MAURÍCIO E OS SEUS DESENCONTROS

Em meados de 1985, minha namorada na época desmanchou o nosso namoro. Éramos muito jovens. Mas, lembro-me que foi a primeira hecatombe afetiva da minha vida. E fiquei muito tempo buscando um reencontro com a ex-namorada, porém de maneira natural, sem forçar nada. Por incrível que pareça, Deus nunca promoveu um encontro casual, a não ser depois, quando tudo tinha se acabado. 

Escrevi isso para exemplificar um fato curioso e um pouco triste da minha história e, talvez, da história da maioria das pessoas solteiras não tão jovens: os DESENCONTROS.

Muitas vezes encontrei mulheres bem interessantes, amáveis e "compromissíveis", no entanto, estavam comprometidas ou impossibilitadas. Outras vezes, estavam bem distantes de mim. Algumas vezes eram bem mais jovens. Desencontros. Casadas, namoradas, longínquas, novas demais...

Eu lamento tanto isso...Essa impossibildade.

Será que o Criador me ofertará um dia um possível Encontro?

Comentários

Postagens mais visitadas