A PACIÊNCIA E O RESGATE DO JABOTI


Os vizinhos abissais que habitavam a moradia ao lado da minha casa se mudaram com a Graça de Deus! E deixaram no quintal, sozinha, trancada, sem água e comida, a TARTARUGA (na verdade, um jaboti).
Hoje pela manhã eu escutava os lamentos dela. Elas fazem um barulho de garganta.

6:30 da matina, estava eu, pegando minha escada, pulando muros, caindo no quintal vizinho e resgatando aquela tartaruga quase morta. Ela me agradecia com os olhos. Coloquei-a no meu quintal e jamais tinha visto uma tartaruga tão ávida por viver. Ela comeu uma série de plantas minhas. Eu tinha mamão e dei. Nunca gostei tanto de ver um ser devorando as minhas plantas.

Deus me deu uma tartaruga para eu saber andar com os passos mais lentos e ter paciência e serenidade.

Comentários

Postagens mais visitadas