ME DESCULPEM AS LINDAS, MAS O JEITO É FUNDAMENTAL!

Vinicius de Morais era um ótimo poeta, um bom letrista e um embaixador razoável. Mas, o mais infeliz do "poetinha" foi a frase que cunhou "Me desculpem as feias, mas a beleza é fundamental!". Infeliz. Mesmo porque não é real. E vou dizer as razões...

Já tive algumas experiências bem frustrantes com mulheres que eram lindas. Se eu for contar... Mas, já me relacionei com mulheres que ao invés de me curtirem, curtiam a si próprias, estavam preocupadas com o cabelo, com o esmalte, com a maquiagem. Comiam alface e tomavam água. Já tive relações iceberguianas com mulheres lindas. Já sai com hematomas e feridas. Algumas mulheres lindas exalavam alguns odores indesejáveis, entre bafos e cecês - elas pensam que só a beleza basta? 


Outras beldades, pela quantidade de assédio, davam de ombros, desprezaram, não retribuíram a simpatia, nem a educação. Outras, eu soube que eram garotas de programa ou se "prostituíam" particularmente com algum coronel que as sustentavam... 


Já fui traído, enganado, roubado, ludibriado por mulheres bonitas...


Não digo que todas são assim, e agora eu sei que há mulheres lindas que refletem a alma pra fora. Mas, defendo que o Jeito, sim, o charme, este sim, é fundamental! A feminilidade, a simpatia, a educação, os modos, a forma com que se relaciona, sorri e se porta. 


Então, consertando o erro histórico de Vinicius de Morais, "me desculpem as lindas, mas o JEITO é fundamental!"

Comentários

Postagens mais visitadas