15 - AVESSO - JORGE VERCILO - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"

Sei que muita gente vai torcer o nariz pra esta indicação. Todavia, para mim, este é o maior hino Gay do Brasil, mais ainda que a música Super Homem, a canção de Gilberto Gil.

Acredito que a força desta letra e os acordes sonoros desta canção emocionam a qualquer ser, humano ou não, hetero ou homossexual. Quem repara e percebe o que a letra escancara fica sensibilizado.

Eu não sou homossexual, mas não teria problema algum em assumir se assim o fosse. Mas, jamais poderia ter deixado esta obra de fora da minha lista.

Esta música, Avesso, foi relançada em 2000, no cd "leve". Este disco foi bastante notório porque foi o disco que lançou Jorge Vercilo com apoio de Djavan na faixa "Final Feliz".

Aqui está a versão original do disco.
http://www.youtube.com/watch?v=cN-dWLUxEjw

AVESSO
Jorge Vercillo

Nós já temos encontro marcado
Eu só não sei quando
Se daqui a dois dias
Se daqui a mil anos
Com dois canos pra mim apontados
Ousaria te olhar, ousaria te ver
Num insuspeitavel bar, pra decência não nos ver
Perigoso é te amar, doloroso querer
Somos homens pra saber o que é melhor pra nós
O desejo a nos punir, só porque somos iguais
A Idade Média é aqui
Mesmo que me arranquem o sexo, minha honra, meu prazer
Te amar eu ousaria
E você, o que fará se esse orgulho nos perder?
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
O que eu sinto, meu Deus, é tão forte!
Até pode matar
O teu pai já me jurou de morte
por eu te desviar
Se os boatos criarem raízes
Ousarias me olhar, ousarias me ver
Dois meninos num vagão e o mistério do prazer
Perigoso é me amar, obscuro querer
Somos grandes para entender, mas pequenos para opinar
Se eles vão nos receber é mais fácil condenar
ou noivados pra fingir
Mesmo que chegue o momento que eu não esteja mais aqui
E meus ossos virem adubo
Você pode me encontrar no avesso de uma dor
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

http://letras.terra.com.br/jorge-vercillo/46655/

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas