Dormindo com o Inimigo

Muita gente vai ao centro espírita ou à umbanda para afastar os maus espíritos, as más influências energéticas. Mas, posso afimar de pé junto que os encarnados, as obsessões daqui, que moram, convivem, frequentam o nosso círculo, são os mais nefastos assédios. Além disso, a pior obsessão é a que a gente faz com a gente mesmo. E olha que estou acostumado com isso. Mas, os meus próprios monstros interiores são os piores. E os que frequentam a minha casa como "amigos"...

No entanto, desta vez eu vou falar da real e mais frequente mania de dormirmos com o inimigo. 

E eu coloco, neste mesmo quarto, não só os amantes e sim, amigos, parentes e relações do passado que atormentam o presente.

Quantas vezes lançamos mão deste projeto de dormir com os nossos assediadores? Tenho certeza que você passou ou passa por isso. E que também já foi o próprio obsessor.

Quando o assédio vem de fora, do mundo espiritual, o que temos que fazer? Orar, vigiar, meditar, tomar banhos, etc. Mas, o principal é "sair da sintonia" deste objeto. Não dar campo. Porque se você der, você será um verdadeiro poço de assédio. Você está deixando que isso aconteça!

Mas, e com os vivos desta dimensão? Namoradas (os), amigos, parentes, ex-relacionamentos? É bem mais difícil, não? Como sair dessa sintonias? Sim, devemos orar e vigiar, mas praticar diarimente o exercicio do Desligamento. Se for parente próximo e morar com você, deve criar estratégias para conviver melhor e sair da sintonia que te perturba. Se for amigo, melhor se afastar durante um tempo ou mesmo definitivamente. Se for namorado, reveja o relacionamento, será que vale a pena sofrer tanto? Porque depois pode ser mais difícil cortar a relação e o apego... A gente sempre acha que a pessoa vai mudar, e nada muda, ninguém muda... O que ocorre é que algumas pessoas atenuam seus defeitos com as pancadas do tempo e dos temporais. Pensa: se uma pessoa demora dezenas, centenas de vidas para mudar 1 cm, imagina mudar 50 cm na mesma vida?

Se for ex-relacionamento, é bem mais fácil, por mais difícil que possa parecer. Resolva o sim ou o não. Saiba o que te liga a esta pessoa. Se for amor, recue já e vá resolver este amor com esta pessoa senão você sofrerá por muito tempo... Se for egoísmo, vaidade, orgulho, ego ferido, ciúmes, insegurança, saia já dessa sintonia. Desliga! Solta! Liberta! E o assédio vai embora. Pode demorar um pouco para se desligar, mas desligue-se diariamente desta pessoa. Você não precisa de um porto seguro. Você é um porto seguro.

Ore mais e converse com Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas