20.12.17

PEQUENO, TEU OLHO VENCEU A ESCURIDÃO

Ainda resta um olho para poder enxergar a beleza do mundo. Sim, porque o outro foi perdido no bombardeio da ignorância.

Pequeno, que este olho, são e vidente, possa ver as cores que a natureza de Allah trouxe ao mundo. E que ele veja as ondas de um mar sereno que se esparge na areia. E que ele observe a paz que cresce em cada flor, mesmo a que nasce num terreno infértil e árido como a Terra.

E que a dor de perder um olho verta-se em milhões de sorrisos e abraços pela frente.

Teu olho perdido é um símbolo que marcará uma nova visão.

Bebê querido, nada foi em vão, recolhe as tuas lágrimas.

Teu olho enxergará muito mais horizontes.

E o olho que tudo vê permaneceu intacto.

Teu olho agora divisa o amor entre os homens.

Teu olho venceu a escuridão.

(Em homenagem ao bebê que perdeu um olho em um bombardeio na Síria. Hoje, o pequeno virou um símbolo na luta pela paz).

19.12.17

DIVERSIDADE - O UNIVERSO É PLURAL, ACEITE!

Deixem as pessoas serem o que quiserem ser!

Há alguns anos, eu implicava demais com aquilo que os outros vestiam. Ainda as vezes ainda me pego policiando os estilos. No entanto, de tanto bater a cabeça eu compreendi o sentido da frase de Jesus: - Olhai os lírios do campo. 

A natureza e a essência de cada um simplesmente não nos diz respeito. Basta aceitá-la. Ninguém precisa seguir um padrão pré-estabelecido, não somos um exército de formigas guiadas. 

Agora entendo, com o árduo aprendizado da espiritualidade e a chegada da maturidade, que as pessoas (almas) estão buscando suas identidades pelo mundo, ou melhor, sendo justamente  representantes daquilo que se identificam. Qual o problema disso? 

No Plano Espiritual, a diversidade é ainda maior. Lá, o pensamento tem a capacidade de plasmar aquilo que deseja, isto é, eu posso surgir, de repente, de moicano e cabelo azul, alto e desdentado.  Também posso me vestir de monje tibetano ou de mãe de santo baiana. Pouco importa, são apenas imagens...

Quem acredita em vida após a morte e reencarnação não pode ter qualquer preconceito. O espiritualista sabe que, se hoje ele é um cidadão dinamarquês loiro e sardento, ontem, há 300 anos, foi um beduíno negro vendedor de camelos. Em 1578, o cidadão X, que era um rico comerciante, obeso, abastado e glutão, em 1726, reencarnou como uma escrava africana mirrada e miserável. 

O machista da Jordânia, negociante de temperos da feira, que batia nas esposas quando estava bêbado de arak, depois de alguns anos voltou como um professor homossexual reprimido na Suécia.

Eu tinha um grande amigo negro, hoje desencarnado, que era racista. Tinha preconceitos contra a própria raça. Certa vez, quando estávamos em sua casa, propus a ele um exercício meditativo que consistia numa espécie de regressão de memória ancestral. Depois dele ter obedecido a todos os meus comandos, meu amigo se viu vestido de farda nazista em plena Segunda Guerra Mundial. Ele dizia amar o Fuhrer...

Há um segredo oculto em todas as formas de preconceito. Um troglodita macho que sente ódio dos gays, provavelmente esconde um desejo ardente e recalcado por homens, além de ter um histórico homossexual em diversas encarnações. 

Assim, o fascista já foi negro, o magro já foi gordo e a mulher rica dos Jardins já viveu na mais tenra miséria.

Deixem as pessoas serem aquilo que desejam, porque você, no passado, já foi tudo isso e não sabe de nada. 

O Universo é plural. 

8.12.17

ORAÇÃO DE CORAÇÃO, AUSCULTA DE DEUS

Falta oração.
Eu disse oração, e não reza decorada ou declamação.

Falta a gente se sentar no interior de nós mesmos e conversar com o Papai. Pode ser até com a Mamãe, por que não? Já que o Universo carrega também o feminino junto a si.

Orar de coração não é pedir. É se encontrar com a própria alma. Virar pra dentro de si e buscar o melhor no lado de fora.

Contar seus medos, ouvir suas queixas sendo ouvinte de si.  Escutar-se, ou melhor, auscultar-se.

É justamente no meio de um grito deste silêncio das estrelas é que vem o eco das respostas.

Orar é meditar com Deus.

Agora, se me dão licença vou orar.
Estou com vontade de deitar minha cabeça no ombro da Mãe Divina, assim como a Pietá, no colo materno, me sentindo protegido.

Eu ainda sou criança nos olhos da minha Mãe.
Ora pro Nobis.

Amém

6.12.17

Requerimento aos Senhores do Karma sobre a encarnação no Brasil

Prezados Senhores do Karma:

Venho por meio desta, solicitar às Vossas Excelências, a exclusão do meu nome no rol das próximas encarnações no Brasil.

Sei que o mundo atravessa uma crise, mas o trem aqui tá descarrilado demais!

Quando eu reencarnei, nos anos 1960, este país sofria mais um golpe, na ocasião militar, e com o patrocínio dos Estados Unidos. Penso que este país jamais deixou de ser colônia.

Em toda a sua história, o Brasil tem privilegiado grupos econômicos poderosos e classes mais abastadas. A escravidão nunca saiu da alma brasileira.

Desde criança, eu leio frases do tipo:  "Este é um país que vai pra frente!" ou "Brasil, a Pátria do Evangelho". No entanto, ultimamente este país tem se arrastado como um caranguejo e caminha mil passos pra trás... Eu não sei se li bem a frase, mas acho que a frase correta era "Brasil, a Pátria dos Evangélicos". Basta notar a bancada deles no Congresso e no Senado, e suas ideias retrógradas e preconceituosas.

Senhores, aqui, nesta terra, os milionários têm suas dividas perdoadas, enquanto que os pobres se matam para pagar as dívidas. Pode isso? E depois, na hora das eleições, o povo vitimado ainda vota em seus algozes.

Quando eu era criança, os meus pais diziam que este país acolhia a todos e que aqui não tinha guerra. Será? E o que os Senhores me dizem sobre as frequentes perseguições a diversos grupos étnicos como os negros, e minorias como  homossexuais e religiosos adeptos aos cultos afro-brasileiros? Aqui se persegue comunistas ainda...

Claro que todos os países têm seus problemas. E eu poderia ter reencarnado no Haiti, por exemplo. Poderia ser pior. Mas, eu tenho procurado fazer a minha lição de casa e ser um bom menino. Quem sabe eu não passo de ano e de lugar na próxima encarnação?

Complemento este requerimento com otimismo, mesmo que forçado, mesmo porque ano que vem a coisa pode ficar ainda mais complicada.

Aproveito para pedir ao Senhores que intercedam junto ao Criador para que o Brasil pelo menos tire o pé da lama e comece a limpar seus pés.

E como a voz do povo é a voz de Deus tomara que esta voz seja, de fato, de Deus e não de Adeus.

Gratidão e Adeus

27.11.17

REDES SOCIAIS FAZEM SUCESSO NO UMBRAL

Jesus de Nazaré foi assediado no deserto durante os 40 dias em que esteve recluso. Não há uma bolha intransponível que serve de escudo permanente contra as obsessões. Logicamente há mecanismos de defesa contra os ataques psíquicos. No entanto, se uma brecha for aberta (e quem não as abre?), o assédio entra como se fosse uma água debaixo da porta...

No universo extrafísico, o avanço da tecnologia chega primeiro do que no mundo físico. Os computadores aterrissaram bem antes nos mundos paralelos. Os smartphones também. Tanto nos orbes de cima, como os de baixo (Hermes Trismegistos), as ferramentas tecnológicas são utilizadas para a caridade, para o auxílio e para a evolução; mas também para fomentar o assédio, ampliar a obsessão e destruir a paz das pessoas.

É certo que as redes sociais, todas sem exceção, cumprem o papel da luz, mas sem dúvida alguma, servem muito mais às sombras. Não há como escapar disso, a não ser que você se interne em uma caverna sem comunicação com o mundo exterior.

Todavia, como instalar um filtro para evitar os assédios espirituais nas redes? Não há um modelo a ser seguido, e cada um tem suas extratégias. Eu preferi tratar as redes sociais como uma espécie de "clube de afinidades". Então, mesmo que possa ter parecido antipático, eu resolvi afastar as pessoas virtuais cujos pensamentos e filosofias fossem extremamente dispares ao meu modo de pensar a vida. Para algumas pessoas talvez isso não sirva. Mas, no entanto, com esta medida, eu evitei discussões infrutíferas. Claro que temos que respeitar a opinião dos outros e saber conviver com as opiniões contrárias. Eu também creio nisso e, para isso, já temos o mundo intrafísico real (?), não? Assim, preferi ter uma vida virtual mais sadia e menos tumultuada. As vezes, escapa do controle, mas, no meu caso, este procedimento foi mais efetivo.

Outro pormenor: eu procuro não ler muito os comentários de temas polêmicos. As vezes, dá uma coceira danada... Mas, se eu for ler e comentar em todos os posts, certamente ficarei indignado. Então, prefiro não ler nada e, na maioria das vezes, nem comentar.

Temos que ficar atendos também às imagens. Muitas pessoas mandam videos e fotos extremamente nefastas e sombrias, mesmo que seja para ajudar ou mostrar indignação. São fotos vampiras de energia, cuidado!

Os espíritos agressores estão determinados a utilizarem as redes sociais para o fomento da escuridão. Nunca a telepatia, inclusive com apoio dos aparatos tecnológicos extrafísicos que usam a energia do computador e dos smartphones físicos, foi tão eficiente. Por trás de uma pessoa que está conectada ao notebook, tablet, celular, há mecanismos tecnológicos que se ligam à mente das pessoas e transmitem pensamentos obscuros para o fomento da discórdia, do conflito e da briga.

Toda atenção é pouca. 

O vício desenfreado dos smartphones, da internet e das redes sociais, fazem parte deste pacote de maldades.

Mais uma vez, o equilíbrio e o bom senso devem permanecer como armas de proteção contra os assédios virtuais.

A vida acontece muito mais nas nossas atitudes, nos pensamentos e nos sentimentos, todos independentes do mundo virtual.




9.10.17

AS ENCARNAÇÕES DE UM HOMOSSEXUAL PUDICO


Heitor era devoto de Poseidon. O ateniense, quando tinha oportunidade de entrar no mar, em suas viagens frequentes para suas apresentações teatrais, saudava, além de Dionísio, o velho deus marítimo com o tridente empunhado. Heitor amava Alexandre de Esparta desde a adolescência. No entanto, seu sonho de consumo afetivo-sexual não tinha reciprocidade. Assim, Heitor deitava-se com todos os homens no afã de esquecer sua velha paixão.

Na França, 500 anos depois, Heitor reencarnou como Jean Pierre, um escultor que trabalhava para o governo. Muito efeminado, o artista parecia ter nascido sem coração. Frequente nas orgias palacianas, Jean Pierre levava uma vida hedonista, atada aos pecados da carne. Morreu sifilítico.

Em meados do século XX, Jean Pierre reencarnou na Alemanha com o nome de Klaus. Desde pequeno percebia uma atração por homens mais velhos. Seu pai havia morrido cedo. O moço formou-se contabilista e trabalhava para uma empresa de metalurgia. Todavia, Klaus reprimia sua homossexualidade por conta da aversão do estado alemão aos homossexuais. Acabou delatado por um "amigo" e foi parar num campo de concentração, ostentando um uniforme com um triangulo rosa invertido.

Hoje, o rapaz que havia sido Heitor, Jean Pierre e Klaus, reencarnou no Brasil. Apostou na América do Sul depois de sofrer tantos dissabores na Europa. Alberto é seu nome. Inteligente, culto, o rapaz reprimiu totalmente sua homossexualidade e, atualmente, é um perseguidor ferrenho à causa LGBT. Filiado a um partido tradicionalista, Alberto, que já foi coroinha em uma igreja do bairro, preza os valores da família conservadora e religiosa. É totalmente a favor do ensino religioso nas escolas e avesso às exposições artísticas de conteúdo sexual. Odeia palavrão, é casto, carola, mas, às escondidas, assiste a filmes pornográficos bizarros. É casado, mas tem uma amante na praia.

O que seria de Alberto se, numa incursão à sua jornada espiritual por suas encarnações, soubesse que havia sido Heitor, o ator grego apaixonado por Alexandre? Ou Jean Pierre, aquele escultor homossexual libertino francês? Ou Klaus, aquele contabilista alemão que acabou sendo encarcerado pela preferência sexual?

Homem, conhece a ti mesmo e rompe teus preconceitos.




4.10.17

RECADO PARA OS SENHORES DO KARMA: NÃO ME REENCARNEM MAIS NO BRASIL!!!


Antes de reencarnar, eu havia combinado, com os caras que fazem a tal Programação Existencial, que eu escreveria muito e dedicaria toda a minha vida encarnada para alastrar informações espirituais. Dar voz às ideias universalistas, misturar budismo com candomblé, hinduísmo com Kardec. Carregar as filosofias orientais reencarnacionistas para a esfera ocidental da América luso-espanhola.

Desde menino escrevo poemas e canções. Não consigo mensurar quantas poesias já escrevi, muito menos textos e crônicas. Aqui mesmo, neste blog, têm centenas deles. Além disso, tenho um livro editado, "Eu, Pilatos", obra um tanto quanto incompreendida e que tenta resgatar Jesus, sem a Bíblia, além de repaginar personagens injustiçados como Judas Iscariotes. O livro teve pouca vendagem e difusão. Não senti das editoras, o empenho para vendê-lo como deveria. Eu mesmo falhei na solidão de tentar alçá-lo em voos mais altos. Não sou o Paulo Coelho.

Atualmente, estou com um livreto pronto. Ele fala sobre as minhas pitorescas e curiosas passagens, sob o viés espiritualista, vividas em cidades históricas do Brasil. São contos curtos e deliciosos, feitos para serem devorados em um dia. O objetivo deste livro é, além de divulgar as minhas jornadas metafísicas e verídicas, valorizar a memória ancestral brasileira, respeitar a nossa história.

Infelizmente, esta missão de escrever hoje no Brasil é quase impossível. Eu esqueci de avisar aos amigos espirituais que iria nascer em um país que está em uma constante crise financeira, desde que reencarnei. Hoje, a falta de dinheiro não é a única razão para não escrever. As crises já tomaram todas as esferas. Além disso, estou num pedaço de terra que não valoriza sua cultura, sua arte (e que ainda promove rondas policialescas em nome de Jesus), muito menos sua história. Aqui tudo começa a ruir com o tempo, sem qualquer respeito. Ninguém publica e tudo fica oculto.

Além disso, o estado laico hoje é um arremedo de democracia, e a bancada evangélica tomou o poder! Isso significa que a minha obra já está fadada a entrar na fogueira da Inquisição, antes mesmo de sair do forno.

Como posso então cumprir minhas metas pré-estabelecidas, se o que tenho é para sobreviver, dar sustento à minha família?

Não me venham com livros digitais porque ninguém os lê. Os jovens, atualmente, passam os olhos, e se tiver mais que cinco linhas, desistem.

Poderia me vestir de palhaço assassino e sair fazendo "selfies" e filmando "lives", alguma coisa renderia com isso. Ou então, me travestir e vomitar bobagens pela Avenida Paulista, também poderia dar certo... Mas, minha toada é outra. Não tenho vocação para o terror, nem para circo, muito menos para a Gaiola das Loucas.

Enquanto isso, o livro fica estacionado em uma garagem do tempo. E eu também.

13.9.17

JESUS ERA TODAS AS CORES, TODOS OS SEXOS

O Cristo nada tem a ver com o preconceito e o sectarismo. O cristão, sim.

Cristo é um estado de consciência, Jesus era Cristo, mas houve vários. E nenhum Cristo é misógino, racista, homofóbico. Isso vai contra todos os preceitos da Cristandade.

Jesus "nasceu" em Nazaré, não em Belém. E Nazaré era na Galileia. E a Galileia era considerada a escória de Israel, um conceito mais ou menos parecido com o que o Brasil preconceituoso pensa do nordeste.

Visualize um homem que não trabalha de modo convencional, vindo de uma terra nivelada por baixo, peitando quase todos os mandamentos judaicos...(inclusive o fato de promover curas aos sábados que, para os judeus, era blasfêmia).

O messias atendia a todos. Em seu grupo havia pessoas de todos os gêneros, entre pretos, putas, pobres, ricos, até homossexuais enrustidos. Jesus abraçava a todos, sem distinção. Jesus abarcava a diversidade sem questioná-la. Jesus era todas as cores, todos os sexos.

Ele dizia que "os pecados do corpo não se comparavam aos pecados do espírito". Jesus era livre e libertava as pessoas das suas correntes internas.

Como pode então um devoto de Jesus ser intolerante?
Como pode um pastor dizer a um homossexual: - meu filho, eu te aceito, a igreja te recebe, desde que você se "livre" desta doença e não peques mais!!!
Como pode um padre promover sua inquisição particular contra um gênero qualquer?

Meus amigos, o problema, muitas vezes, está na interpretação do discípulo, e não no mestre.

Jesus era o mais tolerante dos homens.

12.9.17

Meu amor acariciou seu Buda

Meu amor acariciou seu Buda.

E uma onda de compaixão cobriu toda a sala.

Oceano, calmaria, gotas salpicadas de amor.

Pelas mãos da minha vida, Buda disse a mim: não estique demais as cordas que elas arrebentam; não as afrouxe tanto, que elas não tocam. Afine sua vida!

E assim, Gautama olhou para o meu amor e disse num silêncio gritante: - amo-te, minha pequenina!

E então, lágrimas de luz saltitaram do meu rosto. São as águas cândidas da embarcação do Buda.

Eu estou sentado debaixo da minha figueira imaginária. Meus demônios internos não estão gritando mais.

A flor de ouro contou-me seu segredo.

Estou Um.

A lótus do meu peito se abriu, floradas, folhas, jardins secretos do meu sentimento.

Suavidade, renúncia, mansidão, serenidade.

Sidharta, me ensina a ser mais Buda em mim?









5.9.17

PÁGINA OFICIAL DO FANTASMAS DAS MINHAS RUAS DE PEDRA



Pessoal, esta é a página oficial do meu segundo livro (a ser publicado) "Fantasmas das Minhas Ruas de Pedra".

Copiem e colem este link na barra de endereços e CURTAM a minha página. Assim vocês terão acesso a trechs do livro, filmes, videos, entrevistas, fotos, entre outras iguarias direcionadas a quem gosta de Espiritualidade e História.

Copiem:
https://www.facebook.com/fantasmasdasminhasruasdepedra/


17.8.17

EXTREMA ESQUERDA E EXTREMA DIREITA SÃO ALMAS GÊMEAS

Extremidades são perigosas. E para elas, o remédio está no conceito do Buda: "se afroxarmos as cordas elas não tocam, se esticarmos demais, elas estouram".

O mundo vive um momento de extremismo político ideológico. Mas, em verdade, em verdade vos digo que a extrema esquerda e a extrema direita são almas gêmeas! Ambas contam com filhos radicais, fanáticos, intolerantes. É preciso ter Viveka (Discernimento, em sânscrito) e Satva (Equilíbrio, também em sânscrito).

Os dois extremos não toleram a liberdade religiosa. As duas extremidades são armamentistas, vide o exemplo do III Reich alemão com o mais recente exemplo da Coreia do Norte, sem mencionar Stalin e Mao Tsé Tung. As duas pontas são ditatoriais. Por isso, há tanta balbúdia... Gente que confunde o extremismo de direita no estado de supremacia e totalitarismo germânico de Hitler com a extrema esquerda socialista da China ou da extinta União Soviética.

E o comunismo, meus caros amigos, este só existe no papel, ainda nem foi adotado.

O que eu defendo, como ponto de vista político, é uma nova esquerda com estado laico, democrática, desarmamentista e tolerante. Uma espécie de neo-comunismo onde se respeite as diferenças filosóficas, onde o povo tenha voz, onde as comunidades sejam auto-sustentáveis e onde se possa discutir, com toda a sociedade, questões como aborto e liberação do consumo de drogas. Sem extremismos.

O mundo precisa sentar e conversar.


15.8.17

EM TERRA DE GENTE NA MÉDIA, NINGUÉM É SUPERIOR

Há alguns anos atrás, um rabino declarou que os acontecimentos fúnebres arrolados contra os judeus, ao longo do tempo, poderiam ser a resposta de um carma coletivo (que eu chamo de policarma). Logicamente ele foi execrado pela comunidade judaica.

Quem consegue enxergar com os olhos da alma, do coração e da espiritualidade, sabe que há razões holísticas diversas, entre as coxias e os bastidores da vida, para que algo tenha acontecido. Não é abandono de Deus, é apenas CARMA, ação e reação.

O mundo avança para manifestações sombrias e iluminadas. Ao menmo tempo, onde há um justo combate contra os preconceitos, há uma passeata que defende o nazismo e a supremacia branca.

Como esperar que este padrões cheguem ao fim, depois de encarnações e encarnações embutidos na alma humana?

Eu, adulto, macho, branco, nascido na década de 60, fui criado sob um padrão, um conceito. Venho quebrando os paradigmas desta educação. E muitas vezes sou criticado por isso. Mas, como obrigar as pessoas a pensarem diferente já que, durante anos e séculos, pensavam de uma forma? Essa é a luta! Trazer luz, e não escuridão.

As conquistas devem ser saboreadas pouco a pouco e temos que respeitar o tempo de cada um e suas limitações. Isso não significa que temos que aplaudir manifestos fascistas ou supremacistas, nunca! Mas, como enfiar na cabeça de um homem ou de uma mulher que o conceito que ele tem sobre as raças humanas, as mulheres, o homossexualismo, estão totalmente equivocados? Com Luz.

Paralelamente a isso, percebo um exagero colérico na luta de algumas causas. Muita gente confundindo luta por um ideal com verdadeiros ringues de conflitos e guerras entre as diferenças. Nesta Terra, de gente na média, ninguém é superior!

Edouard Shuré, filósofo francês, que escreveu Os Iniciados, fala sobre um tempo em que a raça lunar, totalmente negra, subjugava e escravizava os homens da raça solar, que era integralmente branca. E passaram centenas e centenas de anos, acorrentando... Um erro justifica o outro, não! Mas, infelizmente, o racismo não é atributo apenas dos brancos e sim, uma manifestação odiosa incrustada na alma dos homens de todas as raças. Logicamente no Brasil, percebemos um racismo bem mais evidente dos brancos contra o restante das raças, inclusive contra os índios. Mas, nos países orientais como as Coreias, China e Japão, por exemplo, os amarelos contam com manifestações ruidosas de racismo. E na África subsaariana, com a maioria negra, há um racismo feroz contra os brancos.

Racismo é a manifestação mais profunda da ignorância da alma humana que cisma em se identificar com o corpo.

Uma outra ótica espiritual: atravessamos encarnações em diferentes peles e geografias. Hoje sou congolês, amanhã, austríaco, para, depois de amanhã, ser nepalês. Portanto, o racismo é uma identificação estúpida da derme. E não somos a derme, somos almas.

Houve também registros de sociedades matriarcais que submetiam os homens ao cárcere. No entanto, os machistas que reinaram, e ainda tristemente dominam, além dos misóginos, também desconhecem, com obscuridade, a realidade espiritual. Sabemos que o espírito não tem sexo. Podemos nascer mulher, homem, bissexual, homossexual, heterossexual... E assim foi ao longo de toda a nossa história. Quantas vezes fomos gays em Roma e na Grécia? Como julgar então a opção sexual se somos uma somatória delas? E como ter raiva das mulheres e conceituá-las inferiores se nós mesmos já fomos mulheres e temos um grande percentual, até hormonal, feminino? E vice e versa...

Apoio com determinação às causas que lutam por um mundo mais justo e equilibrado. Mas, não contem comigo para incitar ódio contra as minorias ou as maiorias. Não se combate sombra com sombra. Precisamos de manifestos de amor e de sabedoria.

Sim, podemos, as vezes, expressar nossos sentimentos com mais veemência, mas se usarmos o ódio e a intolerância contra as diferenças, estaremos usando as mesmas armas e sendo exatamente iguais aos que combatemos.






Uma alma não faz aniversário. Almas não nascem, vêm nascidas pela eternidade.


4.8.17

A AÇÃO DO CARMA NOS TEMPOS DA TEMERIDADE


O conceito de Carma, curiosamente, não abrange apenas um indivíduo, mas sim famílias, grupos, cidades, países e até planetas.

Sabemos que toda a ação gera uma reação. É certo que o Brasil atravessa um dos períodos mais sombrios de toda a sua história. E quem há de negar que esta crise não foi fomentada muito antes de sua fundação?

Cristóvão Colombo e, posteriormente, o grandalhão Pedro Álvares Cabral, invadiram estas terras em busca de supremacia. E assim, promoveram verdadeiros massacres às populações indígenas locais. Estupraram índias, assassinaram pajés, aniquilaram toda a cultura de um povo. A própria catequese já foi um estupro.

Com o passar dos anos, já colônia de exploração, este país virou cenário dantesco de atrocidades cometidas contra os negros africanos. A escravidão pesa mais, ao carma nacional, que as correntes de ferro que marcavam, com sangue, os punhos, os tornozelos e os pescoços de toda a raça negra. Fomos um dos últimos países a abolir a escravatura! Que vergonha!

Daí, vieram os imigrantes que foram absurdamente explorados pelos senhores de engenho. Salários de fome.

E a ação dos bandeirantes então que, inexplicavelmente, ilustra com figurinhas patéticas os livros de história? Lendas mentirosas de atos heroicos inexistentes ocultam genocídios, assassinatos, dizimações. Mercenários e bandidos sanguinolentos viraram nome de estradas e de ruas.

A Inconfidência Mineira, cantada em verso e prosa, não passava de um movimento de uma elite cansada de pagar altos impostos à Coroa Portuguesa. Até aí, tudo bem. Mas, o final foi melancólico. Enquanto, Tiradentes, um dos únicos inconfidentes a participar do movimento por ideologia de liberdade, era enforcado e esquartejado, e Cláudio Manoel da Costa, era morto por estrangulamento (e colocaram a culpa numa cordinha, assim como fizeram com Vladimir Herzog), a elite foi deportada para os países africanos e tem gente que até refez sua vida por lá...

O Brasil já cometeu tantas atrocidades... Canudos, Guerra do Paraguai...

A Proclamação da República foi feita a partir de um golpe militar. E foi eleito cada presidente...

Em 1964, a tradicional família brasileira marchava pela moral e pelos bons costumes... O motivo? Perseguir os comunistas, como se fossem animais predatórios! O presidente dos Estados Unidos bancou o advento do golpe militar no Brasil, e lá se vão os nossos artistas, poetas e intelectuais...

Ditadura, censura, perseguiçôes. Mortes inexplicáveis...

Matamos índios, negros, mulatos, sem terra, líderes sindicais, ícones do ambientalismo e até freiras...

Somos a Pátria do Evangelho que lê, ocultamente, o "Mein Kampf".

Muita calma. Estamos em plena ação do Carma!

O que o Brasil está passando, nestes tempos de Temeridade, nada mais é que o resultado do que foi um dia e do que fez antes, e do que ainda não aprendeu.






1.8.17

BAIXAS DE GAZA


CLIQUE NO VÍDEO CLIPE

Como pode teus filhos matarem por pedaços de chão?
Como pode meu pai Abrahão?
A quem rogo: Alá, Jeová, Maomé, Moisés, Yavéh?
Qual terra que ferve em brasa e me arrasa a fé?
Com um pé na faixa de Gaza e outro em Nazaré.

Qual Deus pode salvar todas as tribos de Israel?
Diz-me quem, ó mesmo pai de Isaac e Ismael?
Crianças jazidas na terra onde jorra o leite e o mel?
Que amargo escorre dos olhos em gotas de sangue e de fel!

*Ah Jerusalém, quantas vezes eu quis juntar teus filhos, mas tu não quiseste!
Vidas secas no chão de um Jordão sem amor, nem agreste.
Ah Jerusalém!
Há vida depois da vida, mas não há terras no além! 

Racha os muros de Jericó, segue a estrela de Belém.
Abre as ondas do mar, inaugura de vez tua nação.
Mas, rega a flor do deserto do teu fértil coração.

28.7.17

Viva, Charlie Gard voltou para casa!

Viva, Charlie Gard voltou para casa!

Enquanto os homens travavam batalhas pela "morte" digna de Charlie, ele se preparava para voltar a viver do outro lado. Hoje, ele se libertou da prisão da carne. Há alívio maior do que a liberdade?

O corpo ficou, vai para a terra. A alma volta ao seu estado original, sem fios. Livre!

Charlie, my beatiful angel, aquele fio que te prendia ao físico já não existe mais. Voa! Caminha nos jardins bucólicos do Astral. Corre entre as flores, mergulha naquele lago translúcido. Brinca com os bichos e os anjos.

Respira sem estes aparelhos, meu lindo menino!

Mais uma etapa cármica foi cumprida, já podes retornar.

Vive.

28.6.17

PODRES PODERES - RECADO AOS QUE EXECUTAM E LEGISLAM EM CAUSA PRÓPRIA


"Não há sequer uma folha que caia no chão sem a permissão de Deus".

Pode ser que estas pequenas linhas não produzam qualquer efeito. Todavia, aos olhos do Criador e da Justiça Divina, nada, absolutamente nada, passa despercebido.

Mesmo os que falsamente bradam suas atitudes nefastas em nome de Jesus... Mesmo os que "bravatam" o povo com suas falácias... Os que enganam e iludem, pelos microfones e pelas telas de uma mídia improba e parcial... Os que legislam em favor próprio e com a vontade de um satanás oculto... Os que fingem ser justos, mas que, no entanto, buscam beneficiar interesses escusos...

Os falsos juízes, tal qual os falsos profetas, podem condenar para agradar alguns poderes, mas a Deus, à Luz Maior, ao Absoluto, nada que é pequeno se avoluma!

Vejo homens bélicos fantasiados de pombas brancas. Noto ladrões com a carapuça da honestidade. Ninguém é culpado! Os presídios estão lotados de inocentes! Ninguém assume responsabilidades!

Grupos políticos, forjados pelas Sombras, ludibriam o povo com raios solares de lâmpadas fictícias. Usurpa-se o poder, julga-se sem provas, condena-se sem comprovações. O sujo fala do rasgado, o imundo do podre.

Enquanto isso, o povo se divide em facções e defende bandeiras enlameadas de um barro pútrido. Cegos e inocentes! Manifestam-se como loucos dentro de um hospício.

Alianças demoníacas firmam o inferno. Cada qual com seu pedaço, com seu quinhão, não há compaixão, nem tampouco, amor ao próximo!

A turba ludibriada por máscaras de bom mocismo. Roupas finas, grifes sem alma, penteados com brilhantina fosca burlam os olhos de um povo ignorante e omisso. Promessas de subir na vida engazopam os sedentos. Enquanto isso, o povaléu paralisa sua vida com mentiras que pensa ser verdades.

Caros irmãos executivos, legislativos e judiciários! Executivos que se prezam não executam seus semelhantes! Os que legislam para saciar seus egos agem contra o mundo. E os que ajuizam, sem juízo, causas próprias não podem judiar seus irmãos!

Há um Juíz e um Juízo Eterno e Ele não é o final! Ele é o Todo! Ninguém escapa da ação do Karma! Toda a ação funesta que vossas excelências promovem aos outros e a si mesmos fica registrada nos anais do Universo. Há um arquivo de memórias, caros amigos! E elas chegam com o Tempo.

O mal que promoves a outrém com as tuas atitudes possui um efeito bumerangue.
Assim, prepara teu peito, que tudo retorna...

KRISHNA IN FLOWERS

KRISHNA IN FLOWERS
 
Ele surgiu em meio ao trabalho de assistência espiritual.
Postou-se no meio da sala e riu com aquele jeito de menino travesso.
Segurava um ramalhete de rosas amarelas no braço esquerdo.
Silencioso, Ele começou a oferecê-las aos espíritos sofridos que estavam ali.
Quanto mais Ele distribuía as rosas, outras mais surgiam em Suas mãos.
A cena era incrível: Krishna, o Senhor dos olhos de lótus*, distribuindo flores em meio aquela turba cinzenta... Ele nada falava, mas cada uma daquelas flores era um conversor energético.
Os espíritos que as aceitavam mudavam imediatamente de padrão energético e eram projetados para dentro de uma grande fenda azul luminosa no centro da sala, de onde uma equipe de amparadores** os transferia para locais extrafísicos de tratamento adequado. Tratava-se de uma passagem interplanos, criada ali para o resgate daqueles espíritos infelizes, atropelados pelas consequências doloridas de seus dramas.
Em dado instante, Krishna expandiu seu corpo espiritual e ficou bem alto, ao nível da abertura interplanos. Ele interpenetrou-a e eu o vi emergir em uma região umbralina*** cheia de espíritos atormentados.
Ali, Ele começou a exteriorizar energias azuladas pelas mãos e a puxar vários deles para dentro da fenda...
Nunca vi nada igual: era um gigante interpenetrado no meio da abertura, puxando os espíritos trevosos dos dois lados e projetando-os para o meio da luz azul opalina, em direção às estações extrafísicas balsâmicas.
Enquanto fazia isso, Ele continuava rindo de forma matreira.
Ali estava o Senhor dos olhos de lótus, a quem devo tanto, ajudando os infelizes do caminho e cumprindo sua promessa de ancorar os desvalidos e guiá-los nos rumos da bem-aventurança.
O amigo dos homens que seguem o darma**** da Luz não estava em um paraíso espiritual distante do mundo. Ele estava resgatando os espíritos infelizes. Estava no meio dos sofredores, iluminando seus caminhos.
Ali estava Ele, o avatar da Luz azul, ajudando invisivelmente a humanidade e oferecendo flores luminosas aos sofredores.
Ele olhou para mim e acenou com a cabeça...Lentamente, Ele e o portal energético foram diminuindo, até desaparecerem, finalmente.
Fiquei ali admirado por ter presenciado, mais uma vez, a ação de Krishna no resgate extrafísico. E fiquei pensando: não havia preces ou livros sagrados nesse trabalho espiritual, só rosas amarelas sendo ofertadas com muito Amor por um mestre da Luz azul que enfrenta os portadores das trevas conscienciais com um sorriso e às vibrações superiores daquela Paz que o mundo desconhece.
Krishna, meu amigo, muito obrigado por você ser o que é e por não ter se esquecido de nós.Obrigado pela inspiração.
Por aqui, vamos tentando cumprir o darma que você nos incumbiu: espalhar as flores da espiritualidade entre os homens da Terra e viajar espiritualmente com o lótus do coração aberto e cheio de Amor.
 
P.S.:
Essa visão espiritual ocorreu durante um trabalho energético no Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB, com 100 pessoas presentes.
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
(Texto extraído do livro “Na Luz de Krishna” – Editora Zennex.)
 
- Notas:
* Krishna - o maior dos avatares (emissários divinos) entre os hindus. O mestre de Arjuna, conforme narrado no Bhagavad-Gita (parte essencial do épico “O Maha-Bharata).
** Amparadores Espirituais – entidades extrafísicas e positivas que ajudam na evolução de todos; mentores extrafísicos; protetores astrais; auxiliares invisíveis;; guias espirituais; benfeitores espirituais.
*** Umbralina - relativo ao Umbral extrafísico, o plano espiritual denso; plano astral inferior; inferno; hades; plano extrafísico atrasado.
**** Darma – do sânscrito, dharma – dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o Bem comum.

22.6.17

Os Deuses que habitam em Mim


Os Deuses que habitam em mim

Assim, que eu crio dentro de mim uma atmosfera de paz.
Que eu invento maneiras de ser feliz.
Que eu descubro as terras mais férteis do meu coração.
Eu Sou Brahma!
“Nasço” em meu peito a volúpia do amor.
Desperto do sono da inconsciência e
engatinho no solo da evolução.
Caminho.

O tempo passa e procuro dar passos à retidão.
Sou criança no colo da Criação!
Preservo a mim, conservo alegrias junto ao meu peito.
Espalho brinquedos pela Terra e danço com as cantigas do Senhor!
Eu canto, Eu Sou Vishnu!
Aprendo em meu ser as lições da escola da vida.
E as minhas notas são azuis.

Cá estou eu, jovem de novo, e chispo como a labareda!
Destruo a raiz do mal, semeio a planta do bem.
Faço amor com as estrelas, finco meu tridente no espaço!
Aniquilo as ervas daninhas do meu ressentimento.
Morrem em mim as lavas de um vulcão rancoroso.
Eu sou fogo! Eu sou Shiva!
Caçador de mim nas estreitas estradas do Himavant.
E deságuo, sobre os homens, as fontes caudalosas do meu conhecimento.

Irmãos de Fé e Espiritualidade!
Todos os dias a “trimurti divina” surge em nós!
Pela manhã, ao despertar dos sonhos, somos Brahma!
Ao meio-dia, na labuta, nos liceus do Universo,
vem em nós o Senhor Vishnu!
Quando chega a noite e as luzes se apagam...
A chama da fogueira se acende.
E temos que adormecer para despertar novas manhãs...
Estamos Shiva!

Nós somos Deuses!
“Vós sois Deuses”!
Nós criamos o nosso dia.
Aprendemos a cada tarde.
Devastamos todas as noites.
E inventamos, todas as manhãs, novas formas de renascer.
Deixamos para trás o rastro das estrelas.
E nos aquecemos, iluminados, com os raios de um novo Sol!

Eu Sol, Eu Sou!  






14.6.17

A RELIGIÃO É DENTRO!


Ela vai à missa com frequência, faz o credo, ora à Virgem Maria, mas acha engraçado um sujeito rasgar um processo e enfiar os pedaços por dentro da calça.

Ele vai ao culto semanalmente e suplica por Jesus, mas aplaude quando um adolescente negro é amarrado ao poste e torturado pelas pessoas "indignadas".

Dá o dízimo à igreja, mas é incapaz de doar um centavo para uma intituição que cuida de crianças, idosos ou animais de rua.

A moça diz que é crente, não falta uma semana nas vigílias,  mas apoia com veemência um transgressor ser tatuado à força na testa.

O umbandista faz despachos para Oxum na cachoeira para resgatar seu amor perdido, mas é incapaz de doar uma migalha de sua compaixão aos dependentes químicos da Cracolândia.

O espírita carola toma passes na quinta-feira, no entanto, profana e polui o ar com seus pensamentos impuros e preconceitos tolos, e sorri ocultamente quando um homossexual é agredido.

O judeu vai à sinagoga, balança seu corpo em seu muro de lamentações, mas aprecia levar vantagem em tudo, mesmo que se ele seja obrigado a pisar na cabeça das pessoas.

O muçulmano clama, no alto de suas torres, por Alá, brada de devoção, mas transforma o mundo numa Jihad terrorista, se amarra em bombas por uma causa que ele julga como verdadeira e aniquila os inocentes, explode as crianças, detona os velhos.

A beata reza, abre seu coração, mas fecha as portas para os refugiados. Não se incomoda ao ver o corpinho da criança estendido na areia.

Os devotos bramam contra a corrupção, mas são os primeiros a corromper e os últimos a prevaricar.

Onde estão, neste momento, as religiões, se não fora de nós mesmos?

Quem há de negar que as religiôes são também uma profunda ligação com o mais infernal?

Em verdade em verdade vos digo: não há sequer uma religião externa que nos ligue a Deus!

A única religião que nos conecta ao Divino, mora no interior de nós, em nosso peito, dentro do nosso coração.

9.6.17

A TERRA QUE AINDA BRINCA DE DISCO VOADOR


A nave acaba de posar em território desconhecido na Terra.

Ninguém sabe se ela veio das Plêiades ou de Andrômeda. Lá está ela, aguardando um sinal de contato. Forças Armadas do mundo todo estão de prontidão.

- Será que eles vão nos extinguir? - inquiriu um italiano;

- Acho que eles vão aniquilar a raça humana! - disse um congolês.

Ninguém sabia de nada, porém todas as miras e mísseis do mundo estavam voltados ao aparato metálico.

Repentinamente, sem que houvesse uma fenda, um portal se abriu e de lá saiu um pequenino gray. Seus olhos eram grandes e profundos, corpo longilíneo e agudo.

E aquela velha frase tão proferida ao longo dos seriados dos anos 60 disse:

- Humanos, levem-me ao seu líder!

Nesse momento o mundo inteiro entreolhou-se. Quem seria nomeado representante mor da raça humana? Donald Trump e seu topete xenofóbico? Se ele tem ódio de imigrantes, imagina de extraterrestres...

Angela Merckel? Não, a Alemanha já foi responsável por duas guerras mundiais...

O francês? Acaba de ser eleito. A Inglaterra saiu da Comunidade Europeia.

O secretário-geral da Nações Unidas Ban Ki-moon? Mas, se a ONU não resolve nem as pendengas daqui de dentro, o que dirá com os caras lá fora?

Daí pensaram num mandatário religioso... O Papa Francisco, ninguém melhor!!! Mas, os devotos de outras religiões começaram a chiar...

Já que o Papa é argentino, quem sabe um sul-americano? Mas, quem? O Macri? O Temer? Ah não,aí é muita sacanagem... Se eles nem representam a maioria do povo deles, imagina no mundo!

Depois de tanto silêncio sem respostas, o hominídeo balançou a cabeça negativamente e entrou em sua nave. A fenda desapareceu. E o objeto, como um bólido, alçou um voo supersônico a perder de vista.

Ai da humanidade tão egocêntrica e presunçosa!

Vocês acham mesmo que estamos preparados para um contato com civilizações avançadas?

Vamos parar de brincar de disco voador?

Vamos crescer?


8.6.17

MEDITAÇÃO DO "SE NADA DER CERTO"

O que é dar certo? Ganhar dinheiro? Ser reconhecido profissionalmente? Ter uma carreira de sucesso?

Para um espiritualista universalista como eu, dar certo, em uma vida, é cumprir (e até ultrapassar) os objetivos e metas traçadas antes da reencarnação.

Será que conseguimos? Poucos conseguem... a maioria derrapa e tem que voltar tudo novamente...

Um gari pode ser muito mais evoluído do que um médico. Uma margarida pode estar num estágio evolutivo anos-luz à frente de um engenheiro.

Vejam, por exemplo, como andam as classes políticas do nosso país... quantos advogados, letrados, diplomas com MBAs... e o quão são sombrias suas almas!!!

Fico imaginando aquela molecada do colégio que promoveu a festa do "Se nada der certo", menosprezando profissões aburdamente úteis e probas.

Visualize aquele menino de classe média, mimadinho de 16 anos...

Ele desperta, se troca, toma banho. Quando vai tomar seu café da manhã, a casa está suja e ele tem que lavar um copo para beber seu leite. A empregada não veio... Vai pegar o ônibus, e os motoristas e os cobradores não foram trabalhar. Vai de Uber ou de táxi... Quanta grana!!!

Sai da escola e passa na padaria, ele está com fome. Mas, não tem nenhum atendente. Ele terá que se servir. Fica nervoso e sai. As ruas estão um lixo, mal cheirosas, com um odor pútrido insuportável... Os lixeiros não foram trabalhar, os garis e as margaridas estão de greve.

E o lixo de dentro e de fora de casa se acumula. Não há serviçais. Ninguém pode ajudá-lo. Passou no McDonalds e não está funcionando, não há balconistas...

O que ele vai fazer da vida?

Agora as ruas estão tomadas por baratas e ratos, sua casa está imunda. E os profissionais do "se nada der certo" não existem mais...

Ele sobreviverá? Ou se transformará em um profissional que ele próprio recriminou?






6.6.17

QUANDO OS ATAQUES EXTRAFÍSICOS SE MATERIALIZAM

Em meados da década de 1990, estudante assíduo de Projeciologia e frequentador do IPPB do Wagner Borges, ocorreu um fato inédito que, agora, vinte anos depois, tornou a se repetir.

Estava dormindo, era manhã. De repente, escutei em meu sonho uma voz que clamava: - Acorda e proteja a cabeça!

E assim fiz. Despertei e levei os braços à cabeça conforme o pedido. Só deu tempo de fazer isso. Tudo que estava em cima de uma estante, que ficava ao lado da minha cama, despencou do alto em direção ao meu rosto. Eu sabia, de alguma forma, que era um ataque extrafísico, que se aproveitara da minha ectoplasmia para arremessar sua raiva.

Ontem, algo similar ocorreu. Em meio à uma situação estressante fui até o carro buscar um remédio que havia esquecido. Estava chovendo. Abri a porta normalmente, mas uma força maior impulsionou a porta do veículo. Recebi como um soco na minha boca. Cortou pro dentro e por fora. Quando entrei em casa com a boca sangrando, um adorno de parede saltou, como se alguém tivesse dado um tapa no enfeite. Minha filha pequenina estranhou...

Qual o motivo pelo qual escrevo este texto? Alertar as pessoas sobre o fato que o mundo espiritual, seja de baixo ou de cima, tem muito mais interferência neste plano físico do que imaginamos.

Porém, se o objetivo "deles" era provocar medo, acabo por frustrar seus planos. O ato violento deu-me mais inspiração para escrever este texto.

Orai e vigiai!

31.5.17

A Cracolândia e o Vale dos Leprosos

Acabei de lembrar de uma cena do filme "Ben Hur" protagonizada pelo ator Charlton Heston... O Vale dos Leprosos em Jerusalém. Uma região abandonada à própria sorte e marginalizada pela sociedade. Os doentes caindo aos pedaços e as pessoas tratando os acometidos pela lepra como dejetos humanos...

Parece alguma situação atual? Sim, a Cracolândia. Visualize então uma legião do exército romano expulsando os doentes para as montanhas na base da lança e da espada...

Você pode dizer pra mim: está com pena? Leva para casa! E eu responderei: qual é o fundamento da filosofia crística? Nesse caso, não seria acolher os doentes e tratá-los com amor e respeito? Essa é a função do Estado. Esse é o cerne da cristandade.

Muita gente esquece que os dependentes químicos são doentes. E mais gente os marginaliza porque eles não fazem parte de suas famílias.

Pensa: e se você tivesse morrido, e do outro lado da vida, soubesse que sua filha, por conta da depressão e da tristeza, estava entregue à situação de rua e viciada em crack? Você não​ ficaria no chão? Não choraria? E se essa sua moça, que você viu nascer e deu tantas vezes banho, e que dormia em seus braços macios, tivesse sido agredida e humilhada por policiais? Qual seria teu sentimento diante disso?

Espiritualidade não significa apenas receber espíritos, fazer trabalhos de magia, ler tarô, cantar mantras ou rezar pra tudo que é santo. Espiritualidade é também amar o próximo, protege-lo e ter compaixão de sua dor. Espiritualidade é também lutar pela dignidade, pelo  respeito ao ser humano e à natureza do Criador.

Eu não compreendo alguns que se dizem espiritualistas aplaudindo o que foi feito na Cracolândia pelo prefeito de São Paulo. Os obscuros a gente espera, mas espiritualistas​ ? E cristãos ? E budistas? E evangélicos?

Certamente algo deveria ter sido feito, mas  jamais e nunca daquele jeito. Ainda mais buscando, na justiça, autorização para uma internação compulsória, coercitiva e à força... Isso é um atentado à dignidade, à liberdade e ao respeito para com a humanidade! Desamor.

E se você, depois de ter lido este pequeno texto, ainda me provocar dizendo: - tá com pena? Leva pra casa! Eu vou te responder com toda a certeza: - se tivesse condições eu levaria todos pra casa e incluiria você, esta alma desprovida de altruísmo.

Você também precisa de tratamento. Mais do que isso, precisa de amor.

25.5.17

AS CIDADES EXTRAFÍSICAS SÃO COMUNITÁRIAS

Não, não se pode defender uma ideia como se fosse uma Verdade Absoluta. Há sim, verdades relativas que, somadas à uma visão holítica do Todo, podem formar uma Verdade. Essa Verdade Absoluta é que chamamos de Deus.

Todavia, não podemos nos furtar de escolher nosso próprio caminho, logicamente seguindo também a vontade do Criador. Trata-se de uma parceria. Deixar fluir, mas seguir um arbítrio, conforme o que julgamos como o melhor a ser trilhado para aquele momento. No entanto, sair de cima do muro!

Não se trata de defender com veemência um posicionamento político, por exemplo, como se fosse a Verdade Absoluta, mas ter plena convicção dessa escolha, sabendo que ela pode estar equivocada.

O sujeito pode ser de direita, se estiver afinado com ideologias como meritocracia, mercantilismo e menos poder na mão do Estado. O cidadão pode ser de esquerda, se assim prezar pelos programas sociais, pelas liberdades de expressão e por um estado mais nutriz. Entretanto, tem que ser honesto consigo mesmo.

Todavia, deixando os posicionamentos políticos de lado, percebo uma realidade astral e espiritual muito mais enquadrada nos modelos comunitários. Se pegarmos como exemplo a cidade extrafísica "Nosso Lar", do André Luiz, mentor do médium mineiro Chico Xavier, vamos perceber que se trata de uma grande comunidade igualitária, fraternal e auto-sustentável, com núcleos subdivididos e lideranças comunitárias . Todos vivem em função de sua colmeia astral e de seu aperfeiçoamento espiritual. Não há capital, não há concorrência, todos têm oportunidades. Todos lutam pelo bem estar da Unidade. É a aplicação da máxima da Távola Redonda: Um por Todos e Todos por Um!

Alguém conhece uma ideologia (ainda utópica) parecida com este modelo? Eu conheço.

22.5.17

UMA SÍNTESE DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA DAS BANANAS. VOCÊ CONHECE, VOCÊ CONFIA?

A República começou no Brasil com um golpe militar, em 15 de novembro de 1889. Em menos de 130 anos de história republicana, este país fez juz ao apelido de "República das Bananas".

Há países que mantém o sistema imperalista conjugado ao Parlamentarismo. É assim na Inglaterra, na Holanda, entre muitos outros. Desse modo, o rei ou rainha nada mais são do que chefes de estado e representam simbolicamente a nação. Os primeiros ministros administram, são chefes de governo.

No Brasil, tudo já começou errado... Os militares já deram dois golpes, um para instalar a república em 1889, e outro, em 1964, sob o patrocínio do governo estadunidense de Lyndon Johnson (o motivo era o avanço do "comunismo" no Brasil, como se isso fosse possível, já que, infelizmente e ainda, é uma ideia utópica e avançada...).

Na República Velha, a mão dos ruralistas e a política café com leite, tomavam conta... Desde aquela época, o agronegócio dominava (não é só agora que a JBS faria a festa...). Os dois primeiros presidentes foram militares (aliás, eles já estiveram à frente do governo mais de dez vezes...). Depois, os grandes latifundiários e ruralistas revesavam no poder com os Partidos Republicanos Paulistas, Mineiros e Fluminenses.

Em 1930 depois da deposição de Washington Luis, o presidente eleito Júlio Prestes foi impedido de tomar posse e mais um golpe de estado foi dado... Começava a Era Vargas, aliás, a Ditadura Vargas que permaneceu por 15 anos. Posteriormente, mais militar no governo e, novamente, Getúlio no poder, culminando com seu suicídio (?).

A coisa parecia que ia bem de novo com Juscelino Kubitchek (JK), que depois foi assassinado em suposto acidente. Jânio Quadros, o vassourinha, que varria toda a bandalheira (e depois a corrupção começou com o PT...), renunciou por conta das Forças Estranhas (Jânio era letrado e mencionou a palavra "estranhas" referindo-se à estrangeiras). O vice João Goulart assumiu, mas logo foi expulso do país pelos ruralistas, já que havia mencionado a viabilização de uma reforma agrária - saiu foragido pela porta dos fundos do Brasil, auxiliado pelo Brizola. E dá-lhe mais golpe militar!!! Os milicos ficaram no poder por mais de 20 anos (para restaurar a ordem...).

Com o movimento das Diretas Já, os governos militares já não podiam mais se sustentar e indicaram o oportunista "Tancredo de Almeida Neves", no lugar do Paulo Maluf, o "turco" que o Figueiredo detestava. Tancredo sonhava ser presidente, mas a diverticulite de Deus o tirou antes de ter entrado. Aí o PMDB, partido dos encostos situacionistas, fez a festa com José Sarney (que era do PDS, mas depois entrou para o PMDB) e Itamar Franco. No meio deles, o candidato mauricinho eleito pela Rede Globo, Ferando Collor, que deu um golpe econômico nos brasileiros e sofreu o primeiro Iimpeachment.

A coisa só andou a partir da eleição do pseudo-esquerdista Fernando Henrique Cardoso e sua política neoliberal. Logo depois, o povo finalmente elegeu um representante dos trabalhadores, Luis Inácio Lula da Silva, sindicalista e fundador do PT. O Brasil teve seu período de prosperidade econômica e social. No entanto, a crise mundial aterrisou de vez no governo Dilma Rousseff, e o que era para ser marolinha acabou virando tsunami.

E as ondas do mal varreram o país com mais um golpe, desta vez, parlamentar. Os mesmos grupos, que desde a fundação da república se beneficiavam, novamente agiram de má fé. Juntaram-se às bancadas religiosas e as da bala para aplicarem um impeachment à uma presidenta eleita pelo povo.
Seu vice-presidente, apesar do caráter constitucional de sua nomeação, conspirou para derrubar Dilma e usurpou o trono.

No entanto, "misteriosamente", a Rede Globo deseja agora que Temer saia do poder... Todavia, se fizer isso, a constituição reza que o presidente da Câmara assuma e convoque eleições indiretas. Quem será o canndidato dos ruralistas, das bancadas e da Rede Globo? Ou teremos mais um golpe, o quinto desta republiqueta falida?

Tudo isso para dizer que, em menos de 130 anos, já tivemos quatro golpes de estado, duas ditaduras e agora teremos o terceiro Impeachment.

Dá para confiar num país como este?





9.5.17

MEDITAÇÃO FEMININA PARA HOMENS ESTÚPIDOS

Espiritualidade começa com educação e bom senso. O que adianta falar de espíritos, plano astral, anjos, incensos, mestres ascencionados, caboclos ou viagem astral se a gente não consegue respeitar as mulheres, por exemplo.

A nossa sociedade machista aprendeu (?) com os nossos ancestrais, péssimos exemplos de como se portar em sociedade. Foram séculos e séculos de sobrepujança masculina sobre o sagrado feminino. As mulheres nunca foram valorizadas como deveriam, nunca igualadas ao homem, triste herança.

Quem sou eu para dizer alguma coisa sobre o feminismo? No entanto, com o passar do tempo e das minhas experiências de vida, afirmo categoricamente que elas estão cobertas de razão. Temos que romper com estes paradigmas.

Por isso, proponho agora aos homens uma meditação feminina, um pequeno exercício mental: visualize você trajado com uma roupa feminina: saia com decote, salto alto, maquiagem e o corpo adornado com brincos, colares e pulseiras.

Respire fundo e vá ate à rua. Lentamente, caminhe para o ponto de ônibus. Perceba o som da primeira buzina estúpida fazendo menção à sua beleza: fom fom... Siga em frente. Agora, um assobio ridículo: fiu fiu. Prossiga e já acaba de chegar um elogio tacanho te chamando de "gostosa". Já foram três manifestações que você sequer consentiu...

Chegou o ônibus, Suba vagarosamente e com cuidado para que a saia não mostre o que não deve. O motorista já te olhou te devorando... O ônibus está cheio, não tem lugar para sentar. E os "machinhos" mau educados não se levantam para te ofertar uma vaga no banco. E lá vem o tarado a baforar com seu hálito fétido em seu pescoço, dá a primeira encoxada. Encosta e se masturba no coletivo como se isso fosse natural, sexy e consentido. A vontade que você tem é de esbofeteá-lo, esmurrá-lo até a catraca.

Graças a Deus você chegou ao seu destino. No trajeto entre o ponto de ônibus e o local de trabalho mais duas manifestações odiosas de machinhos auto-afirmativos (todos os homens se acham o máximo...). E no trabalho seguem as cantadinhas: por e-mail, pelo telefone, pelo inbox do facebook, pelo whatsapp com nudes... E o chefinho passa a mão na sua perna. O companheiro de trabalho faz uma gracinha com a sua bunda.

E tudo isso sem você consentir! E nem mesmo gostar.

No final do dia você sente desgastada, devassada, devastada, sugada, vampirizada e tratada como um pedaço de carne.

Agora, respire fundo e... pronto! Desperte vagarosamente. Abra os olhos.

Como você se sente? Cansado?

Se você não se sentir um completo idiota, arrogante, presunçoso, abusado e ignorante, provavelmente você é mesmo um idiota, arrogante, presunçoso, abusado e ignorante.

Medite sobre isso e mude.

4.5.17

BARRIDOS DE FÉ, CORAGEM E COMPAIXÃO

Não se trata de comprar karma ou evitar que a gente bata com a cabeça na parede. Esse deus com cabeça de elefante existe para representar a compaixão de Deus. É o Senhor da remoção daquilo que nos impede de prosseguir. É aquele que implode as pedras que nós mesmos colocamos em nosso caminho.

Ganesha vem para varrer as sujeiras que depositamos sobre os nossos pés com o nosso pessimismo. Ele afasta de nós os medos, monstros criados pela nossa própria (falta de) consciência. Nossa mente é uma oficina de sabotagens, Ganesha é o mecânico.

Ganapathi desmonta nossa falta de fé com seus bramidos.

Pisa na nossa descrença e corta as ataduras dos nossos pavores mais internos com seu machado.

Sua oferenda nos alimenta de coragem para seguir em frente.

Hoje, quando enfrentei um perigo e tudo parecia estar morto, calado e surdo diante de mim, elevei meu pensamento, juntei as mãos por cima de minha cabeça e clamei: - Vem, meu amado Ganapathi, vem em meu auxílio e afasta meus temores, destrava as portas emperradas e remove as barreiras que me impedem de caminhar.

Não demorou um minuto para eu começar a andar...





3.5.17

ALUCINAÇÃO É UM CHUTE À SOCIEDADE MODERNA


Se prestarmos atenção na letra de Alucinação, de Belchior, não teremos dificuldades de entender o porquê que ele passou todo esse tempo sumido e recluso. O amor o fez desaparecer.

Alucinação dá nome ao disco homônimo que foi lançado em 1976, meados de uma Ditadura Militar. Até a capa do disco ontenta letras pintadas com sangue.

Enquanto Caetano disfarçava seu incômodo em Divino e Maravilhoso culminando no refrão: "É preciso estar atento e forte, não temos tempo de temer a morte"; enquanto o Brasil descortinava as filosofias do Oriente e as literaturas do metafísico, além das jornadas alucinóginas, Antonio Carlos suportava as agruras do dia a dia e as experiências com coisas reais...

Daí pra frente, na letra, ele promove uma verdadeira crônica daquilo que vivenciava na cidade grande: um preto, um pobre, uma estudante, uma mulher sozinha... E assim, ele faz uma aliança proposital entre o preto e o pobre, entre a estudante e a mulher sozinha, numa clara alusão ao racismo e à misoginia, que sempre estiveram incrustados na alma dos brasileiros.

Pessoas cinzas normais (sem cor, sem vida, mas dentro de uma normalidade patológica). Garotas dentro da noite e a ação brutal e despreparada dos policiais (desde aquela época) no revólver e no cheira cachorro...

E o velho e eterno desemprego tomando conta das praças de uma cidade grande: e os humilhados do parque com os seus jornais...

Vai além e critica o modus vivendi ilusório das metrópoles: carneiro (povo em modo carneirinho e subserviente, pobre de direita que aplaude o capitalismo promovido pela Casagrande e a Senzala), mesa, trabalho, meu corpo que cai do oitavo andar (numa tentativa de suicídio e fuga deste sistema) e a solidão das pessoas dessas capitais...

Fala da violência da noite, reclama do tráfego ensandecido e elogia a manifestação feliz da homossexualidade tão reprimida.

Traça a adolecência do momento e termina numa clara alusão ao filme "Laranja Mecânica", de Stanley Kubrick, que critica veeementemente a loucura da sociedade moderna.

E encerra com uma chave de ouro, a mesma chave que o libertou para fora desse mundo cruel e que o levou a desaparacer de uma sociedade doente: Amar e mudar as coisas me interessa mais.

Antonio Carlos, você amou muito, mas infelizmente você viveu até aqui para perceber que não conseguiu mudar as coisas...

Alucinação
Belchior

Eu não estou interessado
Em nenhuma teoria
Em nenhuma fantasia
Nem no algo mais
Nem em tinta pro meu rosto
Ou oba oba, ou melodia
Para acompanhar bocejos
Sonhos matinais

Eu não estou interessado
Em nenhuma teoria
Nem nessas coisas do oriente
Romances astrais
A minha alucinação
É suportar o dia-a-dia
E meu delírio
É a experiência
Com coisas reais

Um preto, um pobre
Uma estudante
Uma mulher sozinha
Blue jeans e motocicletas
Pessoas cinzas normais
Garotas dentro da noite
Revólver: cheira cachorro
Os humilhados do parque
Com os seus jornais

Carneiros, mesa, trabalho
Meu corpo que cai do oitavo andar
E a solidão das pessoas
Dessas capitais
A violência da noite
O movimento do tráfego
Um rapaz delicado e alegre
Que canta e requebra
É demais!

Cravos, espinhas no rosto
Rock, Hot Dog
"Play it cool, Baby"
Doze Jovens Coloridos
Dois Policiais
Cumprindo o seu duro dever
E defendendo o seu amor
E nossa vida
Cumprindo o seu duro dever
E defendendo o seu amor
E nossa vida

Mas eu não estou interessado
Em nenhuma teoria
Em nenhuma fantasia
Nem no algo mais
Longe o profeta do terror
Que a laranja mecânica anuncia
Amar e mudar as coisas
Me interessa mais
Amar e mudar as coisas
Amar e mudar as coisas
Me interessa mais


2.5.17

VIVER O PRESENTE DE ESTAR ENCARNADO

A simples dádiva de não precisar matar um minotauro por dia para pagar as contas já é uma grande vantagem de um desencarnado. Lá no Plano Astral não se paga aluguel, não é preciso comprar um carro e nem se endividar por causa de fraldas... 

Sim, mas aqui tem pizza com massa fina, cerveja gelada (mesmo a de milho) e sorvete de doce de leite. 

Lá não se paga os tubos para comprar um smartphone, você pode se conectar o tempo todo sem que seja preciso sinal de wi fi. Mas, aqui tem futebol às quartas, quintas, sábados e domingos, além de cinema!!! 

Me parece que há música boa no lado de lá (acabou de chegar por lá o Belchior e ali ele não pode mais se esconder). Tá melhor do que aqui que só toca arrocha, sertanejo universitário e funk. Mas, lá não tem Game of Thrones... 

Eu tenho uma saudade enorme de ser espírito apenas... mas, quando estou nos braços da minha amada gosto do prazer de ser corpo também... 

E o sorriso e o abraço da minha filha por aqui? São impagáveis! Lá a gente se abraça também, e se ama ainda mais... E revê amigos que se foram... mas, e os nossos amados que ficaram por aqui? 

Então, é melhor ficar com aquilo que Deus nos dá como presente. 

E quando eu for para lá, posso sentir saudades daqui também. 

"O melhor lugar do mundo é aqui e agora" (Gilberto Gil)

17.4.17

O PAPEL DAS SOMBRAS NO TERRORISMO DIGITAL


O jogo suicida Baleia Azul é mais uma criação desenvolvida pelos especialistas de redes sociais, internet e tecnologias sombrias do Astral inferior. Somados ao game macabro, suicídios ao vivo e, agora, assasinatos transmitidos em tempo real.

Acredito que estas transmissões ao vivo estejam facilitando a vida mortuária destes vampiros energéticos, já que a humanidade preza também pelo ego e pela fama.

Não tardará a chegada de alguns jogos onde o desenlace final seja a morte ou o assassinato de animais e pessoas, ou mesmo a utilização de um whatsapp, com chamadas de video, para sequestrar e aterrorizar aos outros...

Além do assédio sexual infantil pelas redes que, certamente, podem ser usados para cometer algum abuso, contribuir para o tráfico e prostituição infanto-juvenil ou até mesmo para concretizar um estupro com hora e local marcados?

Temos que evitar isso tudo a todo o custo!!!

É chegada a hora dos pais (mesmo os mais cibernéticos) intervirem mais coercitivamente nas redes das crianças e adolescentes. E as redes sociais, na minha opinião, deveriam cessar um pouco suas inovações tecnológicas em prol à humanidade. Uma das sugestões é retirar a ferramenta das transmissões ao vivo...

No terrorismo, a atuação que mais chama a atenção atualmente é a dos lobos solitários, verdadeiros homens-bomba, soldados solitários de uma causa que eles julgam como sendo justa. Neste terrorismo psicológico digital, os lobos solitários também são usados pelas forças trevosas e agem como verdadeiros instrumentos das sombras. O objetivo é colecionar almas atormentadas, aqui e no plano estrafísico umbralino.

Os adolescentes são os alvos prediletos.

Cabe a nós cuidarmos dos nossos, de todos eles. Fiquem atentos, não desgrudem e vigiem seus passos, além dos físicos, os virtuais.

10.4.17

ESPIRITUALISTAS CORREM DO DINHEIRO E O DINHEIRO CORRE DOS ESPIRITUALISTAS. É PRECISO EQUILÍBRIO!!!

O dinheiro é uma energia como outra qualquer. Você deve saber canalizá-la para o seu próprio bem, para sua evolução, e para ajudar ao próximo, simples assim! A grana pode aquilatar prosperidades, inclusive, espirituais. Basta saber conduzi-la, ser o seu senhor e não o seu escravo.

Muitos espiritualistas e religiosos têm o hábito de demonizar a energia financeira. Isso é um erro crasso, já que dependemos desta energia para sobreviver. Você pode até optar por não se escravizar por ele (o que acho pertinente), no entanto, chega uma hora que você vai precisar desta energia verde...

Você não se santifica ou se canoniza se afastando das notinhas. O máximo que você pode conseguir é não se corromper. Mas, você pode atraí-las sim para promover atitudes benéficas a um Todo. Até Jesus tinha patrocínios, e Krishna, era muito próspero! No entanto, viver em função desta energia também é um cárcere, uma prisão escravizante. Nem tanto lá, nem tanto cá.

O rico e obsediado pelas finanças acaba por não realizar nada do que foi combinado no seu processo cármico, além de aumentar as suas dívidas na imensa roda de Sansara (encarnações). Além disso, tal obsessor verde acaba por enevoar e até cegar a visão espiritual das pessoas, já que o obsediado vive em função apenas de si mesmo.

E às pessoas que correm das cifras, uma ação gera uma reação: as cifras correm delas!

Não!!! Você deve utilizar esta energia para o bem das pessoas e de si mesmo, eu disse BEM!

Uma viagem prazerosa e antiestressante para um local bucólico pode ser uma excelente maneira de carregar as baterias. Porém, uma viagem na maionese, onde o sujeito estanca sua própria jornada somente à cata dos prazeres sem responsabilidades é um excelente prato para o assédio espiritual!

Com grana você pode se alimentar bem, fazer uma viagem para dentro e fora de si, comprar um livro que o desperte... Com a mesma grana você pode se acabar nos vícios, viver ensimesmado e comprar sua passagem para o inferno.

Equilíbrio é a chave-mestra para abrir as portas da saúde financeira. OM Sattva!



21.3.17

SÃO TOMÉS, OS ESPIRITUALISTAS QUE BUSCAM APENAS OS FENÔMENOS

Arranque a ritualística e o espetáculo de algumas correntes espiritualistas e não fica ninguém...

Se não tiver um condenado estrebuchando no terreiro, se nenhuma pomba-gira pedir um licorzinho ou se não rolar um despachozinho numa encruzilhada, a coisa desanda...

Esse é o segredo dos evangélicos, o show da fé. Por isso eles incrementaram seus cultos, dá muita audiência!

Onde já se viu um centro espírita sem psicografias? Esvazia. Tem que ter pelo menos uma passezinho...

Todavia, o mais pobre disso tudo é a necessidade de "espetaculiazar" algo para que os outros acreditem. Como podem então crer em Deus, se Ele não promove estas aparições fantásticas?

O que mais noto nas pessoas que buscam algo é a exigência de um teatro (e o que mais se assemelha às incorporações de espíritos?). Sinto muito em dizer que, a esmagadora maioria destas manifestações mediúnicas não passam de encenações egóicas, demonstrações de transtornos de personalidades multifacetadas, desejo incubados ou patologias psíquicas e emocionais.

Logicamente há mediunismo, isso não se discute. O que está em debate aqui é a dependência mental e emocional destas famigeradas incorporações e de outros espetáculos.

Se o evangélico depende exclusivamente de sua Bíblia, os espiritualistas anseiam fenômenos (e com menos esforço, se possível). Espiritualistas querem a receita esotérica de sair do corpo sem exercitar os chakras ou então, um resultado supersônico que os arrebate para Shambala ou Sangrilá...

Têm que ter raios coloridos de mestres ascencionados... Tem que ter preto-velho falando mizi fio... tem que aterrissar naves extraterrestres nórdicas no quintal de casa... e um chazinho alucinógeno que arranque o corpo emocional para fora e o leve para Andrômeda... Sempre tem que ter alguma coisa para se ver (e não para se sentir).

Para finalizar, acabo de recordar uma parábola de Jesus que vai bem na jugular do buscador: "Tomé, porque me viste, acreditaste? Bem-aventurados os que não viram e creram".





16.3.17

CARTA ABERTA DE UM AMPARADOR DO BRASIL

Todos nós temos uma programação existencial e um processo cármico pré-definido, muito antes de reencarnar. No entanto, assim como há carmas individuais, há também os coletivos (grupos-carma e poli-carma)e ninguém está isento disso.

Sabedores de que toda a ação (etimologia da palavra Karma, em sânscrito) gera uma reação, tudo que acontece em um determinado espaço de terra ou região do Universo faz parte de algo já previsto pela Espiritualidade maior.

Este momento sombrio em que atravessa o Brasil não é algo isolado ou que, simplesmente, despencou na cabeça da comunidade brasileira sem explicações ou motivos prévios. Todos os mandos e desmandos foram resultados de ações pretéritas, sejam na época do descobrimento, assim como, nas remotas e dolorosas lembranças da escravidão, em guerrilhas internas e externas (como no massacre da Guerra do Paraguai) e até mesmo nas intervenções militares, nas inconfidências e nas perseguições políticas de antanho.

Longe, mas muito distante de defender os senhorios de uma eterna Casa Grande, percebo que, hoje, depois de muitos e muitos anos, boa parte dos que chicoteavam os negros até a morte nos pelourinhos vergonhosos de outrora, está encarnada na mais profunda miséria e ignorância. E outros tantos, os mesmos que receberam estes açoites e humilhações, estão hoje no poder impingindo uma má sorte de preconceitos estúpidos e atos escusos de corrupção e desprezo ao bem comum.

Noto machistas, misóginos, com discurso inflamado, aumentando ainda mais seus débitos. Outrora foram mulheres aviltadas e que sofreram agressões físicas e manifestações de violência doméstica. Vejo religiosos de fervor reencarnados na pele de homossexuais e antigos homossexuais vestidos com pudor homofóbico. Negros retintos que foram brancos transparentes e vice e versa, nutrindo sectarismos e discursos racistas.

Eles não sabem de nada!

Se cada um de nós, que brada, assim como este, que vos escreve, soubesse de suas sandices e atitudes funestas do passado, teriam, no mínimo, vergonha de julgar a quem quer que seja, por sua idelogia ou por seu pensamento filosófico.

O nazista de ontem pode ser o marxista de hoje. O anarquista pode verter-se em fascista. E todos aqueles que atualmente ou até pouco tempo prejudicaram, aniquilaram, massacraram os direitos de uma nação e de seu povo, sofrerá as consequências cármicas necessárias para o seu burilamento.

Toda vez que você levanta a voz e, com atos sombrios e violentos, busca o conflito e a desunião, saiba que antes, você foi vítima do mesmo discurso.

Uma revolução faz-se com exemplos de paz, amor, respeito e liberdade! Jamais devemos combater a escuridão com palavras e gestos sombrios. É preciso ILUMINAR.

"Se estás inconformado ou incrédulo com a situação presente, acalma-te! Não há nenhuma folha que caia neste solo brasileiro em que o Criador não saiba a razão. Não pense que o Senhor é subserviente ou submisso à vontade de algum grupo em particular. Confia. Não importa o que "eles" fazem e sim, o que tu fazes. Levanta-te e crê. E luta com a LUZ.

Faz parte da tua missão derramar o AMOR em cima do ódio e da intolerância".




Nós não somos estátuas de sal

A Bíblia conta a história de Ló e de sua família que foram salvos por Deus da destruição de uma cidade inteira. Todavia, o Senhor recomendo...