AS QUATRO ARMADILHAS DO DESTINO - PARTE 1 - A RIQUEZA

De acordo com o líder da LBV, Paiva Netto, nós temos quatro ciladas para derrocar ou elevar a nossa jornada na Terra. Elas são: Riqueza, Inteligência, Beleza e Poder. Certamente, todas estas tentações são ligadas ao Ego Inferior.

Hoje eu vu escrever sobre a riqueza material, que serve muito mais como prova de qualidade espiritual do que a pobreza.

Quando temos à nossa disposição todas as ferramentas necessárias para ter tudo que desejamos, mostramos, de fato, quem somos e para o quê viemos neste planeta. Tudo que combinamos e deixamos previamente acordado do outro lado, acaba perecendo pelo luzir do ouro, pelo brilho intenso das jóias.

Geralmente quem tem tudo não dá valor à vida além da matéria. Confere idolatria aos carros de luxo, aos cruzeiros e viagens internacionais, aos hotéis 5 estrelas, às roupas de grife, e uma leva de objetos e objetivos vulgares e efêmeros. Não enxerga a alma.

O espírito e o coração ficam atirados aos planos inferiores. A alma amesquinha-se. Em suma, quando estes seres descascam da luxúria deste mundo tão generoso materialmente, costumam a ficar apegados às marcas de consumo com suas ventosas e perambulam sós, em meio à escuridão, com colares de pérolas tristes e brilhantes opacos na neblina dos seus pensamentos. Ficam assim por muito tempo... Sofrem em dobro.

O dinheiro é uma energia como outra qualquer. Não se pode viver apenas em função dela. Não se pode ser refém. Temos que canalizar esta energia para o nosso bem e para o bem de muitos outros seres. Para o crescimento de um Todo. Sem mesquinharias, sem luxúrias, sem dependências, sem desperdícios. O dinheiro é uma oportunidade ímpar de Realizar os objetivos mais substanciais e saudáveis.

Infelizmente, o PENSENE (pensamento, sentimento e energia) do milionário, do rico, do bem situado finaceiramente é entupido pelo brilho ilusório e passageiro das aquisições. É uma prova difícil!

Seja próspero! Saiba fazer fluir o dinheiro com a energia da circulação inteligente! Ao contrário do que você pensa, o dinheiro pode ser bem mais pesaroso do que a falta dele...

Comentários

Postagens mais visitadas