OS CONSELHEIROS ERRAM. A VERDADE ABSOLUTA ESTÁ COM DEUS

É muito complicado destinar alguém como a tábua da nossa salvação. Ninguém pode ser o detentor da verdade absoluta, apenas de algumas verdades (e o que é a verdade?) relativas. Seja pai, mãe, marido, filho, namorado, padre, pai de santo, pastor, sábio, sacerdote, terapeuta, psicólogo ou simplesmente um amigo.

Ontem, uma amiga muito amada veio em casa chorando porque seu terapeuta ou psicólogo (como preferirem) deu de ombros, desdenhou e condenou uma atitude da moça. Ora, será que algum profissional da saúde mental é tão sadio assim a ponto de prejulgar ou condenar a atitude de alguém? Por acaso, a verba paga a estes profissionais contempla o desdém ou a condenação? A resposta é não. Terapeuta, psicanalista, padre, médico, pai de santo ou pastor também tem seu dia de paciente ou de fiel desesperado. Eles erram e muito!

Para isso existe um mecanismo que se chama bom senso, que é capaz de filtrar o que nos cabe ou não. Afinal, quantas vezes os chamados conselheiros de reis, rainhas, imperadores, ministros, não se enganaram e levaram as pessoas à ruína?

E, sinceramente, a nossa alma, a nossa intuição e o nosso coração (não a nossa emoção descontrolada) sabe muito bem o que são verdades relativas.

A Verdade Absoluta está com Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas