29.6.12

A FOGUEIRA E AS CINZAS

Certa vez eu disse à minha mãe que fulano tinha ficado com uma menina... Ela me respondeu: - Por que?  Não tinha ninguém para ficar com ela? Certamente era um deboche e a minha mãe completou: - Nunca entendi direito esta história de "ficar". Se eu gosto de um rapaz eu quero ficar com ele sim, mas pra sempre!

Com o passar do tempo eu também acho tão vão alguém ficar com alguém... Creio que se os dois se atraem por que não ter uma história mesmo? Eu compreendo que a molecada queira experimentar bocas e carícias, mas há maneiras mais interessantes para isso... No entanto, pode até ser um jeito de começar algo, mas creio que deve ter continuidade. Ah, mas se não rolou química? Pois é, a velha química não é o fator mais importante porque as pessoas costumam querer começar pelo final. 

Eu creio que todo relacionamento deva ser construído sobre uma base sólida. E o que é uma base sólida? Amizade, companheirismo mútuo, integração, respeito, zelo, carinho e, principalmente, amor. O sexo é muito importante, a liga, a velha química. Mas, podem acreditar que até isso pode vir com o tempo e com o conhecimento do corpo da outra pessoa. 

O Dalai Lama disse, certa vez, que os casamentos e as relações estavam ruindo porque eram erigidos em cima de uma areia movediça, isto é, apenas na atração sexual. Tesão é fogo! Incendeia, queima, arde. É capaz de manter a chama acesa por muito tempo, mas vai diminuindo de intensidade, se tornando azul, quentinha, até ficar brasa e, depois, cinzas. 

Só o amor contempla a fogueira e o que restou dela. Só o amor. 

28.6.12

ROMARINHO MENINO, ESTRELA DA PALESTINA

A vida é simples assim. Um menino de 21 anos é escalado para ser titular num clássico entre o Corinthians e o seu arquirrival Palmeiras. Acabou de chegar de Palestina, cidade do interior de São Paulo. Com a pujança de um veterano e sem medo de errar, corajoso e audaz, Romarinho fez um gol de letra! No segundo tempo, mostrando que ainda é moleque, dançou na frente do zagueiro do Verdão e estufou as redes de novo... Folgadinho! Sai batendo no peito como se dissesse Eu, sou o Romarinho, eu sou o carinha!

Ontem, o espaçoso e gélido jogador, entrou no final do segundo tempo contra ninguém mais e ninguém menos que o Boca Juniors, seis vezes campeão da Libertadores. O cenário era o inferno azul da Bombonera que, como uma caixa de ressonância, ensurdece até aos monges. Jogo tenso, argentinos! Entra no campo, sai correndo,  recebe um passe do marrudo Sheik, vê o goleiro caindo, e deita um toque sutil como se fosse o Romário. Atrevido! Bate no peito outra vez e no final do jogo disse: é, eu sou Romarinho, brilhou a minha estrela!

É isso mesmo! A gente tem que fazer brilhar a nossa estrela! E só não acontece isso com todo mundo porque as pessoas "opacam" as suas estrelas com medo, vergonha, dúvida. Todo mundo carrega o ouro, as pedras preciosas, as estrelas dentro de si. Poucos têm a coragem de fazê-la brilhar porque isso pode suscitar em fracassos. Se a gente não tem medo de perder, a gente não tem medo de ganhar.
E assim, a gente faz brilhar a nossa estrela. Sempre!

Parabéns, Estrela da Palestina!


27.6.12

OS JARDINS DO AMOR

Quando todas as portas se fecharem, persevera no amor e elas se abrirão.
Quando não houver mais caminhos para percorrer, persiste no amor e eles surgirão.
Quando a poesia não tiver mais letras para ser escrita, pensa no amor e assim de faz um poema.
Quando o sol, por desventura, não surgir pela manhã, plasma o Astro Rei em teu coração e se dissiparão as nuvens.
E quando somente a dor tomar seu corpo, saiba que o amor é o maior dos bálsamos.
Vive na esperança, abraça a tua fé e segue com coragem.
Porque só o amor pode desatar os nós do teu peito.
O amor é como um jardim supremo, plante, cultive, cuide e assim nascerão as flores.

(Com inspiração e as mãos do Mestre Rabindranath Tagore para este meu momento)

26.6.12

O TEMPO E O SÁBIO

Quando deixarei de ficar grávido na vida e esperar tanto? Preciso aprender a arte da paciência, a ciência da paz. Mas, as vezes, a ânsia de decidir logo e atropelar Deus acaba me prejudicando. Tudo tem seu tempo, não? Mas, as vezes quero pular esta parte. Sim, o Universo tem um tempo diferente da gente. Mas, tenho certeza que acontece com todo mundo.

Mas, o sábio conhece os tempos como ninguém: o de plantio, o de espera, o de cultivo, o de colheita. E as vezes, uma estiagem qualquer pode danificar a plantação. E o sábio plantador deve saber novamente preparar o terreno, arar a terra, plantar, esperar, cultivar e colher novamente. É assim que funciona com a natureza.

Eu preciso aprender a fazer o que eu escrevo.

25.6.12

O MUNDO É BREGA

Depois de escutar as arquibancadas ucranianas e polonesas cantando "Ai se eu te pego", do Michel Teló.
Depois de ficar sabendo que o Tchu Tcha está fazendo sucesso em todo canto da América do Sul.
Depois que a minha amada, linda e inteligente, gosta do Tchetcherê do Gusttavo Lima.
Depois que A Fazenda e o BBB fazem sucesso na TV.
Posso declarar que o mundo é BREGA!!!!

O AMOR E O LABIRINTO

É difícil ter que engolir o que a gente sente... As vezes, a gente quer gritar ao mundo, mas não pode, não deve, porque muitas vezes o amor é um labirinto com diversas paredes e esquinas. O amor está cheio de pistas falsas, estradas irreais, becos de agonia. Então, o melhor a fazer é ter paciência, respirar e seguir em frente na tentativa de achar a saída, ou melhor, a entrada para o Paraíso.

O labirinto é uma cidadela de ilusões, assim como o amor. Existem vias para se chegar ao objetivo final. Mas, a maioria das pessoas peca por excesso ou por escassez. Muitos se desesperam no meio do caminho e pedem ajuda. Seus berros ecoam pelas paredes. Mas, qual será a saída? Outros, preferem pedir pra sair porque não querer ter o trabalho de procurar. Somente aqueles que perseveram no amor conseguem êxito.

No entanto, atentem! Se a intuição e o coração pedem para persistir neste caminho, ouçam! Entretanto, quando não há reciprocidade, visto que o amor é uma avenida de duas mãos, então seria melhor sair! Podemos perder um tempo infinito em labirintos que não nos ofertarão uma saída gloriosa. Estaremos assim, iludidos e buscando algo mais parecido com o inferno do que com o paraíso.

Só o coração persiste e sabe qual o caminho. Só o amor, de fato, consegue achar a saída.

23.6.12

31 - A PRIMEIRA ESTRELA - TÚLIO MOURÃO, MILTON NASCIMENTO E TAVINHO MOURA - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"


Se há uma canção altruísta e que me leva às lágrimas pelo teor incondicional do seu amor é "A Primeira Estrela", do álbum Encontros e Despedidas, de 1985, do Bituca (apelido de Milton).

É uma música sacra, barroca e deveria ser cantada em coral por todos os anos para que a gente tivesse que ter força para superar as adversidades.

Basta ler sua letra e mergulhar na sua melodia que a gente chora, quer dizer, os mais sensíveis. É umas obras mais mineiras que eu conheço. Minas Divinas!

Abaixo, segue a versão original e não há de se falar mais nada, apenas ouvir com a alma:
http://letras.mus.br/milton-nascimento/835946/

22.6.12

AS BELAS, SUJAS, MALVADAS E SUAS BONDADES FAKES

Eu nasci no dia 15 de agosto, mesmo dia que o Napoleão Bonaparte. A santa magna igreja católica pintou Napoleão como anticristo. Ora, como pode ser um anticristo um homem que terminou com a "santa inquisição" em Portugal e na Espanha? Sim, era um anticristo exatamente porque era contrário aos desmandos da santa magna igreja católica. E a Revolução Francesa também aniquilou as arbitreriedades e a "farra" dos padres junto a monarquia francesa.

Sim, Napoleão não era nada bonzinho, matou gente pra dedéu. Mas, apesar do radicalismo e da violência, Napoleão decapitou um regime de extrema desigualdade social. O povo inteiro passava fome, frio, necessidades, enquanto que a monarquia de Maria Antonieta lambia os dedos das iguarias, deleitava-se num prazer infindo de perfumes (que escondem seus odores reais), corrompia padres, esbanjava poder e dinheiro. E o povo se explodia!

Liberdade, Igualdade e Fraternidade foram os lemas do anticristo Napoleão.

Mas, qual o por quê que escrevo isso neste blog? Fácil. É porque entra encarnação e sai encarnação e a monarquia estúpida, vazia e dinheirista ainda continua arrogantemente presumindo que "pode" tudo! Pode comprar pessoas, pode transformar corpos, pode negociar a felicidade, pode pisar e passar com um trator por cima da humanidade média.

São princesinhas e príncipezinhos cheirosos, esteticamente bacanas, portando "marcas" como um patrocínio do corpo e que se "acham", mas nunca se encontram... Estão num eterno baile de máscaras! Usam a energia monetária e a suposta beleza aparente para sobrepujar aos outros. Ai daquelas que utlizam a estética para manipular os outros!

Daí, os Senhores do Karma, usam as diversas encarnações como fonte de aprendizado. O rico insuportável de hoje será o miserável de amanhã. Será pisoteado, chicoteado, ludibriado como fez com os outros. Será feio e não poderá fazer nada contra isso.

Vejo uma série de abastados promovendo "pseudos caridades" para inglês ver... São bondades fakes para esconder as verdadeiras essências. No entanto basta um aviso em letras garrafais: Deus, quem enxerga tudo, sabe o verdadeiro peso do seu coração!

21.6.12

UM OLHAR, UMA LUZ.

A INTELIGÊNCIA NÃO TEM IDADE

Os jovens acham que podem tudo e, na maioria das vezes, não fazem nada... Já que eles podem tudo para quê então fazer alguma coisa? Acham que tudo está ao alcance. Com o tempo percebem que perderam tempo porque justamente pensaram que tudo estava ao alcance mesmo e nada pegaram.

Ser jovem não significa necessariamente ser relapso. Cada um tem uma história de vida.

Minha mãe já foi jovem e se casou-se com 19 anos. Outro dia ela me disse que foi a melhor coisa que ela fez na vida, ter se casado tão jovem, mas com o homem que ela amava. Este homem, meu pai, está com ela faz 60 anos e os dois parecem dois adolescentes ainda...

Minha mãe não fumou maconha, não caiu de bêbada na sarjeta, não praticou menage à trois. Segundo ela, meu pai foi seu único par e ela foi e é muito feliz com isso. Pode até ser demodê ou incomum, da minha parte, mas eu trocaria todas as transas que eu tive na vida por apenas uma mulher que eu amasse, uma única mulher. Eu não precisaria ter experimentado o gosto das outras. Não as renego, mas eu trocaria sim. Assim como eu trocaria todas as poucas maconhas que eu fumei por uma boa garrafa de vinho.

Inteligente é o jovem que segue o seu coração. E por ele, pode deixar de fumar maconhas, beber sem medida ou colecionar pessoas na cama.

20.6.12

TEMPO DE DANÇAR COM SHIVA

Shiva dança de mãos dadas comigo neste momento.
Estamos girando na sua ciranda de fogo!
E as línguas ígneas lambem todo o passado infrutífero e aquilo que não me serve mais.
Oh, Shambo, Meu Deus da mudança, da transmutação!
Varre de mim a poeira de um tempo de nuvens gris e traz o Sol!
Teu filho me protege!
Tua consorte compassiva canta a canção do Universo em mim.
Eu Sou Shiva e mudo a cada instante!
E amadureço meus frutos da minha árvore da vida!
Espalho minhas sementes pela Terra.
E colho as flores que eu mesmo plantei no meu caminho.
Que os novos ventos tragam inspiração para uma nova respiração.
E que Shiva abra a temporada da minha felicidade!

(abaixo segue canção Dança de Shiva com Gilberto Gil):
http://letras.mus.br/gilberto-gil/345111/

19.6.12

Enquanto isso, na sala de espera...

As mulheres sabem esperar com muito mais paciência e sabedoria que os homens.
Vai ver que foi por isso é que Deus determinou que elas ficassem grávidas. Eu não sei se eu carregaria com tanta elegância um filho durante nove meses. Talvez sim.

O que eu quero dizer é que toda espera angustia um pouco. Ainda mais se a gente nem sabe direito o que espera e o que virá pela frente. E isso culmina numa ansiedade da incerteza. Uma esperança um tanto quanto vazia.

Entra ano, sai ano, eu espero.
Quero ver quando eu não tiver mais nada por esperar.
Terei eu perdido as esperanças ou achado um pouco mais de felicidade?

30 - AS ROSAS NÃO FALAM - CARTOLA - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"

Dizem que o senhor Agenor de Oliveira fez sucesso depois dos 60. É bem verdade que ele lançou seu primeiro disco aos 66 anos de idade! E depois pensam em desistir aos 30... Este mangueirense é um exemplo de bom gosto melódico com letras francas, simples e poéticas.

"As Rosas não Falam" é a´canção preferida da minha mãe. Foi gravada por uma infinidade de artistas, entre Beth Carvalho, Fagner, etc. É uma obra-prima imortal!

Cartola descascou deste mundo aos 72 anos, em 1980, muito novo... Deixou um legado musical valioso. Que pena que foi tão cedo...

Quando escuto os sambas dos grupelhos de hoje e o samba de Cartola me dá vontade de chorar...

http://letras.mus.br/cartola/44898/

18.6.12

NÓS INCORPORAMOS O GRANDE ESPÍRITO DA ARTE


Eu admiro o Chico Buarque, o Caetano, o Tom Jobim, o Paulo César Pinheiro. No entanto, eu não vivo a vida deles. Gosto da arte deles e não das pessoas, afinal, eu não os conheço. Eu não bato palmas para as possíveis bobagens que farão. Cansei de ver alguns artistas que eu gosto promover verdadeiras asneiras, falar sandicez e dar péssimos exemplos. O ser humano é assim capaz de promover grandes obras e de "obrar" ao mesmo tempo.

Por esta razão é que os artistas devem tomar cuidado com o que dizem e fazem porque servem de exemplos à humanidade, principalmente aos mais jovens. Se o artista deseja ser polêmico, muitas vezes ele faz apologias ao uso de drogas, de sexo desmedido e influenciam um grande número de seguidores. Nascem assim os alcoolatras, os viciados, os promíscuos.

As pessoas costumam se identificar com os artistas. Mas, vou contar um grande segredo: as obras de arte são do Universo! Não pertence a quem fez. Não pertence a ninguém! São como filhos! A arte é do mundo! E nós, os artistas, os poetas, os músicos, os escritores, os pintores e artistas plásticos somos apenas intermediários, médins do Grande Espírito da Arte.

Quem escutava o Tim Maia cantar não imaginaria o trabalho que ele dava... Raul Seixas era terrível de se lidar! Todos os artistas têm sensibilidade mediúnica, mas não são especiais. Temos apenas um canal mais aberto. Posso dizer isso com toda a certeza! Eu componho,eu escrevo, mas sei que vem lá de cima, e, muitas vezes, vem de baixo também...

Eu sou ranheta, implicante, as vezes bem chato. Tenho um grande coração e alma, mas as vezes nem eu me aguento. Portanto, isso acontece com todas as pessoas. Não somos especiais, somos canais, apenas! E como canais estamos sujeitos às interferências, magnânimas e nocivas.

Jamais endeuse alguém porque o chão poderá fica bem mais próximo ao seu nariz!



15.6.12

INIMIGOS OCULTOS - O ORIGINAL

Para quem não conhece, este é o texto meu de maior sucesso na internet.
Escrevi há muitos anos atrás e ele já foi citado em matérias e livros.
Ele era o mais famoso antes de Jeito de Mato.
Eu vi, inclusive, algumas versões errôneas e com inserções de outras pessoas.
Este aqui é o original:


INIMIGOS OCULTOS

Sofre de reumatismo,
Quem percorre os caminhos tortuosos;
Quem se destina aos escombros da tristeza;
Quem vive tropeçando no egoísmo.

Sofre de artrite,
Quem jamais abre mão;
Quem sempre aponta os defeitos dos outros;
Quem nunca oferece uma rosa.

Sofre de bursite,
Quem não oferta seu ombro amigo;
Quem retesa, permanentemente, os músculos.
Quem cuida, excessivamente, das questões alheias.

Sofre da coluna,
Quem nunca se curva diante da vida;
Quem carrega o mundo nas costas;
Quem não anda com retidão.

Sofre dos rins,
Quem tem medo de enfrentar problemas;
Quem não filtra seus ideais;
Quem não separa o joio do trigo.

Sofre de gastrite,
Quem vive de paixões avassaladoras;
Quem costuma agir na emoção;
Quem reage somente com impulsos;
Quem sempre chora o leite derramado.

Sofre de prisão de ventre,
Quem aprisiona seus sentidos;
Quem detém suas mágoas;
Quem endurece em demasia.

Sofre dos pulmões,
Quem se intoxica de raiva e de ódio;
Quem sufoca, permanentemente, os outros;
Quem não respira aliviado pelo dever cumprido;
Quem não muda de ares;
Quem não expele os maus fluidos.

Sofre do coração,
Quem guarda ressentimentos;
Quem vive do passado;
Quem não segue as batidas do tempo;
Quem não se ama e, portanto, não tem coração para amar alguém.

Sofre da garganta;
Quem fala mal dos outros;
Quem vocifera;
Quem não solta o verbo
Quem repudia;
Quem omite;
Quem usa sua espada afiada para ferir outrem;
Quem subjuga;
Quem reclama o tempo todo;
Quem não fala com Deus.

Sofre do ouvido,
Quem prejulga os atos dos outros;
Quem não se escuta;
Quem costuma escutar a conversa dos outros;
Quem ensurdece ao chamado divino.

Sofre dos olhos,
Quem não se enxerga;
Quem distorce os fatos;
Quem não amplia sua visão;
Quem vê tudo em duplo sentido;
Quem não quer ver.

Sofre de distúrbios da mente,
Quem mente para si mesmo;
Quem não tem o mínimo de lucidez;
Quem preza a inconsciência;
Quem menospreza a intuição;
Quem não vigia seus pensamentos;
Quem embota seu canal com a Criação;
Quem não se volta para o Universo;
Quem vive no mundo da lua;
Quem não pensa na vida;
Quem vive sonhando;
Quem se ilude;
Quem alimenta a ilusão dos outros;
Quem mascara a realidade;
Quem não areja a cabeça;
Quem tem cabeça de vento.

Causa e efeito.
Ação e reação.
Tudo está intrinsecamente ligado.
Tudo se conecta o tempo todo.
E assim ,sucessivamente, passam os anos sem que o ser humano conheça a si mesmo.
Somos, certamente, o maior amor das nossas vidas!
Assim como o nosso maior inimigo é aquele que está oculto e que habita, inexoravelmente, no interior de nós mesmos.


O BOM DE CAMA E O SEXO FITNESS


Quando eu escuto expressões do tipo "bom de cama" eu acho muito hilário! Eu costumo dizer que bom de cama é  o marceneiro.

Ô Meu Deus, não há bom ou boa de cama, podem acreditar. Se eu for relatar as minhas experiências sexuais aqui estaria numa exposição brutal. No entanto, como eu tenho coragem eu posso afirmar categoricamente que sexo nada tem a ver com performances ou desempenhos físicos, posições mirabolantes, gente malhada com tanquinho ou toda durinha. Sexo tem a ver com vontade, com cabeça e com sentimento. Só isso.

Posso dizer que já tive relações com gente esteticamente linda e sarada, mas que não deu "liga". Entendeu? LIGA. Tem que dar LIGA!

Se você ama o jeito de uma pessoa, gosta do cheiro dela, e se sente algo a mais que o desejo, estes são so componentes máximos para que a gente seja bom de cama. Não adianta nada se pendurar no lustre, ficar se exibindo, ou ser uma máquina de sexo ininterrupto... Aliás, isso realmente atrapalha! Gosto de mulheres femininas, equilibradas e com o seus próprios aromas. Mulheres sem tabu, mas com dignidade.

De uma vez por todas, tesão não tem a ver com desempenho. Tem a ver com a sensibilidade dos sentidos: olfato, paladar, tato, audição e visão. Tudo devidamente organizado pela mente e pelo coração.

O resto é fitness! Não, sexo.

14.6.12

29 - BEATRIZ - CHICO BUARQUE e EDU LOBO - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"

Perfeição. Se há alguma canção que atinja este patamar é Beatriz, de Chico Buarque e Edu Lobo. E ainda mais cantada por Milton Nascimento, no auge da sua carreira e voz.

Se não me engano, a música compõe o álbum "O Grande Circo Místico", em 1983, um disco do Edu e Chico e com a particpação de vários artistas.



Quando escuto este trecho, eu desabo:
"Sim, me leva pra sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz".

Sem dúvida alguma é uma das mais completas músicas brasilieras de todos os tempos.

Aqui está a versão original. Mas, eu já ouvi gravações com Elba Ramalho, Chico Buarque, Edu Lobo, Ana Carolina, Jorge Vercilo, entre outros.

http://letras.terra.com.br/milton-nascimento/47399/

BRASIL RITMO COM ARRITMIA

Onde estão os maxixes, os cocos, as emboladas, os sambas de breque, os choros, as modas...? Onde foram parar os compositores? Hoje temos uma inifinidade de galos garnizés românticos, com duetos dúbios e breguices. Uma diversidade de grupelhos de samba manco de lingua presa e pseudo romantismo cafona.

Ao escutar as gravações antigas reparo no naipe de metais, no coral de vozes, na orquestração, nas percussões coadjuvantes... Hoje, por conta dos custos na produção, aboliu-se os músicos e priorizou-se os ritmistas, a maioria, limitados.

A melodia empobreceu, não há mais crooners, intérpretes, autores. Os sopros foram soprados. Os teclados emperraram. Até o acústico não encontra eco.

A música brasileira está na maior crise da sua história. E faz tempo...

O Brasil é uma país com ritmos e arritmia.

13.6.12

ENNIO para Ennio Morricone


ENNIO

Para Ennio Morricone
Por Maurício Santini


Era uma vez, em meus ouvidos, um Ennio.

Sua missão era fazer com que eu me achasse na canção.

E mais além, fez compadecer meu peito tão tocável.

Fundiu meus olhos com as lágrimas em gotas de um canto só.

Era uma vez um maestro dos meus sonhos.

Ele tocou e entocou em mim as divindades.

Acordou-me com seus acordes.

Deu corda às cordas que sustentam a minha alma.

Era uma vez e sempre foi.

A eternidade sempre carrega suas notas.

Às vezes, não têm dó de mim...

Ás vezes manda-me para lá, onde nasce o sol.

Ennio vai dos meus pés à cabeça.

Dos meus infernos aos meus “Paradisos”.

Compõe a trilha da minha vida.

Ele toca os intocáveis.

Ele passa a minha vida no cinema.

Ele encanta a tela do meu coração.

Deus abençoe este Ennio.

Que consegue ser melhor que o silêncio.












OLHA O TEU RABO MACACO!

Gosto muito daquele ditado: quando apontares um dedo ao teu próximo, saiba que três estarão apontados para ti.

Curioso como têm pessoas que reclamam, são mal-humoradas, criticam o tempo todo, e quando a gente faz isso elas se incomodam... Não é um contrassenso?

Instale um espelho em frente a você. Todos os dias! O que o outro faz, você também faz ou pode fazer em pequena ou larga escala.

Há atitudes condenáveis? Sim, há, mas não compete a gente estabelecer o karma. Nós julgamos o tempo todo, temos o chamado "livre-arbítrio". E creio que isso seja natural para discernirmos o que é bom ou ruim para nóis. Mas, condenar não compete à gente.

Eu reclamo, eu critico, eu abro o berreiro, mas não enforco, não assassino em praça pública.

O mais engraçado é que eu escuto e vejo isso todos os dias dos outros e não os taxo de chatos. Mas, quando eu deito reclamações, eu sou o chato.

Sabe de uma coisa: olha o teu rabo, macaco!

12.6.12

28 - TODO O SENTIMENTO - CRISTOVÃO BASTOS E CHICO BUARQUE - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"

Para não dizer que eu não falei de amores,  neste dia dos namorados, aqui vai minha contribuição romântica para a data. "Todo Sentimento" é do álbum Franscisco, de 1987. A melodia é do pianista Cristóvão Bastos e a letra é do Chico.

Quer algo mais tocante que este verso?:

Depois de te perder
Te encontro, com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei, como encantado
Ao lado teu.


Quase não há nada para se dizer com respeito a esta música. A versão que eu escutei primeiro foi a da Verônica Sabino, mas prefiro a do Chico. A letra merece um destaque à parte e a canção logo está abaixo...


Todo o sentimento
Cristóvão Bastos - Chico Buarque/1987
Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo
Da gente
Preciso conduzir
Um tempo de te amar
Te amando devagar
E urgentemente
Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo o sentimento
E bota no corpo uma outra vez

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente
Doente
Prefiro então partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente
Depois de te perder
Te encontro, com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei, como encantado
Ao lado teu
http://letras.terra.com.br/chico-buarque/45181/

UM DIA DOS NAMORADOS


Ah, o dia dos namorados... Uma noite mágica!

A gente se prepara, coloca a nossa roupa de domingo, se borrifa do melhor perfume e vai buscar a amada.

O casal resolve comer uma raclete suiça ou uma fondue de queijo. A espera é de duas horas... O romantismo está no ar! Então, desistimos das refeições invernais e partimos pra algo mais francês. Lotado. A opção é um italiano mesmo, mais simples, tranquilo, mas um restaurante, não uma cantina. Fila na porta. Já passa das onze e meia... Ah, vamos comer algo mais leve, um sushi japonês. Não dá nem pra chegar, trânsito. Já passa da meia-noite e já é dia 13. A fome nos assola. Ah, pelo amor de Deus, nem que seja um fast food! Mais espera. Resolvemos esperar. Já são 1 da manhã e o humor já foi pro saco. O romantismo acabou. E ainda temos medo de arrastão... Não dá mais pra esperar... Já são 1h30 da manhã. Fomos embora. Paramos numa padoca 24 horas e nos enchemos de sanduba com coca zero...


11.6.12

27 - TREM AZUL - LÔ BORGES e RONALDO BASTOS - Série "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"


Ao contrário do que se pensa, estes dois meninos não são Milton e Lô e sim, dois meninos na beira de uma estrada em Minas. Mas, eles foram ainda mais felizes por fotografarem esta coincidência. O disco Clube de Esquina, de 1972, sem dúvidas, é um dos dez mais importantes da música popular brasileira.

Trem Azul, de Ronaldo Bastos e Lô Borges, é a canção que mais sintetiza o sucesso da obra. O que vocês acham de uma canção que foi gravada, em inglês, por nada menos que Tom Jobim? Blue Train...

Sua letra é simples, singela. Mas, os acordes desta melodia são arrepiantes, otimistas.

Ah, Minas Gerais!!!

Abaixo, a versão original do disco:
http://www.youtube.com/watch?v=QO1MdbQQv28

OS MONSTROS DO MEDO E O NOSSO BOM SENSO

Se eu deixar que o medo tome conta de mim, um monstro com diversas cabeças se instalará na minha vida. Isso é falta de confiança em Deus. Mas, sabemos nós que o medo é um dos sete demônios do homem, como dizia Molinero, guru de raja yoga.

Sincronicidade! Enquanto estava escrevendo esta linha, abri uma página de um livro e li a frase: onde vivem os monstros...

Pois é, vivem cá dentro de nós e são seres abissais. Como fazer para aniquilá-los? Fugir, enfrentar, fingir?

O medo pode ser uma ferramenta importante. Assim, podemos trazer um monstro para lutar por nós, ao nosso favor. É isso, fazer com que estes monstros atuem pela gente. Um medo pode evitar acidentes, pode barrar vontades que nos seriam nocivas. Pode nos preservar. No entanto, pode também nos sabotar e nos arremessar longe de uma felicidade.

Bom senso é a medida. Serenidade, equilíbrio, um passo de cada vez para perdermos o medo. Intuição e coragem! Estas são as palavras! Afinal, quem não quer ser feliz?

6.6.12

OS IMPREVISTOS DO TEMPO

Quando eu fiz  a reserva na pousada em Paraty, litoral do Rio, a cidade amada, estava um sol de rachar! E eu pensei que seria bom andar de barco, percorrer as ilhas e vagar de madrugada pelas vielas históricas.

No entanto, justo esta semana, o tempo virou e a chuva deu o ar de sua desgraça. Conclusão: Paraty será com chuva! Creio que não será possível andar de barco e percorrer as ilhas, mas posso vagar de madrugada pelas vielas históricas.

Eu nem imaginaria que a frente fria viesse essa semana. E é assim com a vida. As vezes a gente pensa que será tempo bom, mas chove. E quem disse que não pode virar de novo? E um vento inesperado soprar as nuvens cinzas e trazer um sol para mim.

Temos que saber lidar com as imprevisões, com os imprevistos. Mesmo porque nem sempre é sol, mas nem sempre é chuva também. E a chuva pode ser boa! Você já andou na chuva com um grande amor?

O tempo traz tudo isso.

Não tem problema, quem sabe tudo possa mudar de novo e eu possa andar de barco e percorrer as ilhas.

5.6.12

26 - VIOLA ENLUARADA - PAULO SÉRGIO VALLE E MARCOS VALLE - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"

1967. Em plena ditadura militar, os irmãos Paulo Sérgio Valle e Marcos Valle (que depois tentou uma carreira de cantor fitness e não deu certo), fizeram a clássica "Viola Enluarada", com particpação especial do então não tão nacionalizado Milton Nascimento. A música fez um estrondoso sucesso.

Era a época dos grandes Festivais da Record e da linguagem subversiva de Geraldo Vandré. Eu nunca havia reparado na letra quando criança, mas depois parei pra prestar a atenção e ver que se tratava de um hino de liberdade. Não tenho ideia se ela foi censurada, mas pelo teor seria uma séria candidata.

Gosto muito da melodia. Talvez a letra não teria sido encarada como um protesto, mas eu vejo como sendo algo bem oculto, e que os militares julgavam como uma ode heróica de brasilidade. A não ser que eu seja muito inocente, os compositores me provaram o contrário.

Aqui, a versão original com o Milton e o MPB4
:
http://www.youtube.com/watch?v=0mYnNtv7beI

A LUZ E A SOMBRA DO AMOR


Se alguém disser que o amor é apenas fogo está enganado. O amor também é gelo e, como tal, pode queimar.

Não há quem não se assuste da imensidão do amor. É incomensurável, não dá pra medi-lo. Mas, mesmo com o agigantamento das suas ondas, há também um mar sereno.

Tudo está no amor. Ventania e brisa. Tempestade e céu azul. Água e areia que se misturam.

Há pedras afiadas, mas há o remanso das sombras das árvores.

Quem quiser entrar neste Universo deve saber que há estrelas, sóis, luas, mas há meteoros e buracos negros. Mas, assim podemos ganhar o infinito!

Quem não se atreve a percorrer estes mundos desconhece o que é a felicidade. Será triste na sua estagnação porque só o amor é capaz de mover todas as coisas.

O amor é sombra e luz e isso é que confere o equilíbrio.

O amor é tudo. Sem o amor não somos nada.

4.6.12

RESPEITO A CRONOS, É BOM E ELE GOSTA

Tempo pra tudo! E o tempo de Deus não é o tempo dos homens. Tempo de plantio, tempo de maturação, tempo de colheita. E não adianta atropelar o deus Cronos porque esta divindade, quanto mais desafiada, mais temos a sensação de estagnação.

Cronos deve ser um amigo e confidente. Tem que ser um aliado e não um inimigo. Eu procuro me unir a Cronos por meio das minhas experiências, minhas maturidades, minha pele sadia. De vez em quando me revolto com ele e ele me deixa ainda mais na mão, a espera de algo que parece nunca acontecer. O caso é que acontece quando ele acha que tudo está pronto.

O deus Cronos é o aspecto do tempo de Deus. E como no Universo, o tempo é maya, ilusão, as coisas apenas acontecerão num tempo propício, quando Ele decidir que está maduro. E como fazemos para amadurecer mais rápido? Não tem jeito. Podemos ter pressa de comer a fruta no nosso tempo, e ela estará verde. E não nos dará prazer, além de poder ofertar uma bela dor de barriga. E se deixamos o tempo passar sem observar a maturidade da fruta, ela pode passar do ponto e apodrecer.

Então como fazemos? Respeitar Cronos, respeitar o Tempo de Deus.

1.6.12

O JOGO E O MIMO


Eu não gosto de jogar cartas. Eu não gosto de jogar War. Eu não gosto de jogar video-game. Então, eu não seria afeito a jogar com as pessoas. Mas, sei que as pessoas jogam... Jogos de sedução, jogos de poder, jogos de paciência.

O que eu vejo é que quanto mais a gente joga, mais a vida joga com a gente. Quando mais entramos nas jogatinas, mais as pessoas fazem o mesmo conosco. Então, eu prefiro ser autêntico e original e jogar o menos possível.

No entanto, mutas vezes o que eu pensei que era jogo dos outros, nada mais era que a minha falta de paciência. Sabe como é, jogaram tanto comigo que eu já penso que a prática é comum com as pessoas. E as vezes, a pessoa simplesmente não está jogando, mas eu penso que está. Meu erro.

Quando eu era criança, quando eu não gostava de uma brincadeira eu levava a bola embora. Coisa de criança mimada. Preciso mudar isso em mim.

DITADURA - QUE HISTÓRIA É ESSA?