SOMOS DE UMA MESMA ÉPOCA SEM TEMPO

O tempo é o maior maya do Universo. Quem liga para o tempo desliga para o mundo.

Há uma base cronológica de organização na sociedade. Imagine se não houvesse os horários? O ser humano, indisciplinado por natureza, soltaria os pinos se não tivesse algo para regrá-lo. Mas, o relógio não dita a alma. E o corpo também é um objeto, se for bem tratado, será preservado e eficiente.

O que confere as rugas são as preocupações, são as ânsias, as vicissitudes. O que dá pé de galinha é andar por caminhos tortuosos. É caminhar sem direção para o abismo. O que envelhece em nós é a falta de sonhos, a escassez de novos horizontes. Não que devemos passar a vida inteira sonhando, mesmo porque isso pode verter em pesadelos. Mas, que almejar algo que nos faça feliz, fazer planos, já é uma renovação. E pode acreditar nisso!

Eu sou da mesma geração que o meu pai e o meu filho, somos da mesma época. E as épocas também não existem para o Universo, apenas um teatro de cenários, a roda do karma. Eu não me limito a amar pessoas pela faixa etária. Eu não quero deixar de dançar só porque tenho mais de quarenta anos. Jamais a minha vida será sem as brincadeiras de roda. Assim, sentarei de igual a igual com meus filhos, com meus netos. Somos da mesma idade!

Quero ter filhos aos 50, 60, 70 anos...porque os meus filhos não são meus, são do mundo.
Eu sou um instrumento de Deus na Terra.
E vou cumprir a minha função até o final. Um final que não existe.

Comentários

Postagens mais visitadas