O AMOR E O SOL

Se você abre a boca do seu coração para dizer que ama, assuma logo este amor. De nada adianta declamar seu amor aos quatro ventos e, logo na primeira tempestade, seu sentimento se transforma em orgulho e medo. Amor não cede aos vendavais, se fortalece com o tempo. O amor não seca na estiagem, transborda ainda mais.

Se na contrariedade ou no conflito seu amor diminui de intensidade, seu ego e vaidade estão falando mais alto que o seu coração. Eu quero acreditar que o seu amor fala mais no silêncio. Quero crer que o seu amor sorri pra mim quando estou chorando.

O Sol é soberano. Sempre está acima das nuvens. Por mais que os raios e as trovoadas persistam em dias e noites cinzas, o Sol está lá.

O seu amor tem que ser como o Sol que jamais apaga seus raios nos tempos ruins.
Amanhã é outro dia.
Brilha teu Sol para mim de novo! Se for amor...

Comentários

Postagens mais visitadas