Gay, bi e hetero, o mundo caminha manco

Eu não falo o nome daquele deputado imbecil que é homofóbico. Também não acho que o mundo seja gay. O mundo é o que é, preto e branco, cinzento e colorido. Gay, bi e hetero, o mundo caminha manco. Não é a opção sexual que faz um mundo melhor ou pior. É a alma! É o coração. E o coração não tem membros.

Não gosto de ver apologias de nada. Muito menos de sexo. Muitas pessoas adoram, prezam e compartilham a sacanagem. Eu as respeito, mas não suporto a devassidão. Uma coisa é ser gay ou hetero. Outra é ser devasso, sujo. E isso muitos gays, bi, trans e heteros podem dar as mãos. Não gosto de gente vulgar.Muita gente pode achar que isso é um pouco brochante. Sim, eu adoro sexo, mas não gosto de manifestações devassas e vulgares, só isso. E olha que já fui criticado porque disse isso. Tem homem que gosta, e tem mulher que adora um canalha. Eu amo a sensualidade sofisticada, sensorial e até inocente.

Portanto, seja o que você quiser ser, mas seja digno. Vulgaridade é pra gente banal e sem conteúdo. Que superestima as relações de baixo. Isso porque não se garante nas relações de cima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANDO UMA XÍCARA DE CHÁ SE PARTE

MARIA MADALENA, A LOUCA DO RABI ESTÁ NOS CINEMAS

7 - JARDIM DAS ACÁCIAS - SÉRIE "AS 100 MELHORES MÚSICAS DO BRASIL"