DILMA, OS EXAGEROS E SANTA MARIA

Na última semana, uma verdadeira avalanche de sandices têm se avolumado nas redes sociais com relação à tragédia de Santa Maria.

Há quem diga que gente de partes do Brasil está viajando rumo à cidade numa espécie de turismo fúnebre.

Uns mais espiritualistas e reencarnatórios delegaram este episódio triste ao processo kármico - as vítimas seriam alguns soldados alemães (por conta do sobrenome de algumas vítimas) que asfixiaram os judeus nas câmaras de gás durante a Segunda Guerra Mundial...

Outros, culparam os jovens por frequentarem as "baladas".

A nova moda agora é uma carta à presidente Dilma pedindo que ela "engula" o seu choro...

Meu Deus!!! Vamos pensar um pouco apenas??? Eu ajudo, pode deixar.

Sobre o aspecto do karma (ação) e reação. A Providência Divina, Os Senhores do Karma, Os Engenheiros do Astral, ou seja lá a nomenclatura que queremos dar, em hipótese alguma, juntaria os envolvidos pelas carnificinas do III Reich em uma boite do sul do Brasil para sufocá-los com fumaça! Isso não funciona deste jeito. Não descarto a hipótese que uma ou outra pessoa possa ter processos kármicos ligados às guerras. Todas as nossas atitudes, pensamentos e sentimentos ficam registrados numa espécie de arquivo pessoal e planetário, gravado na nossa aura, e são engatilhados no momento certo. As próprias pessoas com resgates kármicos, e todos nós temos, desejam crestá-los, queimá-los para se livrarem deles. Ou você prefere viver com fardos pesados por todas as tuas existências? É por isso que existe a reencarnação e a possibilidade de resgatar os erros passados e acertar com o presente. Acertar significa fazer o bem para si e para as outras pessoas.

Do ponto de vista espiritual, o mais importante neste momento é orar aos que foram para o outro lado, aos que ficaram e passaram por este trauma, aos familiares, aos amigos e aos espíritos que estavam no local. Isso sim é altivo e relevante. Só isso! Porque o Plano Astral não dá ponto sem nó. O Astral já sabia da tragédia bem antes de materializar-se... Isso é fato!

Não podemos controlar o Universo! Não há como evitar desencarnes! Quando chega a hora, o trem apita, não tem jeito, não temos controle sobre isso! Não temos controle nem sobre nós mesmos... Não adianta culpar os outros pela morte de alguém, mas temos que responsabilizá-los pelo que deixaram de fazer ou fizeram mal feito.

Jovens gostam de "baladas", nem todos, mas a maioria sim. Eu, por exemplo, gostei até os meus 17 anos. Depois a gente amadurece e deseja outras coisas mais significativas, com mais conteúdo. É certo que os ambientes destes locais sugerem atmosferas mais pesadas. São sombrias, escuras, muita droga consumida nos banheiros, álcool desmedido, sexismo exagerado, e uma infinidade de espíritos "vampiros" à cata de energias mais densas. Se os jovens pudessem ver o que os clarividentes enxergam nestes ambientes, eles evitariam estes lugares... Entidades muito grosseiras que grudam no campo energético como chicletes e começam a intuir aos adolescentes para as mais diversas bobagens, no afã de torná-los vulneráveis para a sugação. Quantas vezes eu cheguei de bares e baladas e tinha alguém grudado comigo em casa... Acontece direto! Mas, não há como evitar a alegria destes jovens. No entanto, todo cuidado é muito pouco. E a responsabilidade agora redobra depois deste acontecimento trágico: somente ir em lugares mais arejados, seguros, sem shows de pirotecnia, não entrar na onda de pensamentos nefastos, observar as companhias (deste e do outro lado), evitar aglomerações, e muito, mas muito cuidado mesmo com quem se envolve...

Quanto à carta pedindo para a Dilma engolir o choro... Trata-se de um absurdo de quem desconhece as esferas de poder. Se ela não voltasse do Chile, se ela não chorasse, se ela não se manifestasse, diriam que a presidente seria fria, calculista e sem qualquer respeito com à dor alheia.

Não podemos fazer desta tragédia uma plataforma política! Isso é um acinte!

Deixem que as autoridades judiciárias e executivas, além da polícia, apurem os fatos. O que sabemos é que a casa teria apenas um porta de emergência, que o alvará de segurança teria vencido, que a banda soltou fogos de artifícios... Ora, os responsáveis são os donos, os funcionários que não deixaram os jovens saírem a tempo porque não foram treinados para atuar em emergências, a banda que soltou aqueles fogos, a Prefeitura e os poderes competentes locais que não interditaram, já que a boite estava ilegal... Aproveitar a tragédia como plataforma política contra a presidente Dilma é o fim da picada! Os municípios e estados têm autonomia e podem e devem decidir, fiscalizar, interditar... Como a autoridade máxima do Poder Federal pode estar onipresente em todos os lugares do Brasil? Por isso existe a autonomia.

Os donos da Kiss estão presos, os integrantes da banda, também. E creio que mais gente será indiciada por crime culposo ou até doloso... Deixem isso para lá! Isso se resolve!

O momento agora é vibrar positivamente aos moços e moças que estão do outro lado com toda a assistência, aos familiares que estão arrasados emocionalmente, aos namorados, noivos e maridos que ficaram viúvos, e aos espíritos que sofreram... Mais nada importa, apenas isso.

Vamos ser justos com o Universo. Não existe nada que Deus não saiba!
Precisamos agora de amor, compaixão, fé e esperança.




Comentários

Postagens mais visitadas