Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

EXTREMA ESQUERDA E EXTREMA DIREITA SÃO ALMAS GÊMEAS

Imagem
Extremidades são perigosas. E para elas, o remédio está no conceito do Buda: "se afroxarmos as cordas elas não tocam, se esticarmos demais, elas estouram".

O mundo vive um momento de extremismo político ideológico. Mas, em verdade, em verdade vos digo que a extrema esquerda e a extrema direita são almas gêmeas! Ambas contam com filhos radicais, fanáticos, intolerantes. É preciso ter Viveka (Discernimento, em sânscrito) e Satva (Equilíbrio, também em sânscrito).

Os dois extremos não toleram a liberdade religiosa. As duas extremidades são armamentistas, vide o exemplo do III Reich alemão com o mais recente exemplo da Coreia do Norte, sem mencionar Stalin e Mao Tsé Tung. As duas pontas são ditatoriais. Por isso, há tanta balbúdia... Gente que confunde o extremismo de direita no estado de supremacia e totalitarismo germânico de Hitler com a extrema esquerda socialista da China ou da extinta União Soviética.

E o comunismo, meus caros amigos, este só existe no papel, ainda nem fo…

EM TERRA DE GENTE NA MÉDIA, NINGUÉM É SUPERIOR

Imagem
Há alguns anos atrás, um rabino declarou que os acontecimentos fúnebres arrolados contra os judeus, ao longo do tempo, poderiam ser a resposta de um carma coletivo (que eu chamo de policarma). Logicamente ele foi execrado pela comunidade judaica.

Quem consegue enxergar com os olhos da alma, do coração e da espiritualidade, sabe que há razões holísticas diversas, entre as coxias e os bastidores da vida, para que algo tenha acontecido. Não é abandono de Deus, é apenas CARMA, ação e reação.

O mundo avança para manifestações sombrias e iluminadas. Ao menmo tempo, onde há um justo combate contra os preconceitos, há uma passeata que defende o nazismo e a supremacia branca.

Como esperar que este padrões cheguem ao fim, depois de encarnações e encarnações embutidos na alma humana?

Eu, adulto, macho, branco, nascido na década de 60, fui criado sob um padrão, um conceito. Venho quebrando os paradigmas desta educação. E muitas vezes sou criticado por isso. Mas, como obrigar as pessoas a pensa…

Uma alma não faz aniversário. Almas não nascem, vêm nascidas pela eternidade.

Imagem

A AÇÃO DO CARMA NOS TEMPOS DA TEMERIDADE

Imagem
O conceito de Carma, curiosamente, não abrange apenas um indivíduo, mas sim famílias, grupos, cidades, países e até planetas.

Sabemos que toda a ação gera uma reação. É certo que o Brasil atravessa um dos períodos mais sombrios de toda a sua história. E quem há de negar que esta crise não foi fomentada muito antes de sua fundação?

Cristóvão Colombo e, posteriormente, o grandalhão Pedro Álvares Cabral, invadiram estas terras em busca de supremacia. E assim, promoveram verdadeiros massacres às populações indígenas locais. Estupraram índias, assassinaram pajés, aniquilaram toda a cultura de um povo. A própria catequese já foi um estupro.

Com o passar dos anos, já colônia de exploração, este país virou cenário dantesco de atrocidades cometidas contra os negros africanos. A escravidão pesa mais, ao carma nacional, que as correntes de ferro que marcavam, com sangue, os punhos, os tornozelos e os pescoços de toda a raça negra. Fomos um dos últimos países a abolir a escravatura! Que vergonha…

BAIXAS DE GAZA

Imagem
CLIQUE NO VÍDEO CLIPE

Como pode teus filhos matarem por pedaços de chão?
Como pode meu pai Abrahão? A quem rogo: Alá, Jeová, Maomé, Moisés, Yavéh?
Qual terra que ferve em brasa e me arrasa a fé?
Com um pé na faixa de Gaza e outro em Nazaré.

Qual Deus pode salvar todas as tribos de Israel?
Diz-me quem, ó mesmo pai de Isaac e Ismael?
Crianças jazidas na terra onde jorra o leite e o mel?
Que amargo escorre dos olhos em gotas de sangue e de fel!

*Ah Jerusalém, quantas vezes eu quis juntar teus filhos, mas tu não quiseste!
Vidas secas no chão de um Jordão sem amor, nem agreste.
Ah Jerusalém!
Há vida depois da vida, mas não há terras no além! 
Racha os muros de Jericó, segue a estrela de Belém.
Abre as ondas do mar, inaugura de vez tua nação.
Mas, rega a flor do deserto do teu fértil coração.