MALAS PRONTAS ÀS RAÍZES

A canção fala de abril em Portugal. Mas, neste caso, minha viagem à Península Ibérica, à terrinha, à Mãe Pátria Portugal, com pitadas de Espanha (sabendo que são do mesmo Reino de Castelo e Aragão) está marcada para fim de dezembro até meados de janeiro.

Na ansiedade, Vinho do Porto, Madredeus, o fado, os castelos, a noite de Lisboa e do Porto, o reconhecimento às origens de Viseu, a neve da Serra da Estrela, a romanidade de Évora, Óbidos, Algarve e Sevilha. Além dos pastéis de Belém, dos queijos da Serra, das castanhas vendidas nas ruas e do Esporão.

Ai pá! Já estou com saudades!

Comentários

Postagens mais visitadas