ENNIO para Ennio Morricone


ENNIO

Para Ennio Morricone
Por Maurício Santini


Era uma vez, em meus ouvidos, um Ennio.

Sua missão era fazer com que eu me achasse na canção.

E mais além, fez compadecer meu peito tão tocável.

Fundiu meus olhos com as lágrimas em gotas de um canto só.

Era uma vez um maestro dos meus sonhos.

Ele tocou e entocou em mim as divindades.

Acordou-me com seus acordes.

Deu corda às cordas que sustentam a minha alma.

Era uma vez e sempre foi.

A eternidade sempre carrega suas notas.

Às vezes, não têm dó de mim...

Ás vezes manda-me para lá, onde nasce o sol.

Ennio vai dos meus pés à cabeça.

Dos meus infernos aos meus “Paradisos”.

Compõe a trilha da minha vida.

Ele toca os intocáveis.

Ele passa a minha vida no cinema.

Ele encanta a tela do meu coração.

Deus abençoe este Ennio.

Que consegue ser melhor que o silêncio.












Comentários

Postagens mais visitadas