O AMOR E O CAMINHO DO MEIO

As pessoas são capazes de amar de graça! Quando a gente gosta de alguém queremos sempre cuidar, proteger, zelar, acarinhar a pessoa. Sim, isso é muito importante porque "rega" o amor. Mas, quem nos ama, nos ama por aquilo que somos, que pensamos, que sentimos, que somos. Isso vem gratuitamente.

Certa vez uma terapeuta me disse que ela não fazia nenhum esforço para ser amada. A nossa insegurança faz com que a gente cometa alguns exageros no tocante ao amor. Algumas pessoas já são omissas por medo de amar demais.

Por isso devemos pedir que o nosso anjo da guarda nos ajude a ter amor com equilíbrio, paz interior, discernimento e confiança! Se algo está bem e caminha bem, é importante cuidar para que este sentimento se mantenha. Mas, terei que me proteger de mim mesmo, dos meus arroubos de amor demasiado.

Tudo que é de menos, falta. Tudo que é demais, sobra.


O Buda disse: se esticarmos demais a corda, ela arrebenta. Se afrouxarmos demais a corda, ela não toca. Caminho do Meio! 

Comentários

Postagens mais visitadas