TUDO É UM, E NÃO O SEU UM QUE É TUDO


Bebe das fontes do Taoismo de Lao Tsé e Chuang Tsu sobre a aceitação, o movimento e o "Sim" e diz que a sua filosofia toda é nova.

Navega nas águas de Sidharta Gautama, anda pelas ruas do Caminho do Meio e cita a influência dos ancestrais e defende que a sua disciplina é revolucionária.

Fala do caminho do coração do Cristo Jesus e vai ao deserto falar com o "Centro Vazio" e declara que toda a sua abordagem é lançamento.

Vai pra medicina dos Vedas hindus e cita a psicossomática do inconsciente e salienta que tudo em sua vertente é novidade.

Ela descobre um mundo novo no velho e diz arrogantemente que é recém-nascido.

Filha minha, suas constelações são bebês prematuros de filosofias milenares, não "arrogue-se".

Ninguém descobriu nada, tampouco você.

Tudo é UM, mas não pense que o seu UM é Tudo.


Comentários

Postagens mais visitadas