NÓS INCORPORAMOS O GRANDE ESPÍRITO DA ARTE


Eu admiro o Chico Buarque, o Caetano, o Tom Jobim, o Paulo César Pinheiro. No entanto, eu não vivo a vida deles. Gosto da arte deles e não das pessoas, afinal, eu não os conheço. Eu não bato palmas para as possíveis bobagens que farão. Cansei de ver alguns artistas que eu gosto promover verdadeiras asneiras, falar sandicez e dar péssimos exemplos. O ser humano é assim capaz de promover grandes obras e de "obrar" ao mesmo tempo.

Por esta razão é que os artistas devem tomar cuidado com o que dizem e fazem porque servem de exemplos à humanidade, principalmente aos mais jovens. Se o artista deseja ser polêmico, muitas vezes ele faz apologias ao uso de drogas, de sexo desmedido e influenciam um grande número de seguidores. Nascem assim os alcoolatras, os viciados, os promíscuos.

As pessoas costumam se identificar com os artistas. Mas, vou contar um grande segredo: as obras de arte são do Universo! Não pertence a quem fez. Não pertence a ninguém! São como filhos! A arte é do mundo! E nós, os artistas, os poetas, os músicos, os escritores, os pintores e artistas plásticos somos apenas intermediários, médins do Grande Espírito da Arte.

Quem escutava o Tim Maia cantar não imaginaria o trabalho que ele dava... Raul Seixas era terrível de se lidar! Todos os artistas têm sensibilidade mediúnica, mas não são especiais. Temos apenas um canal mais aberto. Posso dizer isso com toda a certeza! Eu componho,eu escrevo, mas sei que vem lá de cima, e, muitas vezes, vem de baixo também...

Eu sou ranheta, implicante, as vezes bem chato. Tenho um grande coração e alma, mas as vezes nem eu me aguento. Portanto, isso acontece com todas as pessoas. Não somos especiais, somos canais, apenas! E como canais estamos sujeitos às interferências, magnânimas e nocivas.

Jamais endeuse alguém porque o chão poderá fica bem mais próximo ao seu nariz!



Comentários

Postagens mais visitadas