NÓS AJUDAMOS A PERDER O MUNDO

Minha mãe disse que se quisesse ver filme pornô ela alugaria na locadora. Logicamente ela estava se referindo às constantes baixarias patrocinadas pela emissora mor do Brasil, a TV Globo. Ela diz não suportar mais.

Mas, e você ainda tem alguma dúvida de que todo o reality show é roteirizado e dirigido? Tem? Então, precisa sair do seu Reino de Fantasia e partir logo para a realidade. Tudo é esquematizado ou aproveitado.

Eu, ao contrário da minha mãe, vejo filme pornô, as vezes, mas de maneira velada e oculta, longe de todos. Sou homem, tenho mais de 40 anos, trabalho, me sustento e sou responsável. Mas, e o seu filho, seu neto, a sua princesinha, os seus pais e avós? São obrigados a ver cenas tórridas de sexo e simulações de estupro que invadem a sua casa? São obrigados a acompanhar manifestações ruidosas de mulheres e homens sexistas sem qualquer critério, desprovidos de inteligência e pudor mínimo?

Não sou nada pudico. Mas, estou tão cansado da indecência humana, da sacanagem que vende, da baixaria marqueteira. Parece um pesadelo sem fim.

E de quem é a culpa de tudo isso? De nós. Somente nossa. Porque somos nós que compramos. Nós que compartilhamos a bobagem da Luiza que foi pro Canadá, nós que consumimos as carícias debaixo e de cima do edredon, nós que cantamos a música do Michel Teló, nós, nós, nós...

Se você tiver saciado com aquilo que você ingere pela TV, pela rádio e pela internet, tudo bem, vá em frente! Mas, saiba que tudo isso reflete na educação, postura, responsabilidade, ética, disciplina e conduta do seu filho, da sua mulher, do seu amigo. Depois, não reclame que o mundo está perdido. Você é quem ajuda a perdê-lo.

Pense bem em qual Terra você quer pisar daqui pra frente?
Num imenso, violento, infeliz e indecente reality show?

Comentários

Postagens mais visitadas