QUANDO A GENTE AMA ATÉ AS DOR FICA MAIS MANSA - MENSAGEM DO PAI JACÓ

As pessoa fala, mas elas mesmo tem muito preconceito. Elas fica falando que não se incomoda, que tá tudo bem, quando na verdade, fica se remoeno por dentro. É um tar de pega pra capá. É a mãe que fala que a fia não pode se envorver com um preto, é o pai que diz que o fio tá com uma sirigaita. E a pobre que diz que o rico só qué se aproveitá, é o rico dizendo que o pobre não vai dá vida pra sobrinha. É um monte de besterage que a gente vê por aqui...

Uma hora porque é mais véio, outra hora é porque é muito novo. Um trabaia demais, outro é vagabundo. Um é duro que só o pau, outro tem bufunfa e só qué sacaneá. As pessoa fala, mas elas são a primeira a mostrá as diferença. Tem um discurso bonito, mas na hora do vamo vê, a hora que a água bate na bunda, elas mostra a cara.

Aqui, desse lado não tem essa besteira não. Aqui todo mundo é gente. Não tem gente tipo véia, nova, pobre, rica, preta ou branca, tem gente e isso é que importa. Importa sim é a gente gostá! Importa a gente ficá feliz e crescê. Isso sim. Então para de enchê os picuá dos outro e de repará na vida das pessoa. Vai cuidá da sua vida que já é complicada.

O amor é a maior dádiva que nois tem. É pra isso que a gente vive. Pra amar a gente mesmo, ama os nosso velhos, amar os nosso fio, as nossa criação, os nosso amigo, irmão, marido, mulher... É isso que nos faz feliz de verdade.

Para de bubiça e vai ser feliz, égua! Desempaca pangaré!

Quando a gente ama de verdade, até as dor fica mais mansa.

Pai Jacó.

Comentários

Postagens mais visitadas