E DEUS CRIOU OS SEUS SIGNOS

Deus tava com um mau humor terrível, não sabia o que queria do Universo e num rompante visceral e histérico criou as Arianas.

Não ficou feliz, mesmo assim, cabeça dura que é, teimosamente prosseguiu na mesmice e criou as Taurinas.

Como a teimosia não levou Deus à nada, o Criador resolveu então procurar todos os Seus amigos do Universo (Seus filhos) e começou a fazer uma série de cursos de um monte de coisas, ao mesmo tempo, e assim criou as Geminianas.

Passado um tempo, quando viu que tinha muita gente no Paraíso e ele não queria ser mais tão incomodado, fechou-se em si mesmo, se aninhou para perto da Sua Família e teve uma crise de maternidade - Deus queria ser Mãe também e assim criou as Cancerianas.

Depois de ter criado um monte de gente e achado que sabia de tudo, Deus foi em busca do seu Graal, do seu grande amor, aqueles do tipo Casablanca, que só existem nos filmes. E melancolicamente criou as Leoninas.

Mas, que bagunça era aquela? Um monte de signos soltos e vagos? Deus então meteu o bedelho na vida de todo mundo e quis arrumar a casa. Deus se tornou um chato e criou as Virginianas.

Quando tudo estava arrumado, Deus resolveu dar um banho de beleza e estética no Universo. Mas, não sabia se queria branco ou preto, planetas coloridos ou cinzentos. Uma hora Ele achava tudo lindo, outra, nem tanto. Em um dado momento, Ele comia todos os manás, outro, ficava em jejum. Neste estado, Deus criou as Librianas.

No entanto, com aquele fogo eterno danado, Deus saiu pelo Universo à cata da Sua cara metade. Como não tinha ninguém igual a Ele, resolveu pensar que existia um complô. Estava revoltado e passou a descontar sua rebeldia com as outras deusas. Queria vingar-se e, deste jeito, criou as Escorpinianas.

Ah, como tudo tava muito chato e enfadonho, parado mesmo, Deus resolveu se aventurar, viajar pelas galáxias, comer do bom e do melhor. E não criar raízes... e assim criou as Sagitarianas.

Como só sair também enjoa, Deus então resolveu trabalhar, trabalhar, trabalhar e não fazer mais porra nenhuma, a não ser, trabalhar. E trabalhando fez as Capricornianas.

Como só trabalho não dá conta, Deus então resolveu sonhar, sonhar, sonhar e ideologizar um futuro. Criou histórias mirabolantes e viajou nelas. Ele cria em tudo que Ele criava... Deus estava na sua fase Zen, volitando como uma borboleta, distraído, quando criou as Aquarianas.

Mas, de tanto voar e ficar pelos ares, Deus começou a ficar triste, depressivo e começou a beber, beber, e não parar de beber. E assim, chorou, chorou, chorou, se martirizou, quis se matar, mas, como Deus nunca morre, resolveu se divertir nos braços de alguém. E assim, criou as Piscianas.

Comentários

Postagens mais visitadas