao pesquisar o site da casa de candomblé Axé Ilê Obá, situada em São Paulo, pude notar um panteão de deuses bem maior que a maioria. Fiquei sabendo, por exemplo, que Ossaim é orixá das plantas, das ervas. É curioso como a esmagadora maioria dos praticantes de religiões africanas nem citam Ossaim.

Outro exemplo é Exú, que no candomblé é orixá guardião e intermediário entre os homens e os deuses. Na Umbanda, os exús não são tratados desta maneira e são espíritos que buscam barganhar para ganhar "luz".

As nomenclaturas são divergentes, as cores, as roupas e até os atributos. Até agora eu não sei se eu sou filho de Oxalá velho (Oxalufan) ou do novo (Oxaguian), ou se sou filho de Obaluaê (que para alguns é diferente de Omulu), se sou de Xangô ou Ogun. Na verdade, eu sou filho de todos porque todos são emanações da natureza. Mas, também há quem defenda que eles realmente nasceram e viveram por aqui, entre os homens, como foi no Egito com Ísis, Osíris e Hórus.

Confusões à parte, bom mesmo é ouvir os cânticos mantrânicos, os batuques, aos afoxés, os pontos. Apreciar a beleza das danças. Atentar para as diversas linguagens e maneiras de expressão de cada santo. Só não admito a prática da matança de animais. Não creio que as divindades e os orixás precisam deste plasma sanguíneo para nada. Portanto, onde tiver esta prática, eu rechaço e julgo como nefasta e improcedente.

Saravá!


23.9.11

COM AÇÚCAR, COM AFETO E CALORIAS. ADOÇANTE NÃO ENGORDA, CARÊNCIA SIM.

Eu não costumo escrever artigos, poemas, textos sobre estudos científicos, no entanto esse tema é muito interessante: o uso dos adoçantes em substituição ao poder dulçor do açúcar.

Para quem deseja adoçar e tornar mais palatável uma bebida ou mesmo algo sólido e não quer ganhar as calorias da sacarose (açúcar branco refinado) deve adoçar com edulcorantes, isto é, adoçantes como sacarina, aspartame, sucralose, estévia, entre outros. Eu particularmente gosto mais do aspartame ou sucralose por terem menos sabor residual, mas são mais caros. 

Mas, gostos à parte, uma das informações mais interessantes que coletei durante um congresso de nutrologia em São Paulo, é que o adoçante não produz "serotonina", isto é, o hormônio que o cérebro fabrica para conferir uma sensação de conforto e prazer. Na visão do médico, basta 1 grama de açúcar e a serotonina é fabricada. Com os adoçantes isso não ocorre. Ora, se então acontece isso, o que engorda mesmo é a carência afetiva.

Lembro-me da canção do Chico Buarque, "Com Açúcar, com afeto", que relata que a mulher fez o doce predileto de marido para ele parar em casa.

O que buscamos é o prazer! E o afeto é um dos maiores prazeres da vida, senão o maior. Você pode transar tresloucadamente com uma garota, mas não garimpar nenhuma gota de carinho. Trocou o óleo, mas não trocou afeição. O prazer é instântâneo, mas não fica. Afeto permanece no corpo e na alma.

O que eu quero dizer é que as pessoas estão engordando porque estão magras de amor e afeição.

Lá vamos nós os solitários (e eu incluo aqui até os que têm parceiros..) buscar o afeto. Como não temos este afeto que nos nutre, projetamos isso na comida, no açúcar, nas calorias que nos conferem o hormônio do prazer, a serotonina. Os que não querem engordar, preferem os adoçantes. Mas, como os adoçantes não saciam os desejos de carinho, prazer e afeição, as pessoas desistem e sorvem aquele naco enorme de pudim, de bolo com bastante creme, de sorvetes com coberturas... E depois culpam os adoçantes que não resolvem...

O problema então está na carência afetiva que é substituída pelos alimentos. É como aquela piada. O magro chega na geladeira, como não tem nada, vai pra cama. O gordo vai pra cama, como não tem nada, vai pra geladeira.

Brincadeiras à parte, acho que o que mais falta no mundo mesmo é o amor e o afeto. Isso sim nos alimenta.

Quando as pessoas romperem suas infinitas defesas e medos das relações e se amarem pra valer, não precisarão de tanto açúcar, de tantos doces, de tantas bebidas e comidas prazeirosas.

O amor, o afeto, a ternura são os melhores nutrientes. Além de tudo, emagrecem.

20.9.11

O ESTADO DE ANANDA E DE AFILAANDA

Se você está gostando de alguém nestes incríveis anos 2000, então é melhor se preparar para ser breve. Agora, toda e qualquer relação tem a velocidade da internet banda larga 10 mega.

Como na Índia, o estado de bem-aventurança é chamado de ANANDA (em sânscrito), eu apelidei este estado inconstante e fugidio de busca de não sei o quê e que ninguém está feliz nunca e troca o tempo todo de AFILAANDA.

Se você está feliz com a sua casa, você quer mudar o tempo todo? A insatisfação perene, eterna, algo que você acha que é a sua salvação permanente... E você muda o tempo todo porque busca incessantemente fora de você o quê simplesmente não existe. Este estado histérico cada vez mais se acentua com o tempo, principalmente nas mulheres.

Pedrinho estava afim de Joana, mas ela estava namorando há 6 meses. Joana ficou com o Pedrinho numa festa à fantasia. Mas, Joana, apesar de ter chifrado o namorado, dizia que gostava dele... Pedrinho gostou de Joana, mas como ela estava namorando, desencanou. Oito meses depois, Joana desmanchou o namoro para ficar com Robson. Pedrinho viu isso no facebook e ficou possesso. Desencanou de novo. Sete meses depois, Joana desmanchou com Robson e procurou o Pedrinho, mas este já estava com a Patrícia. Então, Joana ficou com Alexandre e estão namorando faz 2 meses...

Essa rodinha acontece o tempo todo nos dias de hoje. Reparem que a tal Joana, em menos de 2 anos namorou 3 caras, fora os ficantes. Essa é a postura de AFILAANDA. Uma coleção de homens, e até mulheres, que as pessoas, sejam adolescentes, adultos e até maduros, se prestam hoje em dia como se fosse um álbum de figurinhas. E vão colecionando, colecionando...

Enquanto isso, a solidão assola a humanidade....

19.9.11

Outubro de 1967 e a Coleção de Gênios

Nunca tivemos uma noite tão memorável no cancioneiro popular do Brasil como naquele Festival da Record de 1967. Ao assitir ao documentário sobre aquela noite reforçei ainda mais a minha ideia de que não existe nada igual hoje na orbe musical brasileira. Será que haverá? Dá uma vergonha quando deparamos com gente tão ruim hoje em dia...

Ivete Sangalo? Claudia Leite? Revelação? Luan Santana? Victor e Léo?

Entre os gritos ensandecidos da platéia, e entre as baforadas de cigarro do repórter Randal Juliano, artistas como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Edu Lobo, Roberto Carlos, Chico Buarque, MPB4, Os Mutantes, entre outros, passeavam soltos pelo palco como se fosse uma coleção de gênios. E o mais incrível disso tudo era a idade deles - quase todos que eu citei aqui tinham menos que 25 anos!!!!!!!!!!!!!!!

Vou desafiar qualquer ser vivo e desencarnado a me dizer um só nome da Música Popular Brasileira de hoje, com menos de 40 anos, e que tenha 50% da competência de um destes aqui de cima... Quem se arrisca?

Por favor, avaliem a lista abaixo e notem o calhamaço de compositores e composições que disputavam as primeiras colocações... Algo se assemelha a isso?

1º Lugar: Ponteio (Edu Lobo e Capinam) - Intérpretes: Edu Lobo, Marília Medalha e Quarteto Novo
2º Lugar: Domingo no Parque (Gilberto Gil) - Intérpretes: Gilberto Gil e Os Mutantes
3º Lugar: Roda Viva (Chico Buarque) - Intérpretes: Chico Buarque e MPB-4
4º Lugar: Alegria, Alegria (Caetano Veloso) - Intérpretes: Caetano Veloso e Beat Boys
5° Lugar: Maria, Carnaval e Cinzas (Luiz Carlos Paraná) - Intérpretes: Roberto Carlos
Melhor Intérprete: Elis Regina - O Cantador (Dori Caymmi e Nelson Motta)

Aquela noite de outubro de 1967 foi a maior noite da música brasileira de todos os tempos. É como reunir num mesmo time: Pelé, Rivellino, Zico e Ronaldo, com recheios de Tostão, Gerson e Romário.
Não dá pra comparar. Fica aqui registro e o lamento.
http://www.youtube.com/watch?v=GWPmnVjIC5E

16.9.11

A VINGANÇA DA MISÉRIA

Ontem, ao assistir a mais um documentário sobre os ataques de 11 de setembro pude perceber algo que já havia esquecido. O teor patriótico pós-ataque. Ao invés de lamentar e chorar pelos seus mortos, os estadunidenses intensificavam seus sentimentos de vingança e tremulavam suas bandeiras da agonia. Nos escombros, um guitarrista imitava o solo genial de Jimi Hendrix, durante o Festival de Woodstock, quando o músico tocou o hino dos EUA entrecortado por bombas, manifesto contrário à Guerra do Vienã.

Lógico que não sou estadunidense. mas sou terráquio e, para mim, aqueles ataques foram um ato infâme e funesto. Não gosto de como os EUA se conduzem (iam?) frente ao mundo, mas também não posso achar normal estas manifestações espúrias e odiosas. 

Todavia, é no mínimo desconcertante ver bandeiras e bandeirolas sendo hasteadas e empunhadas como sentimento de nacionalismo estúpido. O inverso também ocorre quando o mundo árabe "conquista" alguma morte inimiga. Vale lembrar que é este mesmo sentimento nacionalista extremado que provoca os atos terroristas.

Passaram-se 10 anos, e os EUA se vingaram do mundo árabe com duas guerras, invasões, mortes de líderes. Mas, com o dobro de baixas do seu próprio exército e uma recessão que os levou à maior crise da sua história depois do fatídico "crash".

Quem pagou o pato foi a população estadunidense.

Mas, que vingança é essa que bate no peito e leva o povo à miséria?

Casamento por Gibran Khalil Gibran

Então Almitra falou novamente e disse,
E quanto ao casamento, Mestre?
E ele repondeu, dizendo:
Nascestes juntos, e juntos ficareis para sempre.
Estareis juntos quando as asas brancas da morte acabarem com os vossos
dias.
Ah, estareis juntos mesmo na memória silenciosa de Deus.
Mas que haja espaços na vossa união e que os ventos celestiais possam
dançar entre vós.
Amai-vos um ao outro, mas não façais do amor uma prisão;
Deixai antes que seja um mar ondulante entre as margens das vossas almas.
Enchei a taça um do outro mas não bebais de uma só taça.
Parti o vosso pão ao meio mas não comais do mesmo pão.
Cantai e dançai juntos, mas deixai que cada um de vós fique sozinho.
Como as cordas de uma lira estão sozinhas embora vibrem ao som da mesma
música.
Entregai os vossos corações mas não ao cuidado um do outro.
Pois só a mão da Vida pode conter os vossos corações.
E ficai juntos mas não demasiado juntos:
Pois os pilares do templo estão afastados, e o carvalho e o cipreste não
crescem à sombra um do outro.
(do livro O Profeta)

15.9.11

SHIVA E A TEIMOSIA

O que eu mais vejo nas relações são as dependências. Emocional, financeira, profissional, sexual, psíquica, entre outras. Amor não é tão necessário. Amizade, nem tanto. Basta ter um nó que os prende e a coisa fica amarrada. E quando quebra, vai lá e remendam pra ver se dá certo. Disfarçam, fingem que está bem e caminham na teimosia. Até que o tempo passa e traz o arrependimento. As pessoas são condicionadas a ficar na mesmice por questões de baixa autoestima, medo, preguiça, receio de crescer, caminhar com os próprios pés.

As pessoas têm medo de Shiva, o aspecto de Deus que a tudo transforma.
Mas, há coisas na vida que, se não mudadas com naturalidade e sabedoria, vão na porrada mesmo!

É Shiva que rasga o peito dos teimosos com o seu tridente.  A dor é um pouquinha mais profunda, mas humanos adoram doer.

14.9.11

Fechemos pois a boca e conversemos através da alma - RUMI

Quando leio Rumi, eu chego a ler minha alma.
Salve os poetas orientais que trazem DEus nos versos!

 
 
Poemas MísticosJalal al-Din Husain Rumi

Vêm
Te direi em segredo
aonde leva esta dança
Vê como as partículas do ar
E os grãos de areia do deserto
Giram desnorteadas.

Cada átomo
Feliz ou Miserável,
Gira apaixonado
Em torno do sol.

Ninguém fala para si mesmo em voz alta
Já que todos somos um,
falemos desse outro modo.

Os pés e as mãos conhecem o desejo da alma
Fechemos pois a boca e conversemos através da alma
Só a alma conhece o destino de tudo, passo a passo

Vem, se te interessas, posso mostrar-te.
Desde que chegaste ao mundo do ser,
uma escada foi posta diante de ti, para que escapasses.

Primeiro, foste mineral,
depois, te tornaste planta,
e mais tarde, animal.
Como pode ser segredo para ti?

Finalmente, foste feito homem,
com conhecimento, razão e fé
Contempla teu corpo - um punhado de pó

Vê quão perfeito se tornou!
Quando tiverdes cumprido tua jornada
decerto hás de regressar como anjo,
depois disso, terás terminado de vez com a terra,
e tua estação há de ser o céu.
Não durmas,
senta com teus pares.

A escuridão oculta a água da vida,
Não te apresses, vasculha o escuro.
Os viajantes noturnos estão plenos de luz
Não te afastes pois da companhia de teus pares.

Faltam-te pés para viajar?
Viaja dentro de ti mesmo,
e reflete, como a mina de rubis,
os raios de sol para fora de ti.

A viagem conduzirá o teu ser,
transmutará teu pó em ouro puro.

Sofreste em excesso
por tua ignorância,
carregaste teus trapos
para um lado e para outro,
agora fica aqui.

Na verdade, somos uma só alma, tu e eu.
Nos mostramos e nos escondemos tu em mim, eu em ti
Eis aqui o sentido profundo da minha relação contigo,
Porque não existe, entre tu e eu, nem eu, nem tu.

Oh dia, levanta! Os átomos dançam
As almas loucas de extase dançam,
A abóbada celeste, porcausa deste Ser dança
Ao ouvido te direi aonde leva sua dança.

Ontem à noite, confidencialmente, eu disse a um velho sábio:
_ Não me esconda nada dos segredos do mundo!
Muito docemente, ele me disse ao ouvido:
- Chut! Podemos compreender, mas não exprimir!

Quero fugir a cem léguas da razão,
Quero da presença do bem e do mal me liberar,
Detrás do véu existe tanta beleza: lá está meu ser,
Quero me enamorar de mim mesmo, ó vós que não sabeis!

Eu soube enfim que o amor está ligado a mim.
E eu agarro esta cabeleira de mil tranças
Embora ontem à noite eu estivesse bêbado da taça,
Hoje, eu sou tal, que a taça se embebeda de mim.

Ele chegou... Chegou aquele que nunca partiu...
Esta água nunca faltou a este riacho
Ela é a substância do almíscar e nós seu perfume,
Alguma vez se viu o almíscar separado do seu cheiro?

Se busco meu coração, o encontro em teu quintal,
Se busco minha alma, não a vejo a não ser nos cachos de teu cabelo.
Se bebo água, quando estou sedento
Vejo na água o reflexo do teu rosto.

Sou medido... ao medir teu amor
Sou levado... ao levar teu amor
Não posso comer de dia nem dormir de noite
Para ser teu amigo
Tornei-me meu próprio inimigo.

Teu amor me tirou de mim,
De ti, preciso de ti
Noite e dia, eu queimo por ti
De ti, preciso de ti.

Não posso dormir quando estou contigo
por causa do teu amor
Não posso dormir quanto estou sem ti
por causa de meu pranto e gemidos.
Passo as duas noites acordado
mas, que diferença entre uma e outra!

Não temos nada além do amor
Não temos antes, princípio nem fim
A alma grita e geme dentro de nós:
- Louco é assim o amor
Colhe-me, colhe-me, colhe-me...

UM TIME DE FOMINHAS NÃO VAI PRA FRENTE

Não esperar nunca nada de ninguém é muito triste. De quem devemos esperar? Dos peixes, dos animais bovinos, dos insetos? Não devemos esperar. É fato. Mas, é péssimo. Acho que não devemos alimentar expectativas falsas. O bom vem de graça. Não preciso fazer nada, eu sei. Gosto de ajudar, de me mostrar interessado e útil, mas sempre fazer tudo para quem nunca me faz nada...Acho que mudo a cada instante.

Acho que deve ser assim: passo a bola, faço lançamentos, deixo na cara do gol, mas se a pessoa não retribui um passe, uma jogada, eu começo a esquecer que ela está jogando e parto para o ataque sozinho.

Vamos ganhar o jogo deste jeito?
Nessa porra de vida somos um time.
E um time de fominhas não vai pra frente.

13.9.11

Miss Universo tem que ter a alma compatível com o corpo

Não foi tão somente a beleza negra de Leila Lopes que venceu o concurso de Miss Universo 2011. O que mais me chamou a atenção da moça foi a sua simplicidade. O seu sorriso simpático cativou a todos, mas o seu jeito simples e matreiro me encantou. Vem de Angola. Não acho que seria assim se viesse da França ou dos Estados Unidos, com todo o respeito.

Esta história de julgar a beleza dos outros não me apraz. Cada um tem um gosto, um conceito sobre beleza. Por exemplo, a segunda colocada era apenas bonita, e mais nada. Não tinha o menor tempero. A chinesa era técnica porque era modelo profissional. A brasileira contava com o apoio da torcida. Ademais, não acho que alguém deve vencer porque é a mais bonita ou elegante. Não há a mulher ou o homem mais belo do mundo. E ainda há gente esteticamente perfeita, mas com alma infeliz e feia. Além disso, a beleza física não é nenhum predicado, virtude, e sim, um mecanismo cármico que o Universo nos dá para testar o nosso egoísmo.

Mas, Leila de Angola mostrou-se simples. Intimidou-se quando ficou entre as duas mais belas. E na hora de falar foi espontânea. Isso é o que vale. Agora terá que representar a beleza com a alma. E já se mostra preocupada com relação aos portadores do HIV.
A Miss Universo deve parafrasear atitudes de mulheres como a Angelina Jolie para fazer valer o título de mulher bonita...

12.9.11

A ALMA IMORTAL E A BELEZA EFÊMERA

A morte prematura do ator australiano Andy Whitfield, da série Spartacus, me remete ao caráter efêmero de todas as coisas. Whitfield tinha apenas 39 anos, era belo e estava no auge de sua carreira. Mas, um câncer, ainda menos agressivo do que o de Reynaldo Gianecchini, carregou o artista para o astral. E não há nada de anormal nisso, este processo é tão natural como a vida. No entanto, não deixa de ser triste...

E qual o nosso aprendizado diante disso? Não seria "valorizar cada momento da nossa vida como se fosse o último"? Não há muito tempo para reclamar tanto (justo eu que reclamo o tempo todo...) O fato é que a gente nunca sabe quando será a última vez...

A beleza estética é passageira. Apesar de ser hipervalorizada pelos olhos do mundo, a capa protetora da alma deteriora ou simplesmente é pulverizada pelo tempo. O belo material é transitório e isso grande parte das pessoas precisa entender mesmo!!! Muita gente se vale ou se deixa induzir pela beleza e pela sedução. Todavia, e quando esse maravilhoso sentido estético se esvai, para onde se dirige o nosso valor? Até quando vai a fama e a força de uma Gisele Bundchen?

Quando a alma e o coração destoam, o físico pode perecer, mas somos eternizados pelas nossas ideias e ideais. O resto, tudo é tão efêmero....

9.9.11

Como conquistar algo que não entendemos?

Como saber a hora de invadir as terras e conquistá-las? Segundo a história da humanidade, o general romano Júlio César foi um dos maiores estrategistas que se teve conhecimento - foi pelas artimanhas de guerra que ele chegou a ser Imperador de Roma. Certamente foi o homem mais poderoso da Terra em seu tempo, mas foi traído pelos próprios parentes e amigos. Ele não previu que os piores inimigos estavam mais perto dele que ele imaginava....

Não é fácil lidar com sentimentos. Confesso que, as vezes, eu não sei como agir diante de alguma situação ou pessoa. Se afrouxo muito, o negócio escapa, se aperto machuco. Fico receoso de atacar em hora errada e recolher as armas quando não era preciso.

Sabe o que eu mais acho confortável e belo? Poder ser eu mesmo e não jogar, não usar estratagemas. Ser o mais natural possível sem me preocupar se estou avançando ou recuando demais. Isso é um saco! Mas, não adianta, as relações humanas são assim mesmo, você também deve usar armadilhas, estratégias, esquemas para conseguir seus objetivos.

Mas, ficamos naquele impasse: será que dá pé? Será que posso? Será que devo? Será que será que será que será?  Não seria mais fácil já dizer o que quero logo de cara e a pessoa responder objetivamente? Mas, mulher é um ser lunático...ou melhor, de lua, com fases e melindres. Gostam de atitudes e quando a gente tem atitudes elas dizem: ah, mas você deveria ter tido a sensibilidade de saber decifrar o momento.... ou Você foi muito pesado... ou.. Você foi leve demais...

Se elas não se entendem, como eu posso entendê-las????

Sabe de uma coisa, vou ser eu mesmo que eu ganho mais...

8.9.11

AS SETAS DA IDA E DA VOLTA

Não, eu não desejo fazer tudo pelo outro. Se eu fizer tudo pelo outro não sobra espaço para fazer por mim. Qualquer relação é uma via de mão dupla. Se temos apenas uma via, chega uma hora que queremos andar na contramão...

Tenho que fazer pelo outro, sim. Mas, tenho que fazer primeiro por mim e para mim. Quando não há relação, você pode prestar caridade e não esperar o retorno. Mensalmente eu faço doações para algumas instituições de caridade e não espero a volta. Não tenho relacionamento com elas, faço porque quero ajudar. Mas, quando há uma relação, seja amorosa, sexual, fraterna, amiga, a energia deve fluir dos dois lados.

Tudo mundo sabe disso, mas tudo mundo repete sempre os mesmos erros: ou a gente faz tudo e não recebe nada ou recebe tudo e não faz nada.
Não quero nem um, nem outro. Quero fazer e receber.

Muita gente só valoriza as pessoas que estão ausentes. Se estivessem presentes não teriam valor algum. Essa histeria me incomoda.

Por isso, quem quiser se relacionar comigo, seja sob qualquer condição, terá que dar e receber na mesma medida. Quando há troca, há relação.
Quando apenas um dá ou recebe, isso é vampirismo.

6.9.11

UM MUNDO SEM JURIS

Se você escolhe, você julga.
Se você decide, você julga.
Se você opta, você julga.

Não é mais possível escutar ou ler manifestações com relação ao ato de julgar (em latim, judicare) que significa escolher, decidir, avaliar. O que penso ser nocivo é condenar ou pré-julgar, isso sim. Trata-se da parábola do "atire a primeira pedra quem não tiver pecados". Isso é condenação. E julgar sem critério de avaliação é pré-julgamento, é prejuízo (pré-juizo).

Julgar é arbitrar. O livre arbítrio é a busca de todos nós. Poucos conseguem este livre arbítrio. Quase ninguém. Somente os Cristos, os Devas, os Anjos. Nós estamos restritos aos arbítrios escravos. Quanto maior a consciência, maior a capacidade de julgar com sabedoria, maior arbítrio.

Se você emite uma opinião, isso é julgamento. E se você omite? Não é omissão?
Se você é calado, isso é poda de livre expressão.
Todos emitem suas opiniões, isso é julgamento do que é ou não é para cada um. Pode ser que o julgamento seja errôneo, isso sim, afinal, cada um julga conforme seus costumes, filosofias, ideologias, crendices.

Todavia, se não houvesse os julgamentos não haveria justiça. Imagine então um mundo sem justiça ou julgamentos? Se está ruim, o que seria se não fosse um código de ética a seguir?

Julgar é lícito, pré-julgar ou condenar, não.

1.9.11

GANESHA É O ESTADO DA CONFIANÇA PLENA

Quem conhece a lenda de Ganesha sabe que essa miscelânea de elefante com menino foi por conta de sua fidelidade e coragem. Nem sempre Ganesha foi um elefante. Ele se tornou um híbrido pela destemperança do seu pai Shiva. Não fosse por Parvati, mãe do garotinho Ganeshinha, o menino não recuperaria sua vida e nem se tornaria o símbolo que é. Parvati obrigou Shiva a trazer Ganesha de volta à vida. Assim, Shiva aproveitou para colar a cabeça de um elefante ao corpo do garoto jazido. E assim, nascia o Patrono dos Escritores! Ganesha!

Além deste patronato aos que portam a pena (hoje, teclado), Ganesha é usado como um amuleto de proteção nas casas, ambientes, lojas. Reparem que as pessoas o colocam na porta, como um guardião. No entanto, Ganesha também é conhecido como removedor de obstáculos, justamente porque é filho de Shiva, o eterno deus da mudança! Muitas vezes me deparei com momentos em que pedi auxílio à energia de Ganesha, para que esta pudesse desatar alguns nós e revelar o que estava oculto. Na esmagadora maioria das vezes eu consegui meu intento. O problema é que, muitas vezes, não queremos enxergar as verdades e as acobertamos. Assim, não escutamos as "ganeshadas".

Há milhares de espíritos desencarnados que se vestem de Ganesha para auxiliar ao próximo. Quem costuma passear pelos planos astrais, tanto superior ou inferior, pode ver alguns "Ganeshas" guardando templos, protegendo ambientes extrafísicos, atuando no resgate de espíritos perturbados, inspirando poetas, músicos e escritores. Há legiões de Ganeshas que lutam bravamente contra a ignorância.

Quem percebe a figura do menino-elefante pode ver um rato como seu companheiro. Grande parte dos elefantes sentem pavor de ratos, numa espécie de receio ancestral. Eles têm medo que os animais pequenos entrem em suas trombas e os sufoquem. Ganesha mostra o destemor e a segurança de quem está com Deus e nada teme. Confiança.

Eu poderia escrever um livro sobre esta divindade, que muitos defendem como se fosse o capeta. Uma evangélica certa vez me disse que o Deus dela era o original, e o meu, genérico. - Como você pode acreditar num deus com cabeça de elefante? Eu não respondi. Para mim, Ganesha é tanto Deus quanto eu, você e ela, num Universo em que o Todo é Deus.

Será que ela entenderia que a nossa segurança, a nossa confiança, o nosso destemor é um estado de Ganesha? E que todos nós somos Deuses, conforme o próprio Rabi predisse?
Eu não respondi, simplesmente pedi a Ganesha que a protegesse, mesmo que fosse de si mesma...

Nós não somos estátuas de sal

A Bíblia conta a história de Ló e de sua família que foram salvos por Deus da destruição de uma cidade inteira. Todavia, o Senhor recomendo...