TÃO LONGE, TÃO PERTO, A CANÇÃO

Tão longe e tão perto do peito.
Como se não houvesse estrada,
como se não fosse mais nada.
Além do amor, do respeito.

Junto de você eu me calo.
Tudo sinto, nada falo*
Como se as frases fossem poucas.
Como se as horas ficassem loucas.
Como se o poema fosse ralo.

Ao seu lado,  sou mais covarde.
Manhã que foge da tarde.
Amor que grita em segredo.

Ao seu lado eu não tenho coragem.
De longe eu toco tua imagem.
De perto eu toco meu medo.

* trecho derivado de canção Último Desejo, de Noel Rosa

Comentários

Postagens mais visitadas