SOBRE A CONTAMINAÇÃO DAS PRIMAS

Rechaço qualquer tipo de preconceito ou discriminação. De sexo, poder, etário, religioso, político, esportivo, entre outros. Mas, seria eu hipócrita se eu falasse que admiro as prostitutas. Não, eu não as admiro, muito pelo contrário, tenho compaixão. Longe de compará-las com outras atividades, todavia também não admiro um traficante de drogas, nem tampouco um gigolô, entre outros. Como tem gente que se incomoda com o meu incômodo perante as garotas de programa quero deixar bem claro a minha posição. E está muito distante do preconceito.

Acho que esta atividade de prostuição deveria ser regulamentada no Brasil para terminar com a hipocrisia e com os atravessadores. Também acho que deveríamos ter uma região que pudesse abranger a estas casas, mesmo porquê as garotas não passariam por constrangimentos, nem tampouco seus clientes. Isso existia antes. Meu pai disse que o Prefeito Faria Lima, me parece, é quem proibiu as zonas do meretrício. Eu sou a favor.

No entanto, apesar de defender a legalização do exercício desta atividade, mesmo que não seja profissão, e das zonas do meretrício, eu torço o nariz quando vejo uma "prima". Energeticamente há uma atmosfera um tanto asquerosa - a aura de uma mulher de programa é um pouco nauseabunda, com mistura de odores e cores com tons escuros. Quem não é sensitivo não enxerga nada disso. Mas, quem tem essa sensibilidade sabe do que estou falando.

Não acho que esta atividade é exercida por pessoas que se prezam. Tem que se amar bem pouco para ser uma prostituta. E se valorizar menos ainda. Elas não acreditam nelas, no potencial que elas têm para exercer outra função na sociedade. A maioria quer muito dinheiro e para isso usa da "beleza" emprestada pelo Karma. Mas, e as modelos, também não fazem isso? Sim. O problema é que a energia sexual é uma fonte de construção ou destruição. Se um indivíduo, homem ou mulher, troca incessantemente de par, é óbvio que se contamina energeticamente. Não é à toa que estas pessoas vivem rodeadas de um certa nuvenzinha cinza pairando por cima de suas cabeças.

No entanto, as garotas de programa também têm um papel social. Elas servem de "descarga" da maioria dos homens... Daí, quem se recarrega de energias nocivas são as próprias. Eu acho isso muito triste, sem valor, uma baixa autoestima avassaladora.

Entenderam? Essa é a minha opinião. Não as rechaço, não as recrimino, mas não as admiro ou aprecio suas atividades. Assim também é com os garotos de programa. E os traficantes? Sim, eles também vendem o prazer para as pessoas, no entanto um satisfação ilusória, mortal e viciante.

Sonho com um mundo sem nada disso. E você?

Comentários

Postagens mais visitadas