31.5.11

A face de Lahiri e o Mal que Sai (MahaSaya)

Certa vez, ao fazer uma meditação, percebi a presença doce e amiga de uma alma bondosa. Estávamos reunidos no meu antigo espaço. Fechei os olhos e tentei perceber quem era. Pude notar que se tratava de uma "celebridade" oculta, magnânima. Era gente grande lá, do outro lado, me observando.

De repente, escutei um comando mental para abrir os olhos físicos. Quando abri, vi uma cara estampada nariz a nariz, focinho a focinho, como se estivesse brincando de me surpreender. Era o mestre Lahiri Mahasaya, da comunidade da Kryia Yoga, linhagem espiritual do amado Yogananda.

Seu bom humor diz tudo ao nosso coração. Espiritualidade e bom humor têm tudo a ver!
Hoje tive vontade de lembrar disso e compartilhar aos que me leem.
Basta olhar para as imagens para que o seu dia fique melhor do que estava...

FALTA EDUCAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

Não é apenas amor, equilíbrio, compaixão, perdão, compreensão, fraternidade, respeito, hombridade, dignidade e mais um bilhão de virtudes que faltam ao mundo real e, principalmente, virtual. Falta muita EDUCAÇÃO.

Como as relações virtuais são gélidas, longínquas e rasas, as pessoas esquecem das regras básicas de cordialidade. Você pergunta e elas não respondem. Você convida e elas dão de ombros. Você responde e elas não argumentam. E ainda se limitam a desprezar qualquer coisa que não as interessam.

Povo meu, estamos nas redes sociais! REDE SOCIAL. E como sociais temos que obedecer o bom senso e manter a educação, por mais parca que seja, aos nossos amigos e conectados. Se não preza a amizade de uma pessoa não a mantenha na rede social como se estivesse colecionando humanos. Se a mantém é porque você tem algum interesse: amigo, negócio, família, afetivo e até sexual. Se tem interesse seja no mínimo Educado.

Eu tenho excluído contatos que não interagem e não respondem nada que eu pergunto. Ou que se portam mal. É preciso interatividade e EDUCAÇÃO. Nâo faz nenhum sentido manter pessoas como se fosse um álbum de figurinhas. As pessoas precisam lembrar que isso não é nenhuma brincadeira e que estamos vivendo em comunidade, mesmo que seja virtualmente.

30.5.11

Palestras do livro "Eu, Pilatos" - Junho e Julho

Amigos, tenho estas palestras audiovisuais do livro marcadas. Quem se ineteressar por levar estas palestras a espaços, centros, livrarias, igrejas espiritualistas, estou à disposição. Abaixo segue a agenda e o roteiro das palestras:
Dia 11 de junho - Livraria Ganesha, Santos - das 15 às 17 horas - R Monsenhor de Paula Rodrigues 201 - Vila Belmiro - Santos, SP
Dia 20 de junho - Livraria Arjuna - São Paulo - às 19h30 - R. Simão Álvares, 502
Dia 30 de julho - Espaço Consciência Cósmica - das 14 às 16h30 - R. Alberto de Oliveira, 72 - Bela Vista

PALESTRA ENCONTRO DO LIVRO “EU, PILATOS”
MAURÍCIO SANTINI


Palestra do Livro

O autor vai falar sobre Myriam de Magdala (Maria Madalena) - sua personalidade, devoção, a relação com Jesus, o machismo de Roma, a principal discípula e a mentira da prostituição.

Judas Iscariotes é retratado no livro como o mais culto e letrado discípulo. Além disso, o autor narra a coragem do apóstolo e o seu desespero diante da morte do Rabi. Além, do seu resgate.

Eu, Pilatos traz uma comovente experiência com João Baptista. Na palestra, Maurício Santini fala sobre os essênios, sobre a vida sacerdotal de João e a perda de sua cabeça como simbologia do ego.


Por último, o autor fala sobre o governador da Judéia, Pôncio Pilatos.
A relação com a sua esposa Claudia Procla. A invenção de Barrabás. A mentira do lustratio (lavar as mãos) e a verdade sobre a crucificação de Jesus.


Contatos com o Autor
Maurício Santini
(11) 9224-8737 / 2063-2268

O AUTO-BULLYING DA JUVENTUDE E A SELEÇÃO DA MATURIDADE

O corpo físico é uma ilusão. No entanto, a juventude, sendo ela etária ou espiritual, é um dos maiores bens que podemos ter. A notícia ruim é que quando somos jovens não absorvemos bem esta informação. Quando somos novinhos queremos viver o futuro e não vivemos corretamente o presente. Ficamos com as amebas mentais a consumir nossas entranhas emocionais. Sofremos de um auto-bullying. São os nossos próprios boicotes de baixa auto-estima. Mas, o tempo passa... Quando a gente vê, já temos mais de 40 anos e isso não deveria ser nada, mas é, para a nossa sociedade é. Nossa sociedade ocidental é preconceituosa.

Não sou da opinião que a vida começa depois dos 40. A vida nunca começa, ela sempre está. O que começa depois dos 40, é o saco-cheismo, isso sim, além das dores. Esse saco-cheismo faz a gente ser mais exigente, o que é também prejudicial porque a gente perde tempo em fazer tolas triagens. Será que temos que ser tão seletivos? Equilíbrio. Mesmo porquê, de tanto escolher a gente perde a colheita e acaba pegando o mais podre da saca.

Quando somos mais jovens pensamos no futuro e perdemos o presente. E quando somos mais velhos pensamos no passado e perdemos também o presente. Bom seria mesmo se humanidade não tivesse idade pra contar.

27.5.11

O GARIMPO DAS PÉROLAS DE JIDDU.

"Para que o homem possa se transformar radicalmente, fundamentalmente, torna-se necessária uma mutação
nas próprias células cerebrais de sua mente. Dizem-nos que devemos mudar, que devemos agir, que devemos transformar nossa mente, nosso coração, tornar-nos uma coisa totalmente diferente. Isso vem sendo pregado há milhares de anos por homens muito sérios, muito ardorosos, e também por charlatães
interessados em explorar o povo. Mas, agora, chegamos ao ponto em que não há mais tempo a perder. Compreendei isto por favor.

Não dispomos de tempo para efetuar gradualmente tal transformação. Os intelectuais de todo o mundo estão reconhecendo que o homem se acha à beira de um abismo, na iminência de se destruir a si próprio. Nem religiões, nem deuses, nem salvadores, nem mestres, nem as lengalengas dos gurus,
poderão impedi-los.

Dizem os intelectuais ser necessário inventar uma nova droga, uma 'pílula dourada' capaz de produzir uma
completa transformação química; e os cientistas provavelmente descobrirão esta droga. Não sei se estais bem a par dessas coisas. Ora, conquanto o organismo físico seja um produto bioquímico, pode uma droga, uma superdroga, fazer-vos amar, tornar-vos bondosos, generosos, delicados, não-violentos? Não o creio;
nenhum preparado químico pode fazer os homens se amarem uns aos outros. O amor não é um produto do pensamento; também não é cultivável, como a flor que plantamos em nosso jardim. O amor não pode ser comprado em uma drogaria, e o amor é a única coisa que poderá salvar o homem – e não os artifícios das religiões, nem seus ritos, nem todos os exércitos do mundo.".


O KARMA DAS REDES SOCIAIS

Há um "sem gracismo" contumaz nas relações humanas de hoje. Ninguém se aprofunda em nada. Mêdo, descaso, preguiça nos relacionamentos. Eu atribuo isso ao advento maciço da internet e das redes sociais. E vou mais além: as redes sociais contribuem para a anti-socialização da raça humana. Exatamente porque as pessoas não vivem mais a humanidade e querem que todas as relações sejam trocadas por um clique. Tudo é muito rápido.

Pense nisso. Não estamos mais vivenciando os homens e sim, as pessoas virtuais. Como fica o Karma nisso? Avança, acelera. Internet também gera Karma, tanto agradável como ao contrário. Fica mais fácil ser o que é por detrás dos monitores porque não vemos os olhos. Mas, ilude-se quem pensa que isso não gera ação e reação. É o Cyber Karma agindo na mesma velocidade da conexão.

E cada vez mais estamos perdendo a nossa humanidade...

26.5.11

CONTRA O KIT CONTRA HOMOFOBIA

Ponto pra Dilma! Nota Dez. Eu falo isso pela frase: "Não aceito propaganda de opções sexuais. Não podemos intervir na vida privada das pessoas. O governo pode, sim, ensinar que é necessário respeitar a diferença e que você não pode exercer práticas violentas contra os diferentes.”.

É muito bom que se diga isso. Não se pode fazer apologia ou propaganda com escolhas sexuais. Cada um tem a sua e isso somente compete à pessoa, é privada. Não acho pertinente distribuir kits para anunciar escolhas de ninguém, devemos dar liberdade e respeito às opções.

Outra questão é a do bullying, tão em voga hoje e que existe há séculos. Eu mesmo sofri com a prática funesta. Não é com a distribuição de um material a favor da homossexualidade que vamos coibir o bulliyng, afinal não só os gays sofrem este mau gosto e sim, os negros, os gordos, os nerds, e toda uma infinidade de comunidades e alternativas. Bom que se faça um material contra o bullyng e, melhor ainda, se a prática fosse condenada por lei.

O melhor mesmo é educar as nossas crianças a respeitar desde o berço as diferenças. Assim
não precisamos de kits e propagandas.

Cada um na sua e DEus por Todos.

25.5.11

LEMA DO ROCK AND ROLL LEVOU ÍDOLOS AO BURACO

Sou fá do Rock and Roll. Gosto muito do rock progressivo, do "pauleira", do blues.
Tenho assistido a um programa sobre a História do Rock no canal VH1 todas as terças, às 21h. Histórias de ascenções e derrocadas. Por intermédio do documentário pude perceber que aquele velho lema gritado pelos ídolos dos anos 60 e 70, "Sexo, Drogas e Rock and Roll", levou centenas de milhares de pessoas à cova, inclusive ídolos como Jimmy Hendrix, Janis Joplin e Jim Morrison.

Não havia medida. Aliás, para o ser humano não há equilíbrio. Ouvi um depoimento emocionado do líder da banda The Who, Pete Townshend, que disse que todos os amigos dele estavam mortos. Eram heróis debaixo da terra. O brado de Paz e Amor decantado por ícones como John Lennon começou a verter em pesadelo.

Festivais como Woodstock, que tinha como mote protestar contra a Guerra do Vietnã, e o da Ilha de Wright, cujo proposta era apenas avacalhar mesmo com os artistas, foram manifestações crassas do desequilíbrio humano. Será mesmo protesto se entopir de fumaça, sorver LSD e misturar com álcool para repudiar a guerra? Será coerente lutar contra as agruras do mundo colocando as tetas de fora ou transando em grupo como uma matilha?

Sim, eu sei que o Rock Errou, como disse o Lobão. Na verdade, ele não errou, quem errou fomos nós que não soubemos distinguir entre audir um som estridente e voraz com agir de modo gritante e descabido. Não faz sentido.

Recordo-me de uma suposta psicografia do Jimmy Hendrix, recebida ocultamente por um médium conhecido, que falava abertamente sobre os exageros no consumo de drogas para se expressar a arte. Ledo engano. O músico virtuose narrou seu sofrimento pór morte e como tudo aquilo havia sido em vão.

Então, por que não mudamos estes velhos slogans em novas frases?
Paz, Amor e Rock and Roll.
Luz, Compaixão e Blues!
Perdão, Alegria e Samba!
Compreensão, Equilíbrio e Reggae!

24.5.11

Coleçao de Fotos - Livro em SP e BH

Fim do Mundo? Ué, para mim já tinha acabado...

Eu nem estou esperando o calendário maia para decretar o fim do mundo em 2012. Para mim, isso aqui já morreu e esqueceram de enterrar. Só falta a pá de cal. Cruzes, como você é pessimista, Maurício? Acho que não, eu não espero mais o fim de nada e sim, o recomeço de tudo. Quando vamos recomeçar?

Alguém está satisfeito com o planeta do jeito que está? Nâo é o fim da picada? Acho que só os apaixonados e os ganhadores da mega sena é que estão contentes, o resto, no mínimo, incomodado, revoltado, esquisito. 

O mundo tem muita informação pro meu gosto. Muita gente virtual e quase ninguém real. Há falta de tudo que é bom e sobra tudo que é funesto. Visão enegrecida? Talvez, mas esta lente atual enxerga um mundo muito gris. O que fazer? Trocar os óculos? Mudar os olhos?

O fim do mundo está indo aos poucos... E o recomeço ainda nem começou.

WWW = 666 = NÓS

É fresquinho porque vende mais ou vende mais porque é fresquinho? Esse dilema de Tostines saltita na minha mente hoje. O ser humano está mais decadente por causa da divulgação na internet ou foi a internet quem deixou o ser humano mais decadente?

Estou com saudades do mundo sem celular, sem rede social, sem este blog, sem I Pod, sem msn, mas com pessoas. Percebam que não estamos mais curtindo pessoas e sim, perfis. Saudade de uma fogueira com gente de verdade. Saudade de um luau com seres humanos. Saudade de um praia de luar com a mulher amada.

Eu acho que são as duas coisas. A internet divulga o que sempre foi abaixo da medíocridade: nós. Todavia há também a influência direta dos meios de comunicação e as redes interconectadas. Vale dizer que a tão anunciada "besta" do Apocalipse, para alguns nada mais é que a internet. Falo isso com base na numerologia, cuja letra W tem valor de 6. Portanto, WWW significa 666.

Bestas à parte acho que a maior besta do apocalipse somos nós mesmos.

23.5.11

Gay, bi e hetero, o mundo caminha manco

Eu não falo o nome daquele deputado imbecil que é homofóbico. Também não acho que o mundo seja gay. O mundo é o que é, preto e branco, cinzento e colorido. Gay, bi e hetero, o mundo caminha manco. Não é a opção sexual que faz um mundo melhor ou pior. É a alma! É o coração. E o coração não tem membros.

Não gosto de ver apologias de nada. Muito menos de sexo. Muitas pessoas adoram, prezam e compartilham a sacanagem. Eu as respeito, mas não suporto a devassidão. Uma coisa é ser gay ou hetero. Outra é ser devasso, sujo. E isso muitos gays, bi, trans e heteros podem dar as mãos. Não gosto de gente vulgar.Muita gente pode achar que isso é um pouco brochante. Sim, eu adoro sexo, mas não gosto de manifestações devassas e vulgares, só isso. E olha que já fui criticado porque disse isso. Tem homem que gosta, e tem mulher que adora um canalha. Eu amo a sensualidade sofisticada, sensorial e até inocente.

Portanto, seja o que você quiser ser, mas seja digno. Vulgaridade é pra gente banal e sem conteúdo. Que superestima as relações de baixo. Isso porque não se garante nas relações de cima.

PARE DE NUTRIR OS CAFAJESTES

Deve haver muitas explicações psicológicas e até físicas para que a mulher se sinta atraída por homens cafajestes. Uma delas é o cheiro de feromônio, olor que o homem exala para a procriação, isto é, uma espécie de memória ancestral. Uma coisa meio de animal mesmo.

Há também a atração da mãe (e Freud bem que explicaria isso melhor) pelo filho - o homem sem vergonha representa melhor este papel de menino travesso. Além da atração, também freudiana, que a mulher tem pelo pai - como quase todos os pais foram cafajestes ela aprendeu a olhar isso com olhos de admiração.

Mas, a meu ver, esta atração possui apenas uma razão de ser: a mulher se atrai exatamente pelo homem que ela não consegue controlar. Ela se atrai pelo homem que não dá a mínima à ela, que ela não consegue manipular com a sedução. Um homem que não enfraquecer com a sua beleza.
Podem reparar: justamente o homem que dá de ombros é o que é mais procurado, pela simples razão que ele não se importa muito com isso.

Cansei de ver cafajestes se dando bem. E quando ficavam comportados eram escurraçados pela mulher. Sim, cada caso é um caso. Mas, o que eu escuto mais é reclamação de mulher... A maioria das vezes o cara não quer saber dela porque ela sempre acaba fazendo as vontades dele. O cara vem apenas pra transar e ela satisfaz os desejos dele (e dela tambpém vamos combinar?).
Será que ele está mesmo enganando? Ou a mulher é que se engana e acha que pode mudá-lo ou controlá-lo?

Só existe uma maneira de parar de sofrer por um homem cafajeste. Não dar trela a ele e romper com este paradigma imbecil das mulheres. Sair do lugar comum, da mulher comum e medíocre. Se dar valor, dar valor às pessoas que dão o devido valor. Matar de fome estes cafajestes porque isso é coisa do século passado. Cafajeste está demodê. Não faz o menor sentido.

No entanto, se a mulher continuar a nutrir a este tipo, deve procurar um analista.
Ela precisa muito mais de um terepeuta, do que um cafajeste.

RESPEITÁVEL PÚBLICO GOSTA DE CIRCO SEM BICHO

Água para Elefantes é um bom filme. Conta com um ator que gosto muito, o Cristoph Waltz, de Bastardos Inglórios. No entanto, me aflige as cenas com sofrimentos de animais, abomino! Para quem não gosta de ver animal sofrendo, mesmo que seja de mentirinha, eu não indico. Há uma cena terrível... mas, o filme acaba bem.

A elefanta é maravilhosa (Rosie é o nome dela). Gosto de elefantes, tenho o Ganesha no meu quarto. Aliás, para quem não sabe, Ganesha é o patrono dos escritores, por isso carrega uma pena e um papel. Além de ser um ótimo guardião.

Eu sonho com o dia que proibírem animais em circos. Acho desumano, cruel. Não creio que as pessoas de bom senso gostam de assistir as peripécias de um bicho que foi ensinado por meio da fome, da sede, da violência, da prisão. O filme nos remete a isso, aos maus tratos circenses onde os palhaços somos nós que pagamos para ver animais "inteligentes" à custa da dor.

Respeitável Público gosta de Circo sem Animais!

20.5.11

OS HUMANOS E A INCRÍVEL LOJA DE CONVENIÊNCIAS

Há pessoas que devemos instalar balcões à nossa frente para atendê-las. Elas nos tratam como uma loja de conveniências. Eu tenho uma incrível vontade de responder aos seus chamados com a frase: - O que posso servi-lo? O que você precisa?

E o pior de tudo isso que as tais pessoas não trocam absolutamente nada, só sugam. E elas ficam pulando de galho em galho, de pele em pele. E não enxergam o que fazem. São as primeiras a chegar quando precisam e as primeiras a correr quando solicitadas.

Mas, como a lei do Karma é infalível, estas pessoas sempre procuram porque nada têm e também nada conseguirão. Exatamente porque somente vampirizam (quem tudo quer, nada tem).

Meu coração de leão sempre se compadece destas infelizes. Passa o tempo e a tudo perdoo. No entanto, este coração bobo tem que parar de ser esbofeteado por compaixão e começar a se proteger das sanguessugas.

Eu já tenho arritmia, não preciso de outros males no meu coração.

19.5.11

QVO VADIS, COVARDES?

Certo dia, eu entrei aos pontapés no Pronto Atendimento do Hospital Igesp, em São Paulo, por conta do mal tratamento que minha mãe recebeu de uma médica estaferma. É assim, quando o Exu vem, segura a porteira que ele arrebenta. Não suporto que maltratem crianças, idosos e animais na minha frente.

Agora, ao ver estas imagens fiquei chocado coma brutalidade desta "bactéria" (sim, bactéria, e daí?) ao espancar seu filho. Eu garanto que o tal de lavrador iria virar pasto se eu tivesse presente. E não é apologia de violência e sim, uma legítima defesa aos mais fracos, oprimidos.

A brutalidade não é de hoje, sempre existiu. Mas, atualmente com o advento da internet e das redes sociais, a gente consegue ter acesso mais fácil, ao bem e ao mau. Lamentavelmente, muito mais com coisas sombrias do que iluminadas, num percentual de 10 para 1.

Covardes!

Folha.com - Cotidiano - Imagens flagram lavrador agredindo os filhos em Registro (SP) - 19/05/2011

Depoimento sobre o livro...

Oi, Maurício querido,
Parabéns por seu livro!

Na quarta-feira passada, tive muitas sensações, principalmente quando vi a Via Dolorosa e me lembrei que tinha estado lá em projeção, há alguns meses atrás. Senti uma forte dor no coração, e comecei a chorar.

Quando cheguei em casa, sabia que tinha que ler o livro. Naquela hora. E assim foi.
Amanhã tenho um seminário de um livro difícil pacas, O ocidente é um acidente, do Garaudy, então, nessa semana tinha muita coisa pra ler e pensar, mas não conseguia largar seu livro, não conseguia parar de ler.

Você escreve muito bem, é uma delícia, fluente... Mas durante essa semana não tive nenhuma projeção que me lembrasse, só pequenos trechos de sonhos desconexos, e não entendi porque fiquei tão "atrapalhada" no dia da sua palestra e depois, ao ler o livro, não consegui ir nos lugares pra ver o que tinha que ver.

Parabéns, Maurício, pela maneira como você escreve, pela perseverança, por ter aguentado firme e seguido em frente com o projeto.

BJ

LIVRARIA MINEIRIANA EM BH

E NUNCA MAIS...

Ontem, promovi uma bela meditação com coração flamejante de Jesus (Yeshua).
Poderia eu estar nesta atmosfera crística hoje, mas não permaneci naquele estado de graça. A questão humana tomou-me de assalto novamente.

Penso nas pessoas que chegam ou voltam às nossas vidas apenas e tão somente para perturbar o ambiente ou quando necessitam de algo. Eu realmente penso no egoísmo destas pessoas, no vampirismo que elas imputam aos outros. O nosso coração flamejante é de leão bondoso. Mas, no entanto, ele se fere porque é usado e pisoteado. Ele é bom. Porém, chega um dia que o vento torna tufão, lava e leva tudo embora. E não fica sequer uma casa de pé.

Há pessoas que conseguem isso em mim, o nunca mais. Uma, em particular, vai conseguir isso.
E vai chorar de dor. E nunca mais...

18.5.11

EU QUERIA SER O INIMIGO MEU

Nao sei se é impressão minha, mas sinto uma insatisfação comunitária que jamais senti em toda a minha vida. Nunca vi tanta gente insatisfeita. Incômodo com o trabalho, com a vida que leva, com o corpo, com a falta de perspectiva e, a campeã de todas, com a afetividade vazia.

Vocês se lembram do filme Inimigo Meu? Aquela película que conta a história de um ser reptiliano que é hermafrodita e que estava grávido? Pois bem, o mundo seria bem melhor se fossemos esse Inimigo Meu. Lembro de uma frase bem marcante do personagem quando disse que ele se bastava porque tinha os dois sexos e não precisaria procurar seu complemento. Ele tinha razão.

O homem já teve os dois sexos nos primórdios da civilização e foi "punido" por Deus com a separação e que deu origem ao homem adâmico. Aí que foi a merda.... Agora a gente precisa correr atrás de uma droga de um complemento que nos dá, na maioria das vezes, dor de cabeça e sofrimento.

Que vontade de ser o Inimigo Meu!

O VÍRUS DO TEMPO RUIM

Diga a um pessimista que novos ares vão chegar que ele já pensa em tempestade. Não adianta, quem sempre cultivou o pessimismo como forma de auto-sabotagem nunca chega a ter pensamentos ensolarados. O tempo bom não frequenta a alma. O céu pode estar azul, mas o pessimista coloca as lentes gris da falta de perspectiva. Vejo isso diariamente com muitas pessoas.

O pessimismo é um vírus, uma espécie de bactéria que infecta os olhos, a boca, a garganta, o cérebro, a alma. E quando tudo dá certo, o pessimista diz que algo está errado e que tem medo de que algo aconteça e despenque tudo. Pode reparar! Quando tudo está mil maravilhas, a gente se pega com receio que tudo caia. Isso é o pessimismo arraigado.

E o pior que o pessimista não enxerga seu pessimismo. Ele diz que é realismo. Todos! Difícil conviver com um pessimista nato porque nada está bom e tudo pode ruir. Nada que você fala ou faz produz efeito, somente adia algo que ele pensa como futuro sombrio. E assim, ele contamina todo o ambiente com seus pensamentos, atitudes e frases.

Há um pessimismo perene vagando pelo mundo. Eu tenho receio da raça dos homens, mas se eu não tiver um mínimo de otimismo é melhor que eu descasque de uma vez. Ficar no ótimo, mesmo que não esteja bom, é uma maneira saudável e otimista de enxergar a vida e atrair coisas boas.

O Senhor é Meu Pastor, nada me faltará!

CONFIA!!!

17.5.11

O NÍVEL BAIXO DOS SEXOS

Então fica assim. A gente não pode mais convidar alguém para jantar porque sempre temos interesses escusos. A gente não pode falar de vinho. É um pecado convidar alguém para sair. Agora tudo virou má intenção. Agora eu não posso me interessar por mais ninguém, é uma ofensa. Não posso olhar para uma mulher com o afã de conhecê-la melhor que logo quero levá-la para cama (apesar disso ser tão natural e antigo...).

As mulheres andam tão ressabiadas (com e sem razão) que qualquer convite, por mero e despretensioso que seja, vira um entrave. Mas, nem sempre meus convites chegam acompanhados de intenções. Na maioria das vezes, as minhas pretensões são bem poucas ou mera especulações.

O que está acontecendo?

No entanto, vejo manifestações ruidosas contra os homens, numa atitude rebelada. E a gente que convida toma na cabeça por tabela. Mulheres que reclamam aos quatro ventos do comportamento masculino. Muitas têm razão. Mas, posso falar? Elas mesmas ajudaram a criar isso não? Com algumas exceções...

Ouso a dizer uma coisa que muita mulher deve torcer o nariz. Sempre achei o homem um ser inferior ao feminino. Sempre achei o homem uma besta quadrada imatura. No entanto, as mulheres lutaram para conseguir a igualdade, apesar de serem superiores na minha visão. E conseguiram. Não todas. Mas, a esmagadora maioria se igualou aos homens sim.
Agora todos são medíocres e inferiores...

O nivelamento foi por baixo... Valeu a pena esta igualdade? Normalmente quem está por cima deve puxar quem está embaixo. Todavia, o contrário aconteceu. Tudo despencou. E fomos todos juntos. O que fazer?

16.5.11

O TREM DESGOVERNADO

Estou em Minas, e penso nos trens.
Não sei se é o processo de gestação do livro, as palestras, sei lá, sinto-me isolado. Talvez seja pela altivez dos meus propósitos, mas sinto que o mundo cultua mais as sombras, sim elas são bem mais sedutoras... As pessoas têm uma atração inexplicável por aquilo que é vazio, pelo raso, pelo oco. Este meu incômodo parece ser coletivo, as vezes. Sinto uma desilusão nas pessoas, mas também um certo comodismo na tristeza. E muito ópio para aliviar as dores. Meu amigo chamava isso de "fuga" - gente que foge o tempo todo por meio de mecanismos que os tirem da realidade: sexo, droga, alcool. Eu gosto de sexo e vinho, curto cerveja e não acho ruim a ingestão equilibrada de maconha (eu não fumo). Mas, tudo isso somente é bom e produtivo quando é feito sob o patrocínio da alegria, da realidade, da própria verdade. Eu me preocupo com o rumo do mundo porque a Terra se assemelha a um trem descarrilhado, louco e veloz, que atropela os sonhos e vagueia para o nada. E nós não sabemos onde esste trem vai parar. A minha sensação é que eu quero pular da janela do vagão porque vejo as estações passando... Onde esse trem vai dar?

13.5.11

HACKER ESPIÃO NO BLOG

Acabo de perceber que "deletaram" o meu texto Bijouteria da Espiritualidade.
Por que será?
Não consigo mais resgatá-lo.
É impressionante a pequenez de cetos indivíduos.
Estão bem abaixo da medíocridade. Pobres.

A FUNÇÃO DA MOSCA

Será que uma mosca ou um mosquito apresenta alguma função objetiva no mundo? Certamente que sim. Para o equilíbrio da Natureza penso que deve haver. Mas, e para mim? Sim, também. Para testar a minha paciência e o meu auto-controle.

Há muitas moscas no mundo. E elas vêm apenas para encher o saco e ficar zumbindo na sua orelha. Algumas moscas são vítimas, outras sugadoras. Uma grande parte vêm depositar seus vermes na nossa pele. Todavia, a maioria vem para inchouriçar mesmo (é assim que se escreve?). De uma coisa eu tenho certeza, a mosca vem para perturbar e se alimentar de você. Algumas ficam anos à espreita na nossa vida.

Acabo de comprar um inseticida contra as moscas frequentes que me rondam e que aparecem vez em quando. Eu só estou esperando a presença zombeterira destas moscas para lançar o novo jato do desprezo. Podem vir!

11.5.11

A LÂMPADA DE 40 W E A LUZ DE 100 W

É uma lei da física, ou não? Quanto maior a incidência de luz, maior é a sombra.
Eu apreciei o exemplo do Satya Sai Baba sobre a lâmpada de 40W. Se colocarmos uma lâmpada com iluminação tênue, nosso quarto fica a meia luz e até um pouco mais confortável. No entanto, se mudarmos para uma lâmpada de 100W, a luz do dormitório mostrará coisas, sujeiras, entulhos, desordens que antes a gente não via. Era falta de luz.

Isso representa que todo esse incômodo, essa tristeza, essa amargura, o peso dos ombros, o cansaço, o desânimo, a revolta, tudo isso pode ser um sinal iluminado de mudança. Pode ser sim, mas também pode ser apenas vaidade e egoísmo.

E a gente não pode sair chutando as sombras como elas não fizessem parte da nossa luz. Elas não estão contra nós, apenas são o que são por conta da luz. Então, temos que viver bem com as nossas sombras até conseguir um coeficiente maior de luz que as trate com maior respeito e amor.

Difícil entender, não? Eu sei.
Mas, se a gente deixa o quarto sempre na penumba ou totalmente escuro, isso só serve pra gente descansar e dormir e não deslocar nenhum entrave conciencial. O bom é a gente aumentar a luz devagarzinho e começar a remover o que nos incomoda.

Acenda a luz e respeite as sombras. Acorda!

10.5.11

O VALOR DO CAPACHO

Claro que todo capacho tem seu valor. Ele não serve apenas para que as pessoas o pisoteiem. Ele pode ser um peso de porta, um ornamento e até uma espécie de tapete. Mas, certamente será sempre um capacho.

Vejo muita gente com vocação para ser este objeto. E o pior, gostam deste papel. Enquanto há um capacho, há um pé a pisar nele.

Quase todos já foram capacho um dia. Mas, permanecer neste estado é um manifesto de baixa autoestima lamentável.

Um amigo meu disse que quando eu maltratava as mulheres, elas viviam correndo atrás de mim... Bem, isso não deixa de ser uma constatação. A pergunta é: preciso maltratar e pisar em alguém para que esta pessoa corra atrás de mim? Não. Não mais farei este papel de pé. E eu não quero que corram atrás de mim, e sim que venham ao meu encontro suavemente.

Se elas buscam o pé, que vão se tratar, há uma infinidade de psicólogos à disposição. Afinal, o que elas precisam mesmo não são homens e sim, terapeutas. E eu falo isso de mulheres e homens.

Como diz Luis Antonio, "a vida lhe trata como você se trata".

9.5.11

PERGUNTAS DO LIVRO, RESPONDAM.


Nós somos tão sós... Mas, não será este o grande desafio e exercício da vida na Terra? A vida toda esperamos por alguém... Esperamos, esperamos... Essa nossa dependência emocional dos outros é o que tece a infelicidade no homem. Mas, como isso é uma espécie de “diário de bordo”, quero ter o direito de me queixar um pouco disso tudo e sobre a razão pela qual faz muitos dias que não tenho sequer uma experiência metafísica.
Há um dito popular que prega que o que mais tentamos ensinar é aquilo que mais precisamos aprender. E como posso notar esta realidade dentro de mim... Muitas vezes, vagueio como uma toupeira pelo mundo, levado pelos estados alterados da inconsciência emocional. E não tem jeito mesmo... Somos seres dependentes, carentes, vampiros da energia dos outros. Muitas vezes isso ocorre de uma maneira inconsciente. Mas, e quando estamos conscientes disso? Eu, por exemplo, sei de cor e salteado que a primeira lição de todo o ser em evolução é aprender a se amar por completo, assim como aos outros. A partir deste amor próprio que é uma ligação próxima ao Divino já que somos criações Dele passamos a entender o mecanismo das pessoas e reconhecer assim seus momentos. Porém, muita gente confunde “amor próprio” com egoísmo. Atrevo-me a dizer que o “egoísmo” é o símbolo máximo do apego ao eu inferior, enquanto que, o “amor próprio” é o reconhecimento do Absoluto em nós mesmos. É o significado da saudação “Namastê”, isto é, somos todos “nanodeuses” passeando pela vastidão do Macro-Universo, num tempo sem tempo algum. Entretanto, quem de nós aplica verdadeiramente essa divindade? Quem realmente conclama seu auto-amor e ama ao próximo como a si mesmo?

(excerto do livro "Eu, Pilatos"

A COMUNIDADE DOS UMBIGOS

Imagine uma sociedade que pensa apenas em si mesma. Visualize uma comunidade que trabalha e age somente conforme as suas necessidades. Uma gente que olha apenas para o seu próprio umbigo, sem se preocupar com o bem estar do outro. Pessoas que apenas desejam, sem aferir se isso fere ou não ao próximo. Um bairro que se fecha nas suas vontades. Uma cidade que busca somente seu benefício. Um estado que se nutre dos outros para se tornar próspero e feliz.

Nem precisa imaginar, você vive dentro desta comunidade. Esse é mundo que você vive.

Todavia, atenta: quem olha apenas para o umbigo próprio acaba tropeçando. E é pisado inapelavelmente. Depois, em meio a dor, volta a pensar nos outros. Quando se é massacrado pelas solas das multidões, o
ex-egoísta se volta para as pessoas. Entretanto, como ele se nutre dos outros, volta a engordar, a tomar corpo, a corar a face, a animar a alma. Daí, retorna ao seu egoísmo, neste mesmo processo umbilical.

Até tropeçar de novo...

Este ser não é inteligente. Este ser vai tropeçar o tempo todo nas suas próprias pernas, até não ter mais alguém para levantá-lo do chão...

6.5.11

A MESMA VELHA LUA DOS VAMPIROS

Tenho certeza que muita gente vai se identificar com esta postagem...
Por acaso você não conhece alguém que só encosta em você quando precisa de algo?
Ou alguém que só vem quando está mal, quando está sofrendo, necessitando de alguma coisa? 
Isso se chama VAMPIRISMO.
E o pior de tudo que a pessoa suga, suga, suga e quando está um pouco melhor se vai, porque acha que não precisa mais. Todavia, acaba precisando...
E a gente sente pena, nóis têm coração, né?
Pois é exatamente este coração que é tripudiado por estas pessoas doentes.
Qual a solução? Fácil e difícil, ao mesmo tempo.
PRESERVAÇÃO.
A gente precisa se preservar. E quando a gente faz isso, o Vampiro acaba cantando (ou melhor, sugando) outra freguesia.
E olha que Vampiro não muda com a lua não, uma vez Vampiro, sempre Vampiro.
Vai ser assim desde a vida eterna.
Então, começe a exercitar o seu direito de não ser presa!
Os resultados você começa a ver na decorrada dos Vampiros em busca de novos tipos de sangue...

O AMOR QUE MORREU JUNTO A ANTONIO CARLOS

"Meu amor, meu amor
Nunca te ausentes de mim
Para que eu viva em paz
Para que eu não sofra mais
Tanta mágoa assim
No mundo
Sem você".

Estes versos de Sem Amor de Tom Jobim entristeceram a minha noite de quarta-feira. Percebi uma dura realidade, um golpe baixo nas minhas tentativas de amor. A constatação é que o Amor entre um homem e uma mulher morreu junto com Antonio Carlos, em dezembro de 1994.

Nunca mais se ouviu falar de Amor. A gente ouve falar de sacanagem, esperma, óvulos, sexualidade, homossexualismo, triângulo amoroso (?), troca de casais, ficantes, sexo casual, mas o Amor, não.
Ele morreu com Antonio Carlos, em 1994.


5.5.11

COMPLEXO DE XUXA: A FONTE DA ETERNA JUVENTUDE QUE ENJOA

Fico incomodado com pessoas que nutrem um certo espírito de adolescência eterna. Para mim, isso representa um medo do crescimento, um temor de evolução, na verdade um estado preguiçoso de ascender. Conheço uma série de pessoas assim, amigos (as) pessoais, inclusive.

Enjoa este jardim de infãncia perene.

Não que não devemos nos sentir jovens, ao contrário, mas maturidade e juventude andam de braços dados. Podemos ser jovens maduros. Mas, aguentar conversinhas de 17 quando se tem 30 dá um semi gorfo.

Dá pra crescer?

A MULHER E A PULGA

Um amigo piscólogo sempre diz: uma mulher precisa se sentir insegura.
- Deixe uma mulher insegura e a tenha para sempre!
Sim, é assim que funciona com a mediocridade. Basta colocar um pulga perto de uma mulher e ela ficará ao seu lado para sempre. Parece loucura, mas não é. A mulher se preocupa com a pulga e não tem tempo de pensar mais em nada. Ao passo que se você deixar uma mulher segura, daí você fica inseguro porque ela tem tempo e segurança para receber a incrível demanda de ilusões masculinas. Ainda mais em tempos de redes sociais, onde as mulheres são ainda mais procuradas (mera ilusão virtual...).

Por isso, quando pensar em uma mulher (sabendo que quando você pensa em uma, já tem uns seis com o mesmo pensamento..), contrate logo uma pulga e coloque sorrateiramente atrás da sua orelha, onde ela coloca seu perfume.

4.5.11

A MORTE DE QUEM JÁ MORREU


Festejar a morte de um ser não é mais uma ação terrorista?

Eu, que conjugo a alma acima de tudo, sinto falta de um corpo jazido. Onde está os restos de Bin Laden? No mar? Capturaram o maior líder terrorista do mundo e jogaram seus destroços para os tubarões? Justo os estadunidenses que adoram exibir seus troféus de poder?

Para mim, não há muita diferença entre o engomadinho Obama e o oculto Osama. Apenas uma letra. Corpos diferentes, alma semi-iguais. E ainda tem gente que elogia a postura de Barack, sua elegância, sua educação.

Palmas para o povo! Ele está eleito novamente e acaba de eleger mais um mártir aos árabes.






O CAOS DO DESAMOR

Uma notícia me chamou a atenção esta semana. Uma não, duas. Um site cobra 50 dólares para terminar casamento. Tem gente que cobra mais caro... E uma atriz dizendo que Casamento não foi feito para épocas atuais. Concordo. Não mesmo. Nada foi feito para os dias de hoje a não ser as grandes e pequenas catástrofes humanas.

Não é derrotismo, nem tampouco pessimismo. Mas, não consigo enxergar um horizonte azul, não vislumbro dias de primavera. Caminhamos a passos largos para o caos total  sem indícios de amor. Ainda conseguimos ficar de pé, mas daqui a pouco nem isso...

A solução é complicadamente simples: Amar ao próximo como a ti mesmo.

3.5.11

EQUAÇÃO DO MAL: MULHER = HOMEM = -

Curto e grosso.
A matemática é simples.
Ao longo da história, os homens se nivelaram por baixo.
Prova disso é a grande proliferação das guerras e dos maus tratos contra as minorias, além de violência e desrespeito às mulheres. Baixo nível de consciência.
Hoje em dia, as mulheres igualaram este poderio.
E como para baixo todo santo ajuda, as mulheres repetiram este mesmo baixo nível dos homens.
Agora todos estão iguais, lá embaixo, todavia iguais...

2.5.11

O CIRCO AMERICANO E O PALHAÇO OBAMA!

A mais nova façanha cênica estadunidense entrou em cena novamente.
A morte do líder do Al Qaeda, Osama Bin Laden.
Mostraram a casa, mostraram fotos do satélite, mostraram os líderes e as reações, só não mostraram o corpo... Jogaram-no ao mar! Sim, capturaram o maior inimigo dos EUA nos últimos 20 anos e jogaram o corpo no mar!

Eu acreditei nos EUA quando foram o primeiro país a pisar na lua, com fotos de astronautas em estúdio.
Eu cri realmente nas armas químicas do Iraque quando nenhum indício surgiu.
E também absorvi e absolvi a informação de que os navios brasileiros foram bombardeados pelos alemães para que a nossa nação tão poderosa belicamente entrasse na 2ª Guerra Mundial.

Senhoras e Senhores!
Respeitável Público!

O Circo NorteAmericano chegou!
Palmas para o Palhaço Obama!!!!!

Depoimento sobre o livro Eu, Pilatos

SENHORES, VOU POSTAR ALGUNS FEEDBACKS DO LIVRO PRESERVANDO AS IDENTIDADES, OK?

"Terminei de ler o seu livro. O que dizer agora?
Me identifiquei com tantos relatos do livro, como o da página 59, pois "sinto esta saudade de alguém que nem sei ao certo quem é", e me considero uma "andarilha", a ponto de me ver andando por uma longa estrada, sem fim.
Não quero tomar o seu tempo, mas preciso de falar algumas coisas. 
Sabe, não sinto necessidade de saber das minhas outras encarnações, mas eu já tinha tido dois momentos de revelação e lendo o livro, tive a minha terceira revelação.
Sei que vivi na época de Jesus e em 1840, em Paris. Infelizmente foram revelações desagradáveis. Mas pensar que tive a oportunidade de olhar nos olhos Dele, sentir o toque de sua mão, e ter perdido tudo isso, é muito dolorido.
Mas fazer o que agora, senão seguir em frente.
Um dia te mostro o que escrevi enquanto lia o seu livro.
Minha mãe me disse, um dia, que o papel aceita tudo, mas eu a corrijo, nosso coração não aceita tudo. Tem que ter um eco dentro de nós para sabermos o que é a verdade.
E eu sempre duvidei que Jesus tivesse dito:" Pai, porque tu me abandonastes?". Já tentei encontrar explicações para isso, mas nunca encontrei nada, mas agora eu sei: Ele não disse isso.
Me perdoe por estar escrevendo tudo isso,(apesar de que teria muitas mais coisas para falar) mas foi mais forte que a razão".

Obrigada por você ter escrito este livro.

Muita Luz!
 
Um grande abraço!

MD

O que dói no Coração das Mulheres

A capa da revista Veja desta semana mostra a diferença entre o coração feminino e o masculino.
Realmente são bem diferentes. Enquanto o coração masculino é dependente e busca a imagem e semelhança da mãe, conforme o Sigmundinho, o coração feminino busca, única e exclusivamente SER AMADO.

Nutriente necessário, o amor do outro é a compulsão obsessiva das mulheres. Leia-se: não importa se eu amo ou não amo, eu quero ser amada! Enquanto o pensamento cardíaco das mulheres estiver centrado nisso, as mulheres sofrerão os males do miocárdio.

E Jesus disse aos seus discípulos: Ama ao próximo como a ti mesmo!!!

Mulher = Baixa Estima = Precisa ser amada a qualquer preço! 

Ama, que aí vem o Amor.

DITADURA - QUE HISTÓRIA É ESSA?