O MEDO E A CORAGEM DE IR PRA VIDA!

O medo é uma das travas do crescimento. Na casa que reside o pavor, mora também a estagnação. O medo paralisa os músculos do corpo e da alma. Mas, o medo, apesar de ser um fator paralisante, pode também ser positivo na preservação.

Como saber se devemos arriscar? Desde o momento que o feto desponta no mundo, ele corre riscos! Por isso ele chora, de medo! Quando vai à escola, no primeiro dia, a criança teme a falta da mãe. Medo. Quando vai andar de bicicleta, quando toma o primeiro tombo, susto, medo! Quando vai arriscar a dirigir um carro, quando surge um amor... Medo.

Mas, se a gente trancar os nossos movimentos em nome do medo, o Criador nos empurrará ladeira abaixo. Deus não nos criou para nos trancafiar de medo. Deus pede experiências, vida, vivências, exatamente para que a gente possa crescer! Isso não significa que a gente não tenha que ter o crivo do juízo e cometer atrocidades com a gente e com os outros. Não! A vida requer responsabilidades! Mas, as nossas andanças sempre vão sugerir escolhas e elas passam pelo medo.

Se alguém te ofertar um cálice de álcool com substâncias alucinógenas você deve aferir qual o custo/benefício que aquilo lhe trará: você se sentirá bem? não se arrependerá? fará bem à sua saúde física, mental e espiritual? Daí, não se trata de medo e sim, preservação!

Mas, se a vida está te chamando para correr riscos naturais, assim como a chuva, a tempestade, o sol que queima, avalie bem... Não está na hora de parar de brincar e amadurecer com as novas experiências? A dor virá de qualquer maneira, assim como o prazer. No entanto, tanto a dor como o prazer são resultados de um risco... Coragem de ir pra vida!

Comentários

Postagens mais visitadas