9.11.11

Infelizes, mas com o nariz empinado!

Não tem jeito, passa o tempo e as pessoas repetem o mesmo filme milhares de vezes, não cansam... São infelizes, fazem os outros infelizes, mas enganam bem durante um tempo. No final das contas, todo mundo sai triste e machucado, porém estas pessoas continuam com o nariz empinado!

São as mesmas práticas, as mesmas manias, as mesmas atitudes infantis e tremendamente histérias e neuróticas que sempre as prejudicaram, mas elas teimam e fazem a mesma coisa de sempre. E o pior disso tudo é que elas não percebem (ou percebem e gostam...).

É sempre o mesmo ritual: fazem sujeira (com os outros e a si próprias), esperam a reação das bobagens, percebem (ou não) o mal feito e depois tomam um banho, trocam de roupa e após algum tempo, voltam a mergulhar no pântano, no lamaçal, na estrebaria. Querem o tempo todo, atenção e amor dos outros, mas não ofertam nada em troca, a não ser o o trivial que também dá prazer a elas: sexo.

Envolvem tanta gente no seus enredos...Nunca estão satisfeitas com nada porque se acham "especiais" (muitas vezes é ao contrário - de tanto que se acham menores acabam fazendo besteiras para chamarem a atenção). Na maioria das vezes são ciumentas (invejosas do brilhos dos outros), birrentas e egoístas.

Tenho certeza de uma coisa: o tempo vai passar e elas continuarão infelizes, envolvendo outras pessoas na sua eterna infelicidade, mas com o nariz em pé e olhando pra cima. Cuidado, vão tropeçar sempre nos mesmos buracos!

Enquanto isso, eu agradeço a Deus por ter tirado várias do meu caminho.

Um comentário:

Maurício Santini disse...

NA VERDADE, A MERDA CONTINUA A MESMA, O QUE MUDA SÃO AS MOSCAS...