A FALTA DE AMOR É UMA DROGA

A cada dia morremos um pouco mais por falta de amor.
Não é só a droga, a bebida, o cigarro que matam.
A principal causa da morte da humanidade é a falta de amor.
Você pode cantar canções para centenas de milhares de ouvidos.
Pode escrever poemas, encenar vidas.
Pode ser astro ou estrela de uma porção de Universos, mas o Amor não é algo que se alcança com o sucesso. Amor é algo que a gente sente no nosso dia a dia, com as pessoas que estão próximas e distantes.
A pior droga que existe é a falta de amor.
O combustível do coração mata milhares de pessoas por dia.
E é uma morte lenta, gradual.
Antes do desencarne final, a falta de amor nos leva à solidão, aos remédios de estômago, aos anti-depressivos, aos narcóticos, ao álcool.
E mesmo que uma multidão aposte em nossa morte, ninguém ao nosso lado se incomoda de fato.
Prefere apontar seus erros ao invés de acariciar suas mãos, a beijar seus pés, ao afagar seu peito.
Ninguém te diz que te ama, a não ser seu pai e sua mãe. Alguns.
E assim, a gente vai morrendo aos poucos por falta de vontade de viver.
Até um dia morremos definitivamente por falta de amor.

Comentários

Postagens mais visitadas