O FIM DO MUNDO E OS MUNDOS SEM FIM



Fim do mundo é não amar a si mesmo, nem tampouco ao próximo.
Fim do mundo é ter inveja do outro porque ele foi capaz de fazer.
Fim do mundo é fugir de medo de si e culpar os outros.
Fim do mundo é não reconhecer o valor de quem te ama.
Fim do mundo é ingratidão e a não retribuição dos que te fizeram bem.
Fim do mundo é se vingar e esperar pela tão sonhada paz interior.
Fim do mundo é jamais se ligar ao Divino e desejar que as coisas caiam do céu!
Fim do mundo é buscar um fim sabendo que pode ser apenas um começo.
Fim do mundo é se inundar de loucuras insanas e esperar uma realidade saudável.
Fim do mundo é ter ciúmes e se jogar no lodo da baixa-estima.
Fim do mundo é crer que apenas um ser é a razão da tua felicidade.
Fim do mundo é negar o amor ao outro e desejar ser amado.
Fim do mundo é plantar a inimizade e querer colher frutos doces.
Fim do mundo é se pautar na estética e esquecer da alma.
Fim do mundo é desprezar a natureza e não esperar reações de fim do mundo.
Fim do mundo é crucificar Cristos, flechar Krishnas, esmagar Budas.
Fim do mundo é morrer cada dia como se fosse apenas viver o amanhã.
Fim do mundo é tratar-se mal e esperar o bem.
Fim do mundo é esquecer de Deus se achando um único deus.
Fim do mundo é não ter qualquer fim que promova começos.
Fim do mundo é decretar um fim do mundo.

Não há Fim do Mundo.
O que há são Mundos sem Fim.


Comentários

Postagens mais visitadas