26.1.18

Os mesquinhos de hoje serão os miseráveis de amanhã

A Casa Grande não seria tão grande se não fosse a mesquinharia. A elite não gosta de dividir.

Quem divide é a Senzala. Os escravos são solidários. Os Senhores do Engenho são egoístas e avarentos.

Se fosse possível, a Casa Grande nem teria empregados. Se em alguma reforma trabalhista, a Casa Grande não precisasse pagar o 13° salário ou as férias, vocês acham que ela pagaria por compaixão?

Se pudesse usar máquinas, usaria.

A Casa Grande odeia o povo porque enxerga o povo como escória. A Casa Grande se sente tão grande que se vê superior à Senzala.

Muitos escravos, para agradar seus Senhores, os defendem na intenção de ganharem pontos. Pura ilusão. Na primeira oportunidade, os escravos, baba-ovos de ofício, também serão prejudicados.

Ei, você da Casa Grande! Aqui você tem privilégios. Mas, saiba que os Senhores do Carma estão contabilizando suas faltas.

A riqueza também é um processo cármico. O mesquinho desta encarnação será o miserável da próxima.

Dos religiosos que se omitem

É notável que alguns grandes líderes religiosos e espiritualistas, muitos não tão grandes assim, têm mantido uma postura neutra diante do mo...