AVISO AOS BALADEIROS DE PLANTÃO


Sou avesso às baladas. Sim, mas me fundamento demais nas constatações energéticas que uma balada convencional pode produzir. Vamos aos fatos espirituais.

Vamos supor que você, querido médium ou sensitivo ou mesmo sensível, vá à uma balada destas onde há uma profusão grande de pessoas. Normalmente estes lugares não batem sol e assim são mais complicados de varrer as impurezas. Pois bem. Você vai com a proposta de dançar, encontrar os amigos, paquerar e beber algo.

O que você acha que vai encontrar energeticamente num ambiente como estes? Duendes? Fadas? Espíritos de Luz? Anjos? Não!!! O que mais encontramos nestes ambientes são os chamados "vampiros de energia"!

Se você fosse um vampiro de energia quais locais você frequentaria? Pense bem. Logicamente num lugar que estivesse repleto de pessoas, não? E que este local tivesse muita energia da cintura pra baixo, não? Energias grossas nas pernas, no ventre, nos pés.

Bem, daí você vai dançar. A música está em alto volume. Uma turba de homens e mulheres ávidos pelo contato sexual, por menor e mais inocente que seja. Bebidas alcoólicas. Há um espaço melhor que juntar, sexo, álcool, dança, azaração, entre outros, do que uma boite? Um show, por exemplo, ao ar livre, pode dispersar energias pelo éter, além do local ter batido sol, vento, ar e ainda tem a terra capaz de sugar. Mas, e num lugar fechado e sombrio???

Tudo bem. Você não tem medo. E nem deve ter! Se você é casca grossa, também terá problemas. Mas, se é sensível às energias, você tá lascado! E você será encarado como "carne nova no pedaço"! Vão trocar até sopapos para quem fica com a presa energética, que o acompanhará em casa... Sim, porque o vampiro, como um bom cavalheiro, não largará você naquela noite até arrancar um bom pedaço da sua energia. E esta energia estará infectada por algumas semanas e até meses... E, muitas vezes, não é apenas um que te acompanha, e sim, um revezamento de seres vampirescos que ficam no seu quarto em noites e noites a fio...

Gostou?

Não quero aqui ser escatológico, mas isso é uma revelação! As pessoas não enxergam os bastidores de um plano astral mais denso. Não sabem o que rola de sugação no mundo.

Sim, vá dançar, mas escolha bem o local! Procure se arejar muito, evite ficar muito tempo exposto nas aglomerações. Beba pouco. Vá com pessoas mais positivas, mais responsáveis. Não fique muito tempo. Se é possível evitar estes lugares melhor para você e para a sua família.

Apenas um toque para que você não se transforme numa fonte viva, frequente e dançante de energias repugnantes e que farão mal à sua mente e ao seu coração.





Comentários

Postagens mais visitadas