O TEMPO DE MATURAÇÃO E APODRECIMENTO


Quando as marés estão revoltosas o melhor a fazer é recolher o barco. O aprendizado é que um passo atrás  pode servir de impulso para vários passos à frente. Aguardar as tempestades. É como se a gente tivesse que se "encasular" numa nevasca.

Não há tempo viscoso que permaneça eternamente, assim como o sol não nasce todos os dias.

No entanto, este tempo de refreamento tem um limite porque tempo pode fortalecer e curar certas feridas. Tempo demasiado apodrece. Assim como a fruta, se ela está verde, temos que ter a paciência de esperar que ela amadureça, mas se passar do ponto, ela se torna podre.

O tempo é o Senhor dos Destinos, mas temos que saber navegar pelas horas.

Comentários

Postagens mais visitadas