9.10.12

HUMANIDADE IGNORANTE, MAS EM TOUCH SCREEN

Esta geração, a cada dia que se renova, mas que preguiça tem de ler!
Isso é uma constatação. Por estas e por outras é que escrevo em frases curtas e textos diminutos.
É a geração da imagem, e imagem nem sempre é tudo, muitas vezes é nada...

Muitos textos belos deixam de ser lidos pela preguiça dos olhos, mesmo que a gente seja bem breve.
É a geração da urgência.
E essa insolência com os olhos formará uma humanidade ignorante touch screen, onde tudo está feito, onde tudo vem pronto.

As pesquisas escolares estão no Google. E um universitário se forma não sabendo a diferença entre B.B. King, Nat King Cole, Albert King, King Size ou King Kong.

Deixa eu acabar logo de escrever se não ninguém me lê...

2 comentários:

  1. Eu leio.
    Sempre, aliás! ;)

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. "Deixa eu acabar logo de escrever se não ninguém me lê..." kkkkkkk ficou engraçado...

    ResponderExcluir

Dos religiosos que se omitem

É notável que alguns grandes líderes religiosos e espiritualistas, muitos não tão grandes assim, têm mantido uma postura neutra diante do mo...