O NEÓFITO E O INICIADO


Iniciado é quem passou por algum rito de passagem, uma espécie de teste, uma prova de fogo.
E neófito é um aprendiz, aquele que ainda não foi iniciado e quem um dia assim o será.
Não há ritual de transformação sem alguma dor ou angústia.
Como mencionou o Wagner Borges, o processo de maturação de uma lagarta para uma borboleta é sofrível. O desencarne também é um momento angustiante e tenso na maioria das vezes.
Passado o momento de maior tensão, a consciência está pronta para ser iniciada.
Mas, ocorre que, muitas vezes, os iniciados se esquecem de suas provas e conseguem ser mais aprendizes que os neófitos. E o contrário também acontece.

Os iniciados precisam desempenhar o papel de maturidade espiritual e servir de exemplos aos mais novos. Digo isso por mim, que já fiz as vezes de um obsessor. Quanto maior a luz, maior a sombra que ela despende. Por isso, o orai e o vigiai de Jesus.

Acabo de passar por uma etapa de uma fase de iniciação. E agora preciso realizar o que aprendi. A teoria é fácil, a prática é a iniciação.

Assim, que o Todo me fortaleça, me dê paciência e serenidade para caminhar a passos naturais, nem menos, nem mais, do que a natureza caminha. Afinal, todos nós somos neófitos e iniciados em muitas coisas.




Comentários

Postagens mais visitadas