O ESPANTO DOS HOMENS E O MEDO DAS MULHERES

Estou lendo um livro do amigo Roberto Bo Goldkorn, "Solidão Nunca Mais" e ele cita o MEDO como um dos principais entraves da entrega. No entanto, o autor vai ainda mais fundo quando defende a ideia de que muitos medos que nós temos de relacionamentos foram garimpados das vidas passadas. Sim, isso é lógico. Você sabia que a ansiedade vem do passado e não do futuro? Ansiedade vem do medo de passar novamente por momentos escabrosos, estressantes, tristes. Daí, você se pergunta: não, eu vou passar por isso de novo? Sim, é provável e assim, paralisa seus movimentos.

Visualize você como uma mulher de 1865. Uma esposa devotada, prendada e vivendo em função do seu esposo. Teve filhos, cuida da casa, dá ordens aos escravos. Seu casamento foi arrumado pelas famílias, mas você aprendeu a respeitar aquele homem. A ter carinho por ele, e até amá-lo. No entanto, ele te trata mal, ele trai você com as prostitutas e com as escravas. Ele diminui você na frente dos amigos. Você não é feliz. E o pior, você não pode fazer nada. Não há como se separar dele porque se fizesse isso seria mal falada, estaria falida. Já teve seis filhos, dois já morreram quando pequenos. E você vive em função de cuidar da casa, das crianças e do marido. Vai à igreja como devoção e lazer. Sua vida foi assim até a velhice, até a morte. Você acha que sua mente esquece disso? Qual o sentimento que você terá pelos homens?

Cada ser reage de modo diferente. Algumas, de tão condicionadas, ainda se comportarão como escravas do sexo masculino. Farão tudo por eles, assim como eram antes. Outras, terão medo, preferem as relações fugidias, breves, para não terem compromissos porque temem, em seus subconscientes,que aquilo se repita. E assim, fogem dos compromissos. Um terceiro grupo irá se vingar dos homens porque sofreram as agruras masculinas dos séculos passados. E assim, competem.

Faz sentido? Na minha visão, totalmente. Os homens também têm suas reações impulsionadas pelo passado: o machismo herdado, a vida sexista e mundana, entre outros. Muitos estranham em demasia o que está acontecendo. Eu mesmo também estranho porque certamente estava condicionado àquelas relações. Mas, posso afirmar que estou a um passo a frente, assim como o Goldkorn e muitos outros também. Eu sei o que se passa e sei que eu também tenho e preciso que mudar.

Mas, não dá pra ficar neste jogo de paga daqui e de lá... Tanto as mulheres, quanto os homens devem se perdoar e refletir seus papéis novos. Efetivamente buscar parcerias respeitosas e igualitárias no presente. Esquecer o que se passou. Há como passar uma borracha no subconsciente? Há como apagar as memórias ancestrais? O primeiro passo é deixar de TEMER. É enfrentar as próprias sabotagens, seus medos e falar em alto e bom som: EU QUERO! QUEM MANDA AQUI SOU E EU VOU REALIZAR O QUE DESEJO DE CORAÇÃO!!!!

Por isso é que eu falo em CORAGEM o tempo todo: COR ( DE CORAÇÃO) + AGGIO (DE AGIR). CORAGEM é agir com o coração e ser bem mais feliz, sem medo. Arriscar, mas aprender e evoluir, sempre!

Comentários

Postagens mais visitadas