23.6.15

PRIMEIRA CARTA AO EXTRATERRESTRE SOBRE AS CONTRADIÇÕES DO MUNDO MODERNO


Caro extraterrestre amigo:

Estamos passando por uma fase um tanto estranha nesse nosso planeta azul. Trata-se de uma era bem contraditória. 

Nos meus tempos de criança, eu sempre soube que a mulher sonhava em ser mãe. Hoje ela sonha em poder fazer aborto. Tudo bem, está certo que há muitas clínicas clandestinas que atentam contra a vida e a saúde das mulheres, mas um erro não deve justificar outro, não? 

Eu penso na responsabilidade dos envolvidos na relação. Eles não usaram contraceptivos de modo correto, não tiveram a preocupação de se precaverem, e então foram lá para o delicioso ato sexual. E como, depois do sol, também podem vir as tempestades, a humanidade deseja colecionar abortos e impedir a encarnação de seres ligados ao processo cármico dos amantes. Irresponsabilidade? Eles dizem que não... 

Outra coisa que me incomoda é que muitas mulheres ficam felizes ao adotar o que antes era um xingamento de baixo nível: vadia. Vale lembrar que o termo vadiagem vem de alguém que não quer produzir nada e ganhar dinheiro bem no mole... E lá vão elas com as tetas de fora protestando, promovendo orgias públicas, ocultando suas próprias carências e seus complexos, cuspindo no velho sonho de ter uma família . Aliás, esta nomenclatura também está muito estranha. Para muitos, família é, talvez, uma antiga forma de viver de forma careta. 

Desde a mais tenra idade, as mulheres desejam ser mães, encontrar sua alma gêmea e criar seu próprio núcleo familiar. Como vai passando o tempo e elas vão testando fórmulas mágicas de felicidade e não conseguem encontrá-la (porque simplesmente não existem), daí vem a revolta e, assim, resolvem criticar e vociferar contra as pessoas que mantém esta tradição. Em contrapartida, há também alguns seres humanos que acham que a família só pode ser formada pelo papai, pela mamãe e pelos filhinhos... Não seria Família qualquer grupo humano com afinidades e que se unem para um bem comum? 

Quer outra contradição? O obeso encontra preconceito no mundo de hoje. O culto excessivo e psicótico de alcançar o modelo de beleza (que muda conforme a época) e que, atualmente, vive uma ditadura de magreza, com músculos definidos, barriga negativada ou de tanquinho, faz com que as pessoas com sobrepeso ou com gorduras extras sofram bullyng (assédio) diário. Há gente com nojo de gordo, por que será? Ao mesmo tempo, nunca vi tanta gente esculachada e que não se controla nem um pouco na alimentação ou no consumo de bebidas alcoólicas. 

Não é esquisito?

E a religião? O ateu está na moda. É "in" não crer em Deus. No entanto, a palavra religião, que vem do latim religare e que significa Ligação com o Divino, virou sinônimo de Fanatismo. Se o cara é religioso deve ser babaca. Se é ateu, é enviado do demônio (grande parte inclusive desconhece o significado desta palavra). 

Esse mundo tá muito doido e doído. 

Bem, vou me despedindo por hoje, mas prometo voltar com mais contradições do mundo moderno, ok? 

S.O.S. e Obrigado!

PS.Continuo esperando a visita de vocês.


22.6.15

ESQUERDA OU DIREITA: DEUS NÃO SE IMPORTA COM ISSO


Esquerda e direita são posicionamentos políticos e sociais, não são triagens de Deus.

O bicho-homem é hilário demais e extremamente incongruente. As pessoas mais posicionadas à direita, isto é, a favor do capitalismo e com toda a injustiça que esta forma de governo sustenta, são os mais religiosos. Não seria o contrário? Quem fica mais perto de Deus deveria defender os interesses do povo, das massas, dos menos favorecidos? Enquanto que os da esquerda, que lutam por uma maior igualdade social, têm pouca fé, são os menos crédulos ou até ateus...

Geralmente, os grandes vultos espirituais da humanidade não são afeitos ao capital. Jesus de Nazaré era um menino vindo de classe mais abastada - seu pai era carpinteiro, o que corresponde a um ótimo salário naquela época. Maria veio de uma família com posses. Desta maneira, convido a todos a fazer uma reflexão: visualize um Jesus capitalista. Dá pra imaginar? Você acha que ele sairia da Galileia para pregar sua palavra nas terras da Judeia, sem dinheiro, tendo como sobrevivência, alguns donativos de simpatizantes?

E Sidharta Gautama, o Buda, então? Um príncipe abastado, com riquezas, família, e todo um reino à sua disposição, teria ele saído do seu conforto para viver uma vida asceta, na floresta, sem grana, sem luxo e sem comodidades?

Em contrapartida, as pessoas afinadas com a esquerda não acreditam em uma regência universal. Deixam-se levar pela revolta da injustiça social e acham que a Soberania não existe. Vociferam dizendo que, se há um deus, ele é desumano e cruel. Desconhecem totalmente a ação do Karma. Pensam no Criador como um Imperialista do Universo, uma ditadura cósmica e, desta forma, o rejeitam.

Não seria mais razoável que as pessoas se unissem a favor do bem estar geral, pensando na felicidade de um Todo e não somente de um grupo de favorecidos? E que estas pessoas pudessem ter a inteligência de se tocar que, não há apenas uma pessoa no comando e sim, um Mecanismo Universal que chamamos de Deus?

O próximo desafio é um questionamento. Não seria "DEUS" a união DE EUS?

Desta forma, Deus está em toda a parte, à esquerda e à direita, no baixo e no alto.  E quem há de negar que há ateus de coração limpo e religiosos egoístas e preconceituosos?

Amigo esquerdista ou capitalista, Deus não se importa com a sua posição política e sim, com o seu coração e com as suas atitudes. Portanto, não radicalize e tente se equilibrar, meu irmão!!!



19.6.15

A melhor forma de Oração é ter fé em Deus.


Se você ora demais clamando graças contínuas a Deus, isso significa que você não tem fé o suficiente e não confia plenamente no Criador.

Fé, vem do latim "fidere" que significa Fiança. Quem tem a fiança do Absoluto, confia (com a fiança) NEle.

Sry Ramakrihna sempre dizia que devemos orar a Deus como se estivéssemos falando com  a própria mãe, de um modo doce e até mimado. No entanto, este "mimo" poderá ser atendido ou não. Quem sabe melhor o que é bom para seus filhos, geralmente, são os pais (muitas vezes isso não acontece).

Eu percebo verdadeiras maratonas e vigílias de oração para tentar convencer a Deus que aquele pedido é procedente. Há um ditado que ilustra bem a questão: cuidado com o que você pede que isso pode se realizar. Pois é, justo aquele pedido que tão fervorosamente você clamou a Deus, pode te levar à ruína.

Um ladrão pode rezar a Deus que o assalto seja bem sucedido.
Um canalha pode rogar ao Criador que aquela grana ilícita entre na conta bancária dele.
O homem traidor pode clamar ao Supremo que aquela mulher do próximo que ele almeja caia nas garras dele...

Eu já pedi tantas vezes para que algo acontecesse e, depois de algum tempo, percebi que aquilo nunca teria sido o melhor para mim.

Orar é abrir seu coração ao Seu melhor amigo. Declarar seu amor à Mãe ou ao Pai. Pedir sim, para que o melhor aconteça, e nem sempre o melhor te agradará de pronto. Solicitar auxílio espiritual nos momentos de aflição. É jorrar Amor ao Universo! Agradecer tão somente.

O resto, a gente deixa rolar com fé. Fazer a parte que nos cabe e largar nas Mãos de Deus! Fluir com a vida tendo a confiança plena que somos autônomos, mas que há um Soberania que a tudo rege.

Nadar a favor da maré deste imenso Oceano.

Aos que não creem em Deus, deixar de acreditar não promoverá qualquer punição. Deus enxerga o coração limpo, os pensamentos altivos e as atitudes que conferem luz. Ele não precisa da sua fé porque Ele simplesmente não deixa de existir e muito menos de te amar.

A melhor forma de Oração é ter fé em Deus.


9.6.15

CRISTOFOBIA TEM MAIS A VER COM O FANATISMO




A imagem da crucifixão não me chocou, não é algo que eu ache ilegítimo. Mesmo porque crucifixão é, na minha visão, um símbolo cristão que não me apetece. Como uma morte romana pode ser símbolo cristão? Não vejo mal nisso. A imagem do beijo sexy na cruz é que me estarreceu de exagero, isso eu achei desnecessário. Mas, repito que Jesus não se incomoda... Eu falo em Presente do Indicativo porque noto um Cristianismo diferente do difundido. Acho a retaliação na mesma moeda pobre de espírito. Por que não usaram o Malafaia e o Feliciano como ícones? Jesus não tem NADA a ver com isso, com nenhum preconceito, seja de um lado, ou de outro.

E vou te dizer que que sofre mais de Cristofobia são os próprios religiosos fanáticos! 

Quantas pessoas foram mortas e assassinadas em nome do Cristo? Hein, Santa Inquisição? 

Quem deve ter medo do Cristo são aqueles que utilizam seu Nome para ganhar milhões e milhões de dinheiros!!! 

Estes são os vendilhões do Templo. 

8.6.15

A RETALIAÇÃO TOLA DE UMA TOLICE


E assim, os conflitos continuam... 

Muitos chamados "pacifistas" defendem o fim das batalhas campais, como as que acontece na Faixa de Gaza. No entanto, são os primeiros a vociferar e a incitar a violência quando são contrariados. 

Neste último fim de semana, a famosa Parada Gay tomou a Avenida Paulista com imagens coloridas e alegres, outras nem tão felizes. A intolerância religiosa brada seu preconceito contra a população LGBT, o que é um verdadeiro absurdo quando se fala em Cristandade. 
Jesus, o precursor desta filosofia não segregava ninguém, muito pelo contrário. 

E os mais fanáticos citam a Bíblia como a palavra de Deus (e quem foi que disse que Deus escreveu alguma coisa ou ditou aquelas palavras?). O Livro Sagrado, escrito pelos homens, condenava a homossexualidade, muito mais por conta do pensamento vigente daquela época. A sodomia, até bem pouco tempo, cento e poucos anos atrás, era um crime passível de morte, até no Brasil... 

Todavia, a revolta dos homossexuais ( e com razão) não poderia verter-se em imagens ofensivas à fé. Não é um pagamento inteligente e sim, a continuidade de um conflito social que deste modo não terá fim. Na verdade, usa da mesma estupidez evangélica condenatória. 

É como em Gaza. Os israelenses matam um palestino, que por sua vez mata um israelense. Os israelenses matam dez palestinos, e estes matam cinco israelenses...

O evangélico fanático persegue o gay e o gay desrespeita um símbolo cristão. O cristão diz que os LGBTs são abominações, e os LGBTs ofendem os evangélicos e religiosos cristãos...

Daí, os caras na França fazem uma revista que desrespeita a fé muçulmana com um Maomé beijando um homem na boca. E um fanático entra na redação e mata todo mundo... 

Não que o Rabi Joshua, mais conhecido por Jesus de Nazaré, vá se incomodar com estas "humanices" tolas. 

Mas, é preciso ter inteligência e bom senso na hora de protestar...

A intolerância está em todas as partes, de um lado e de outro, o que falta é o AMOR.

Nós não somos estátuas de sal

A Bíblia conta a história de Ló e de sua família que foram salvos por Deus da destruição de uma cidade inteira. Todavia, o Senhor recomendo...