OS JARDINS DO AMOR

Quando todas as portas se fecharem, persevera no amor e elas se abrirão.
Quando não houver mais caminhos para percorrer, persiste no amor e eles surgirão.
Quando a poesia não tiver mais letras para ser escrita, pensa no amor e assim de faz um poema.
Quando o sol, por desventura, não surgir pela manhã, plasma o Astro Rei em teu coração e se dissiparão as nuvens.
E quando somente a dor tomar seu corpo, saiba que o amor é o maior dos bálsamos.
Vive na esperança, abraça a tua fé e segue com coragem.
Porque só o amor pode desatar os nós do teu peito.
O amor é como um jardim supremo, plante, cultive, cuide e assim nascerão as flores.

(Com inspiração e as mãos do Mestre Rabindranath Tagore para este meu momento)

Comentários

Postagens mais visitadas