A Balada dos Vampiros e a Companhia Energética

Não há como negar. Visualize um porão, onde não temos janelas, as portas são herméticas, o ambiente é escuro, a ventilação é precária. Imagine isso agora com a profusão de bebidas alcoolicas e a ingestão de drogas pesadas. Coloque uma pitada de sexo casual em banheiros, cigarro nas imediações e sons estridentes e rítmicos sem intervalo. Finalize, com uma atmosfera de caça, de sede e fome de sacanagem. Você está num inferno? Não. Você está numa balada convencional, destas que acontecem às pencas nas grandes, médias e pequenas cidades do mundo.

Será caretice minha? Implicância? Sisudez? Talvez. Mas, para quem enxerga um pouco além do físico e tem sensibilidade extrafísica e emocional, as baladas nada mais são que a egrégora perfeita para os vampiros de energia. São sanguessugas espirituais que grudam na aura dos infelizes puxando energia vital. Se você fotografar a dimensão física das baladas, você verá apenas casais, homens e mulheres dançando freneticamente ou se "pegando" no escurinho. Você verá a azaração. Mas, azaração pior é na dimensão extrafísica. É uma festa! Se fotografarmos o mesmo ambiente com as dimensões se interagindo você verá cenas dantescas, dignas de serem vomitadas. Verá seres híbridos indecifráveis, larvas energéticas, vampiros sugando nucas, estômagos, genitais. Verá sujeiras escorrendo pelas paredes. Sentirá cheiros pútridos.

E você pensa que acaba por aí? Não. Depois destas baladas, este mesmo pessoal do outro lado de baixo, acompanha as vítimas em casa, nos motéis, nas estradas e fica dias, semanas e até meses colados na aura da criatura. E daí, vem o medo, a angústia, a depressão, a ansiedade, doenças emocionais e até físicas etc etc etc.

Gostou? Sim, tem gente que gosta.
Você é quem escolhe as companhias energéticas.
Em qualquer escolha que fizer, não reclame, seja feliz ou infeliz, a decisão é sua!!!

Comentários

  1. concordo em tudo....por isso detesto balada. Bjos

    ResponderExcluir
  2. Anônimo20.6.11

    Pensei que só eu estava ficando velha e não gostava mais de baladas. Quando se está vivendo isso, não percebe o que está acontecendo. "Orai e vigiai"? Porque não ensinam isso nas escolas , para que quando se chega na adolescência todos já estejam preparados para tudo isso. Mara

    ResponderExcluir
  3. Danilo24.5.12

    cara, nunca gostei de balada, sempre que ia ficava com muito nojo daquilo, ate na epoca quando namorava não eram raras as vezes de eu sentir asco da minha namorada quando a beijava nesses lugares " sem motivo" aparente, ate q comeceia perceber mais coisas... não frequento mais!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas