A Felicidade é Simples

Há duas semanas atrás fui à uma festa junina de família. Dividi a mesa com amigos e um quarteto feliz de pessoas: o pai, a mãe, o filho e mais um na barriga da moça. Entre o estalar da fogueira, nacos de milho verde e doses de canjica e amendoim, pude presenciar algo muito maior que a quadrilha. A família.

A felicidade estava estampada. O pai, sentado, apreciava as peripécias juninas do seu filho. A mãe acariciava sua barriga e sorria, entre beijos do marido e da cria. A criança, dentro do útero, parecia exalar uma vontade de pular e viver nessa dimensão. Eles falavam em código, diziam coisas que somente eles achavam engraçado. E uma gota escondida de suor lacrimoso escorreu dos meus olhos... Fui dar uma volta. Não há momento mais feliz do que esse...

Você pode conhecer o mundo, frequentar festas e cruzeiros. Dançar, sorver uma taça de espumantes. Assistir ao jogo do seu time no estádio, andar de barco, transar com vontade, degustar vários brigadeiros. Não há hora mais feliz que realizar a sua família e vê-la feliz ao seu lado. Na verdade, acho que a felicidade é muito mais simples do que se imagina e as pessoas acabam complicando.

Por enquanto, e nem sei se "por em sempre", apenas "invejo" isso com os outros. Trata-de de uma inveja branca, um tanto triste. Mas, de repente, Deus pode olhar compassivamente para a minha vida e me ofertar um naco daquela felicidade. Está nas Mãos Dele já que as minhas caminham vazias atualmente. Quem sabe?

Comentários

  1. pois sim, Mr. a felicidade é bem simples mesmo. Sabe o que me faz feliz? Jogar o colchão na sala e ficar com minha pequena Júlia e o marido assistindo nada porque o que vale mesmo é brincar e rolar com a família! hehehe
    bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas