OS VENDILHÕES DO TEMPLO E A HIPOCRISIA DAS RELIGIÕES

e expulsou todos os que ali vendiam e compravam, derribou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a fazeis covil de salteadores.» (Mateus 21:12-13)

Este trecho extraído da Bíblia, dá conta da atuação mercantilista dos vendilhões do templo, quando da visita de Jesus na cidade de Jerusalém. E o quanto o Rabi rechaçava esta postura. 

Diariamente, um pastor vende assinaturas de TV a cabo com programações evangélicas, enquanto que os pecadores que não assinam e ficam mesmo com a TV dos gentios, irão direto para o inferno. 

No último mês de agosto, uma igreja, cujo sacerdote se paramenta com trajes judeus do Sinédrio (o mesmo que ajudou a condenar Jesus), inaugurou o Templo de Salomão gastando a quantia dizimal de 600 milhões de reais, dinheiro este que poderia sustentar centenas de milhares de fiéis e ainda abrir dezenas de unidades mais simples de bem estar espiritual.

Ao visitar a Catedral da Sé e a Basílica de Aparecida, podemos notar a imensa quantidade de vendilhões templários que vendem bugigangas de todos os tipos e tamanhos de devoção. A diferença é que na época do Rabi Jesus, vendiam-se oferendas como pombos e cabras para o sacrifício. 

Alguém pode me dizer qual foi a verdadeira razão que Martin Luther, mais conhecido como Luthero, percursor do Protestantismo, resolveu romper com a Santa Magna Igreja Católica?  Eu respondo: o caráter meramente comercial do seu clero. 

Enquanto isso, os adeptos das religiões afro-brasileiras ou até os chamados Magos da Nova Era comercializam de tudo: de travesseiro com setes ervas à estátua de resina de orixá; de incenso indiano a banho de cromoterapia, de tarot cigano à pedrinha de bolso de proteção. 

Eu não quero dizer mais nada, só apenas ressaltar que os Cristãos não seguem verdadeiramente O Cristo. E que Jesus, que já foi tão fanaticamente usado para matar tanta gente, não tocou quase nenhum coração com Seu amor e fé. Os Cristãos conseguem ser ainda mais hipócritas, mais até que os muçulmanos que decapitam um ser humano em nome de Alá ou de Maomé. 

Nem a Bíblia ou o Evangelho os devotos do Cristianismo seguem, quanto mais o Seu Amor. 
Haverá uma era onde o Cristo não precisará de livros e nascerá diretamente no coração do homem. 

Comentários

Postagens mais visitadas